Chicão relembra dia em que atraiu interesse do Corinthians e revela motivos de saída

Chicão relembra dia em que atraiu interesse do Corinthians e revela motivos de saída

Por Meu Timão

Chicão é um dos grandes zagueiros da história do Corinthians

Chicão é um dos grandes zagueiros da história do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Nos últimos anos, poucos jogadores são tão queridos pela torcida do Corinthians quanto Chicão. Zagueiro técnico, o ex-camisa 3 do Timão chamava atenção pela liderança e entrega dentro das quatro linhas. Além disso, era o dono da bola parada da equipe, marcando de falta e de pênalti. Antes de chegar ao clube, no entanto, poucos o conheciam. Mas ele lembra bem do dia em que atraiu o interesse da equipe alvinegra, ainda jogando pelo Figueirense.

"Eu comecei a aparecer mais devido aos gols. No segundo turno do Brasileiro de 2007, contra o Corinthians, eu fiz um gol de pênalti no Pacaembu. E no primeiro turno, em Santa Catarina, dei um chute de voleio que o goleiro Felipe pegou. Ali já estava meio caminho andado para eu ir para o Corinthians, e não teve nem empresário que negociou nada", contou, em entrevista ao UOL Esporte.

Contratado como reforço para a Série B, Chicão lembra que outros clubes o procuraram na mesma época que o Timão. O que pesou, porém, foi o projeto alvinegro, que ele vivenciou de perto anos depois. O zagueiro foi uma das testemunhas da construção do Centro de Treinamento, chegada de Ronaldo Fenômeno e tantas conquistas.

"Não tinha um CT, não tinha uma estrutura. Hoje é totalmente diferente, hoje o Corinthians é uma referência no país. Jogadores que se machucam lá fora querem se tratar no Corinthians. Eu, por exemplo, tive proposta para jogar em outro time em 2008 e não fui. Eu preferi jogar na Série B porque sabia do projeto que tinha ali, e depois chegou o Ronaldo Fenômeno. Ele trouxe as ideias, ajudou na montagem do CT e acabou transformando o clube em uma das potências do país", contou.

Leia também:
Há dois anos, Corinthians garantia hexa do Brasileirão com empate no Rio de Janeiro
Adauto se anima com chance de mais treinos abertos na Arena: 'Talvez antes do próximo jogo'
Feliz no Atlético-MG, Elias diz que pode retornar ao Corinthians 'mais pra frente'

Depois da vitoriosa passagem, com 247 jogos, 42 gols marcados e oito títulos conquistados, o defensor deixou o clube em uma espécie de reformulação em 2013. Mesmo satisfeito com o que fez no clube, o defensor não esconde algumas mágoas de toda a situação envolvendo sua saída.

"Eu voltei de lesão e achei até que ia jogar, mas me chamaram e disseram que eu não ia jogar mais, que era bom eu procurar outro clube. Não houve proposta do Corinthians para renovação. Algumas pessoas disseram que eu pedi um caminhão de dinheiro, isso é mentira. Eu não estava nem jogando", afirmou o ex-camisa 3 corinthiano.

"Eu fiquei chateado com a situação. Saiu para a imprensa que eu tinha uma proposta que eu não tinha, e depois disseram que eu que não quis renovar. Às vezes você fica chateado na hora ali, mas existem coisas que vêm para o seu bem: eu saí do Corinthians, fui para o Flamengo e fui campeão. Fui para o Bahia e fui campeão baiano, vice-campeão da Copa do Nordeste. A minha vida seguiu", completou.

Apesar de toda a mágoa com a situação de sua saída, Chicão preservou o carinho pelo Corinthians. Na última quarta-feira, por exemplo, era uma das presenças ilustres para acompanhar a confirmação do título alvinegro nas arquibancadas da Arena.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes
  • Corinthians sabe da vontade do atacante e espera sinal do clube para avançar

    Corinthians aguarda sinal do Vitória para decidir situação de Tréllez até segunda-feira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes