Kazim concentrado e discurso cômico de Romero: os bastidores do Corinthians no Mineirão

Kazim concentrado e discurso cômico de Romero: os bastidores do Corinthians no Mineirão

Por Meu Timão

Precisando vencer para não deixar os rivais na luta pelo título se aproximarem, o Corinthians visitou o Cruzeiro neste domingo. Por isso, o clima no vestiário alvinegro era de foco total. Apesar disso, alguns atletas demonstraram comportamento bem diferente no vídeo divulgado pelo canal oficial do clube - confira abaixo.

Enquanto o lateral Guilherme Arana aparece descontraído e cantando funk, o atacante Kazim, substituto do lesionado Jô, se mostra compenetrado durante todo o período que antecede a partida. Quieto, o turco recebeu abraços de seus companheiros e ouviu orientações especiais de Carille.

"Tem que marcar em cima, Kazim. Você e Rodrigo bem próximos ali. Bem próximos, pode trocar que abre o meio", alertou o treinador.

Leia também:
'Precisamos voltar a jogar bem nos dois tempos', avisa Fagner após empate do Corinthians
Carille aprova atuação de Kazim e aponta melhora de Jadson no empate do Corinthians em Minas

Quem também deu instruções para o elenco foi o lateral Fagner. Capitão na partida, o camisa 23 do Timão fez questão de relembrar a trajetória da equipe durante a temporada e destacar que falta pouco para atingir o objetivo. Com veemência, o jogador pediu que a equipe não deixasse o título escapar do Corinthians.

"A hora que estiver com a bola, paciência para jogar. Se não der de um lado, toca para o outro. Vamos ter essa gana que o Gabriel falou. Vamos ter essa faísca de sair daqui com três pontos. Faltam dois meses para acabar o ano, olha o tanto de coisa que a gente já passou. Não vamos deixar escapar da nossa mão. Vamos lá para dentro e vamos engolir os caras", disse o lateral.

Homenagem e brincadeira

Após o término da partida, o vestiário todo parou para acompanhar a homenagem do clube para Ángel Romero, que completou, neste domingo, 150 jogos com a camisa alvinegra. O atacante recebeu uma placa comemorativa das mãos de Flávio Adauto, que discursou sobre o atleta valorizando sua dedicação.

"Deixamos para o fim do jogo para não mexer com a cabeça de vocês. Mas é um momento muito importante. São poucos que chegam a 150 jogos com a camisa do Corinthians. Parece pouco, mas é bastante, é muito jogo, sempre com muita luta. É um dos grandes exemplos de dedicação dentro do futebol brasileiro, não só do Corinthians", disse, antes de ser interrompido pelos aplausos dos jogadores.

Tímido, o paraguaio pegou a placa, entregue pelo compatriota Balbuena e, depois de posar para as fotos, pediu a palavra. Nada de discurso bonito ou coisas do tipo, o atacante só brincou com os companheiros, que pararam para ouvir as duas coisas que ele tinha para dizer.

"Quero dizer duas coisas. Muito obrigado e muchas gracias", finalizou rindo.

Confira o vídeo completo dos bastidores

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Kazim, Romero e Fagner.

Veja Mais:

  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes
  • Corinthians relembrou os dois títulos conquistados em 2017

    Nas redes sociais, Corinthians relembra dois títulos no ano e provoca antis

    ver detalhes
  • Meia cumpriria função que Carille deseja no Corinthians

    Segundo portal, Andrés negocia possível ida de Gustavo Scarpa ao Corinthians; candidato nega

    ver detalhes
  • Jadson viveu temporada de altos e baixos no Corinthians

    Negativa de Jadson a proposta da China lhe rendeu promessa de renovação no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes