Roberto de Andrade aponta efetivação de Fábio Carille como maior feito de sua gestão

Roberto de Andrade aponta efetivação de Fábio Carille como maior feito de sua gestão

Por Meu Timão

2.1 mil visualizações 66 comentários Comunicar erro

Roberto de Andrade efetivou Carille em dezembro de 2016

Roberto de Andrade efetivou Carille em dezembro de 2016

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com três anos de mandatos e três títulos na conta, Roberto de Andrade tem do que se orgulhar de sua passagem pelo Corinthians. Entre erros e acertos, no entanto, uma decisão ficará guardada em sua memória como seu maior feito durante esse período: a efetivação de Fábio Carille no comando técnico alvinegro.

"Acho que sim (foi meu maior feito). Tem uma coisa que talvez eu nunca comentei. Se eu fosse presidente nesses três anos, sem passar pelo futebol, talvez eu não tivesse conhecido o trabalho do Carille e minha decisão não seria essa. Se analisasse só por 2015 e 2016 talvez não tivesse feito (a contratação). Tendo acompanhado como diretor, pude fazer uma análise. Competente, com um bom trânsito no elenco. Era meio caminho andado", relembrou, durante sua coletiva de despedida do Timão, nesta sexta-feira.

"Mas, logicamente, o sucesso total vem com resultado nas competições. Eles vieram e consagramos mais um técnico para o Brasil. Isso é motivo de orgulho para todas as pessoas do Corinthians, não só para mim", completou.

Leia também:
Mandato tampão, Andrés, Gobbi, Roberto: relembre as últimas eleições para presidente do Corinthians
FAQs: saiba tudo sobre a eleição de 2018 do Corinthians

Apesar da alegria pelo legado deixado com Carille, Roberto reconhece que um próximo presidente pode chegar e optar por outro treinador. Nesse sentido, o mandatário alvinegro preferiu não opinar, apenas respeitar a decisão de seu sucessor, que será eleito neste sábado, dia 3.

"O presidente tem total liberdade para fazer as mudanças que achar necessário. O que ele entender que é o melhor trazer, ele faz. Eu não posso achar nada. Como presidente, posso impor o que quero, trabalho com as pessoas com quem quero trabalhar. E temos que respeitar o próximo presidente. Ele pode trocar e errar, trocar e acertar. Não tem problema", finalizou.

Veja mais em: Roberto de Andrade e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • 'Quase herói' contra Cruzeiro, Pedrinho pode ganhar chance como titular diante do Vitória

    Corinthians se reapresenta com reservas e pode ter três mudanças para jogo contra Vitória

    ver detalhes
  • Will Dantas (à dir.) ao lado de Pedrinho, jogador do Corinthians

    Agente volta atrás e nega divergência com Corinthians sobre Pedrinho

    ver detalhes
  • Corinthians terá nove 'finais' no Brasileiro para terminar temporada de forma digna

    Análise: Corinthians demonstra limitações e é vice na Copa do Brasil; equipe liga sinal de alerta

    ver detalhes
  • Corinthians vem de derrota para o Santos no Brasileirão

    Em seu pior turno na história, Corinthians mira nove finais para evitar tragédia no Brasileiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes