Citadini condena submissão do Corinthians à CBF e promete ir à Fifa por mudança no estatuto

Citadini condena submissão do Corinthians à CBF e promete ir à Fifa por mudança no estatuto

16 mil visualizações 149 comentários Comunicar erro

Vice-presidente no início dos anos 2000, Citadini é candidato nas eleições de fevereiro

Vice-presidente no início dos anos 2000, Citadini é candidato nas eleições de fevereiro

Foto: Larissa Lima/Meu Timão

De volta à disputa presidencial corinthiana, Antonio Roque Citadini fez duas críticas à sujeição do clube como instituição à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em entrevista à ESPN Brasil na noite desta terça-feira, o candidato à cadeira de Roberto de Andrade lamentou a submissão do Timão perante a entidade máxima do futebol nacional e avisou que, se eleito, acionará a Fifa para que os clubes brasileiros tenham maior poder nas eleições presidenciais da CBF.

“O Corinthians tem um papel no futebol que ele não cumpre, ou melhor, que ele cumpre de maneira horrível, a envergonhar. O Corinthians é um clube que não tem opinião sobre nada”, disparou Citadini.

“Veja, por exemplo, a CBF fez uma mudança no estatuto dela que é uma vergonha, jogou os clubes abaixo da federação do Acre. O Corinthians vale menos que a federação do Acre! Ninguém falou uma palavra, o Corinthians não falou uma palavra. Deveria ter falado”, criticou o aspirante à presidência.

A mudança à qual Citadini se refere diz respeito à “reforma” promovida pela CBF em março de 2017. Com aval do presidente Marco Polo Del Nero, mudanças no estatuto fortaleceram a influência das federações estaduais, além de reduzirem o peso das equipes profissionais – os votos de federações como a FPF agora têm peso três, enquanto os dos clubes da Série A têm peso dois. Times pertencentes à segunda divisão, peso um.

“Eu já falo desde aqui: com este estatuto, eu, sendo eleito, nós não votamos na eleição da CBF. O estatuto tem de mudar, quem tem de eleger o presidente são os clubes, como é no mundo inteiro. As federações, a maior parte delas, são sustentadas pela CBF. Como é que eu sou eleito por quem me sustenta?”, questionou o candidato, que não teme que o Timão seja prejudicado pela CBF.

“O que falta? Falta um clube, o Corinthians! Não vou pedir isso pros times médios, porque aí eles vão brigar com a CBF, vão sofrer. O Corinthians pode brigar. ‘Ah, vão prejudicar na arbitragem...’. Não vão prejudicar nada! Vão prejudicar o Corinthians na arbitragem porque estamos dizendo à CBF que o estatuto dela é uma vergonha e que nós temos que ajudar o futebol brasileiro a se renovar?”.

Leia também:
Candidatos à presidência sinalizam permanência de Alessandro e explicam busca por reforços
Chefe da campanha de Andrés em eleição no Corinthians contesta exclusão e analisa ir à Justiça

Antonio Roque Citadini é um dos cinco candidatos à presidência na eleição marcada para 3 de fevereiro. Ele chegou a ter a candidatura impugnada porque é conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) – na avaliação da Comissão Eleitoral, ele não poderia concorrer a cargos administrativos. Entretanto, nessa segunda-feira, Antonio Roque obteve liminar junto ao Tribunal de Justiça, podendo assim participar do pleito.

Ainda a respeito da submissão do Corinthians (e de demais clubes do Brasil) à CBF, Citadini promete ir à côrte da Fifa se eleito: “Não só não voto com este estatuto como vou me queixar na Fifa. A Fifa não aceita, não reconhece essas federações estaduais. O Corinthians não tem nenhuma participação em grandes mudanças no futebol, zero! Esse grupo Renovação & Transparência (situação) só pensa em coisas pequenas”, concluiu.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Roberto de Andrade.

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

    Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes