Após gol do Corinthians, Gabriel extrapola em comemoração e provoca torcida do São Paulo

Após gol do Corinthians, Gabriel extrapola em comemoração e provoca torcida do São Paulo

Por Meu Timão

48 mil visualizações 379 comentários Comunicar erro

Gabriel passou do ponto em comemoração de gol do Corinthians

Gabriel passou do ponto em comemoração de gol do Corinthians

Foto: Reprodução/TV

Com a imposição de torcida única em clássicos paulistas, o Majestoso deste domingo contou com Morumbi lotado de são paulinos. Por conta disso, os jogadores do Corinthians não tiveram com quem comemorar o gol de empate marcado por Clayson. Depois de reunião geral da todos os corinthianos, alguns atletas do banco de reservas alvinegro aproveitaram o momento para provocar os torcedores do time adversário.

Entre os nomes que não se seguraram na comemoração, Gabriel chamou atenção. O volante, substituído por Clayson, autor do gol, fez gesto obsceno e provocativo olhando diretamente para a torcida do São Paulo. Com 50 mil torcedores adversários, a atitude poderia, obviamente, gerar atos violentos no Morumbi.

Leia também:
Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival
Corinthians é recebido com hostilidade e tem vidro de ônibus quebrado no Morumbi

Além do camisa 5, outro que mandou recado para os rivais foi Fellipe Bastos. O jogador parece ter apontado para si e para o gramado, mostrando algo como "o Corinthians está aqui" - gesto parecido com o que o astro português Cristiano Ronaldo costuma fazer.

Fellipe Bastos também provocou a torcida são paulina.

Fellipe Bastos também provocou a torcida são paulina

Reprodução/TV

Quem também se exaltou na comemoração foi o próprio Clayson. Após balançar as redes pela primeira vez com a camisa do Corinthians, o atacante vibrou muito, tirou a camisa e acabou advertido com um cartão amarelo.

Pode isso? - Pelo gesto, Gabriel corre o risco de ir a julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. A atitude pode ser enquadrada no artigo 258-A, que classifica casos de "provocação ao público" e prevê pena de duas a seis partidas.

Veja mais em: Gabriel e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians e Chapecoense voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil

    TV Globo transmite para dois estados jogo decisivo entre Corinthians e Chapecoense

    ver detalhes
  • Rosenberg e Andrés Sanchez costuram nos bastidores rescisão com a Omni

    Corinthians deve trocar Omni pela IBM na gestão do Fiel Torcedor, diz portal

    ver detalhes
  • Corinthians vai ter programa para definir os melhores preços de ingressos da Arena

    Corinthians fecha parceria com ITA por programa que define preços de ingressos na Arena

    ver detalhes
  • O poder da torcida do Corinthians | #75

    VÍDEO: O poder da torcida do Corinthians | #75

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes