Corinthians x Botafogo

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians vai vencendo o Botafogo

Acompanhe ao vivo

Talismã brilha de novo, Corinthians empata no último lance e avança em primeiro lugar na Copinha

Corinthians Corinthians 1 x 1 Ferroviária Ferroviária

Copa São Paulo 2018

Talismã brilha de novo, Corinthians empata no último lance e avança em primeiro lugar na Copinha

21 mil visualizações 81 comentários Comunicar erro

Ramonzinho tirou até a camiseta na comemoração do gol salvador do Corinthians

Ramonzinho tirou até a camiseta na comemoração do gol salvador do Corinthians

Foto: Reprodução/TV

O Corinthians por muito pouco não perdeu uma invencibilidade de incríveis quatro anos e 28 jogos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Comandado por Dyego Coelho na edição de 2018 do torneio, o Timãozinho, no sufoco, contou com mais uma atuação inspirada do meia Ramonzinho, que saiu do banco de reservas para, no último lance, anotar o gol do empate de 1 a 1 diante da Ferroviária, na noite desta quarta-feira, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela terceira rodada da fase de grupos.

A última derrota do Corinthians na Copinha, vale aqui destacar, foi registrada na final da edição de 2014. Naquela ocasião, em 25 de janeiro, o Timãozinho caiu por 2 a 1 para o Santos. De lá para cá, a equipe soma 27 vitórias e dois empates - um deles justamente este contra a Ferroviária nesta quarta-feira.

Bastava um empate para a equipe sair de campo com a primeira colocação do Grupo 17... E assim foi feito! Mantendo a dianteira frente à Ferroviária, o Corinthians se classificou como líder e agora enfrenta o Sport na segunda fase - a Federação Paulista divulgará em breve informações referentes à data e ao horário do confronto.

No que diz respeito à escalação, vale destacar que o Corinthians entrou em campo com duas modificações em relação ao time titular da última partida: o lateral-esquerdo Carlos Augusto retomou a vaga então ocupada por Kaio Cristian, e o polivalente atacante/lateral Zé Gabriel foi utilizado na função até então realizada por Samuel.

Portanto, o Timãozinho foi a campo com: Diego; Zé Gabriel, João, Ronald e Carlos Augusto; Lucas Minele e Renan Areias; Rafael Bilu, Fabrício Oya e Vitinho; Nathan.

Primeiro tempo

Difícil acreditar que o Corinthians deste início de noite de quarta-feira era o mesmo que outrora goleou Corumbaense-MS (3 a 0) e Pinheiro-MA (5 a 0) na atual edição da Copinha. Os comandados de Dyego Coelho encontraram muitas dificuldades para furar o bom sistema defensivo armado do lado da Ferroviária.

Não bastasse a ineficiência ofensiva, o Timãozinho ainda contou com uma inédita trapalhada defensiva. E aí, não houve perdão. Após cobrança de escanteio da Ferroviária e bate cabeça dos defensores corinthianos, a bola sobrou para o zagueiro adversário Maycon. Completamente sozinho na pequena área, ele bateu de primeira e estufou as redes de Diego, sacramentando assim o primeiro gol sofrido pelo Corinthians na Copinha-2018.

Atrás no placar, o Corinthians bem que poderia enfim tomar as rédeas da partida e partir para o ataque. Mas não o fez. Os garotos do Timão aparentaram ter ficado ainda mais vulneráveis à retranca da Ferroviária. A "solução" encontrada foram chutões e cruzamentos para frente em busca do centroavante Nathan - ou qualquer outro jogador que por lá estivesse. Como era de se imaginar, a estratégia não surtiu lá muito efeito. E os alvinegros foram para o vestiário em desvantagem no marcador...

Segundo tempo

Ciente de que o Corinthians precisava de um "chacoalhão", Coelho promoveu logo duas substituições no intervalo: saíram Zé Gabriel e Nathan para as entradas de Samuel e William. E as alterações de fato surtiram efeito: o lateral-direito mostrou-se útil ao apoiar as subidas ao ataque; o atacante não demorou para "bagunçar" a zaga adversária e quase empatar o jogo.

No fim das contas, porém, a Ferroviária seguiu cozinhando a partida. E por pouco não ampliou o marcador. O camisa 10 Rafinha, em dois lances de bola parada nos primeiros dez minutos do segundo tempo, quase anotou dois golaços para cima de Diego.

Então Coelho tentou, mais uma vez, mexer no esquadrão corinthiano. Saiu o volante Lucas Minele para a entrada do meia Ramonzinho. Ao contrário do que aconteceu no último domingo, quando o "talismã" incendiou o jogo logo de cara como protagonista (com dois gols) da goleada de 5 a 0 sobre o Pinheiro-MA, o Timãozinho seguiu travado diante da Ferroviária.

Restando dez minutos para o término da partida, Coelho jogou as cartas finais: Geovani e Kaio Cristian entraram; Rafael Bilu e Carlos Augusto foram para o banco. O Corinthians, então, iniciou enfim uma pressão para cima da Ferroviária, na reta final do jogo. E no último lance conseguiu vencer o goleiro Vitor Dias! O talismã Ramonzinho, que mais uma vez saiu do banco de reservas, arriscou um chutaço de longe e estufou as redes!

Vitória na raça! E no sufoco... Alerta ligado para a fase mata-mata, garotada corinthiana!

Veja mais em: Copinha.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes