Andrés Sanchez provoca rivais e coloca Corinthians como sétima força do Brasil

Andrés Sanchez provoca rivais e coloca Corinthians como sétima força do Brasil

Por Meu Timão

13 mil visualizações 100 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez é candidato da situação no pleito de fevereiro de 2018 no Corinthians

Andrés Sanchez é candidato da situação no pleito de fevereiro de 2018 no Corinthians

Meu Timão / Larissa Lima

Candidato à presidência do Corinthians em 2018, Andrés Sanchez sempre foi conhecido por suas respostas irônicas em entrevistas, principalmente quando se trata de assuntos relacionados a rivais alvinegros. Na noite deste sábado, ele não fugiu da regra.

Andrés comentou sobre a campanha do Corinthians no ano passado e as conquistas do Campeonato Paulista e do Brasileiro. No comentário, não deixou de provocar os rivais e ironizar a força do Timão, lembrando que a equipe foi tachada de "quarta força" no início de 2017.

"Me surpreendeu ganhar (o Brasileiro), mas sabia que iria disputar. Com a estrutura que tem, é inadmissível o Corinthians não disputar títulos. Se vai ganhar é outro problema, mas sendo segundo, terceiro, quarto, é impossível. Só quando faz uma cagada muito grande, como em 2016, que ficou em oitavo. Não é só pelos atletas, jogadores e diretoria. É a estrutura que se tem no Corinthians", afirmou Sanchez, em entrevista ao canal Fox Sports.

"Mas o Corinthians continua 'zebra' de novo. Talvez tenha ido para a terceira força no Paulista, mas no Brasileiro continua em sexta, sétima força. Corinthians é 'zebra' esse ano de novo. Não gastamos, não contratamos ninguém", completou, de maneira bem irônica.

Leia também:
Andrés Sanchez opina sobre o que fez o Corinthians mudar de patamar nos últimos anos
Candidato à presidência do Corinthians, André Sanchez afirma dar risada de operação contra corrupção

O Corinthians, até o momento, contratou cinco jogadores para a temporada de 2018: Renê Júnior, Juninho Capixaba, Júnior Dutra, Mateus Vital e Emerson Sheik. O clube ainda busca um centroavante para substituir Jô e tem acerto verbal com o zagueiro Henrique.

Andrés Sanchez por sua vez aguarda o dia 3 de fevereiro, data marcada para a eleição para o novo presidente do Timão.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Henrique marcou primeiro gol oficial do Corinthians na temporada de 2019

    Henrique faz no fim, Corinthians empata com São Caetano e deixa impressão positiva para o Paulistão

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor de futebol, falou em nome da diretoria na Arena Corinthians

    Luan, Love, Arana, Romero e Ramires: diretor do Corinthians atualiza negociações

    ver detalhes
  • Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo neste domingo pela torcida

    Avelar é criticado, e pedidos por Arana marcam repercussão da estreia corinthiana nas redes sociais

    ver detalhes
  • Melhor corinthiano em campo, Fagner foi também o capitão do Timão neste domingo

    Abismo entre laterais do Corinthians é destacado por torcedores após empate com São Caetano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes