Justiça cobra Corinthians por creche que devia ser entregue em 2014 como contrapartida da Arena

3.2 mil visualizações 58 comentários

Por Meu Timão

Creche é uma das contrapartidas prometidas pelo clube para concessão do terreno da prefeitura

Creche é uma das contrapartidas prometidas pelo clube para concessão do terreno da prefeitura

Bruno Teixeira Rolo

Como contrapartida a construção da Arena em um terreno que pertencia a prefeitura, o Corinthians se comprometeu, há mais de três anos, em fazer uma creche na zona lesta de São Paulo. Com previsão de entrega para dezembro de 2014, a escola ainda não está pronta, o que gerou ao clube uma intimação do Ministério Público do Estado. O órgão quer receber relatórios do andamento e dos custos da obra até o dia 6 de janeiro - a construção na Cohab José Bonifácio foi orçada em R$ 4 milhões.

A decisão judicial foi tomada por Randolfo Ferraz, da 14ª Vara da Fazendo Pública. O juiz cobra que o clube informe os valores gastos na obra, em caso da conclusão. Se ainda estiver em andamento, a Justiça espera receber um relatório detalhado da situação e dos prazos para entrega. As informações são do Estadão.

Leia também:
Corinthians tem trunfo contra São Paulo na disputa pela contratação de Scarpa
Veja fotos do início da troca do gramado da Arena Corinthians
Por novo acordo para pagamento da Arena, Caixa exige repasses de Fiel Torcedor e Nike

Ainda segundo o portal, que visitou o local de construção do Centro de Educação Infantil, a aparência ainda é de início de obra, com construções das paredes, por exemplo. Em resposta ao veículo, a prefeitura do município de São Paulo enviou uma nota esclarecendo que o ambiente está em fase final de construção.

"Atendendo a uma solicitação da Comissão de Acompanhamento das Contrapartidas, a Secretaria da Educação realizou uma vistoria no local em novembro, constatando que as obras estão 96% concluídas", diz a nota enviada ao Estadão.

Já sobre os valores, a Prefeitura segue sem informações concretas e afirmou que aguarda o término da obra para estimar corretamente o investimento feito pelo clube.

Além de cobrar esclarecimentos sobre a creche, a Justiça marcou, para o dia 28 de fevereiro, uma audiência para Corinthians e prefeitura apresentarem demais contrapartidas, que custam, ao todo, R$ 8 milhões e têm prazo de entrega definido em 31 de dezembro de 2019.

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Duilio Monteiro Alves venceu Augusto Melo e Mario Gobbi nas eleições presidencias do Corinthians

    Conheça o histórico e a trajetória de Duilio Monteiro Alves, o novo presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Duílio é o novo presidente do Corinthians

    Duílio Monteiro Alves vence eleição e é o novo presidente do Corinthians; oito chapas foram eleitas

    ver detalhes
  • Cássio voltou a treinar no CT Joaquim Grava; Corinthians encara Fortaleza na quarta-feira

    Com presenças de Cássio e Ramiro, Corinthians faz segundo treino para enfrentar o Fortaleza

    ver detalhes
  • Mario Gobbi teve o voto de 783 sócios do Corinthians

    Mario Gobbi agradece apoio dos sócios do Corinthians e parabeniza Duilio Monteiro Alves

    ver detalhes
  • As oito chapinhas mais votadas serão parte do Conselho Deliberativo no triênio 2021-2023

    Conselho Deliberativo do Corinthians racha ao meio após eleição; vitalícios serão fiel da balança

    ver detalhes
  • Grupo Renovação & Transparência elegeu mais um presidente no Corinthians. Mandato de Duílio Monteiro Alves vai até o fim de 2023

    Grupo político de Andrés Sanchez repete com Duílio estratégia utilizada nas seis vitórias seguidas

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: