FAQs: saiba tudo sobre a eleição de 2018 do Corinthians

FAQs: saiba tudo sobre a eleição de 2018 do Corinthians

25 mil visualizações 116 comentários Comunicar erro

Corinthians vota para presidente neste sábado; saiba tudo sobre o pleito

Corinthians vota para presidente neste sábado; saiba tudo sobre o pleito

Foto: Larissa Lima/Meu Timão

Chegou o grande dia! Neste sábado, o Corinthians e seus mais de 30 milhões de torcedores conhecerão o novo presidente do clube, que sucederá Roberto de Andrade no triênio a seguir. Pensando nisso, o Meu Timão compilou eventuais dúvidas da Fiel sobre a eleição e as respondeu em formato FAQ (Frequently Asked Questions, ou Perguntas Mais Frequentes em inglês). Você confere o resultado abaixo!

1) Quem são os candidatos à presidência do Corinthians?

Cinco corinthianos concorrem nesta eleição, sendo quatro opositores à atual administração e um candidato da situação. São eles: Antonio Roque Citadini, Paulo Garcia, Felipe Ezabella, Romeu Tuma Jr. e Andrés Sanchez, único a já ter ocupado a cadeira de presidente (2007/2011).

2) Quais os nomes das chapas e seus respectivos vice-presidentes?

  • Renovação & Transparência - Andrés Sanchez, Edna Murad Hadlik e Alexandre Husni
  • Corinthians Mais Forte - Antonio Roque Citadini, Osmar Stábile e Augusto Melo
  • Corinthians Grande - Felipe Ezabella, Fernando Alba e Fabio Carrenho
  • Pró-Corinthians - Paulo Garcia, Flávio Adauto e Emerson Piovezan
  • Democracia Corinthiana Participativa - Romeu Tuma Jr., Ilmar Schiavenato e Luiz Carlos Bezerra (Lulinha)

3) Qualquer torcedor do Corinthians tem direito a voto?

Não. Somente aqueles que pertencem ao quadro social há, no mínimo, cinco anos e estão com as mensalidades em dia.

4) Quantos sócios podem votar?

O Corinthians não divulgou o número de associados que têm direito a voto neste pleito. De acordo com alguns candidatos, são esperados entre 3 a 4 mil eleitores.

5) Há candidatos favoritos?

Segundo pesquisa divulgada pelo Ibope, há empate técnico entre Paulo Garcia (26% das intenções de voto) e Andrés Sanchez (25%). Já a última simulação feita pelo Meu Timão, que contou com participação dos internautas, aponta ligeira vantagem de Sanchez.

6) Quais são as principais propostas de cada um?

7) Qual o período do mandato do novo presidente?

O mandato compreenderá os anos de 2018, 2019 e 2020.

8) A que horas a eleição começa e qual o horário previsto para terminar?

O pleito está marcado para as 9h. O Corinthians espera anunciar o vencedor por volta das 17h (de Brasília).

9) Onde as eleições acontecem?

A votação ocorre no mini ginásio do Parque São Jorge, localizado dentro do clube social.

10) A votação acontece por meio de urna eletrônica?

É provável que sim. Segundo o artigo 61 do estatuto do Corinthians, “a votação se fará por meio de cédulas impressas ou mediante a utilização de urnas eletrônicas que venham a ser obtidas junto à Justiça Eleitoral”.

11) O que acontece ao fim da votação?

Concluída a votação, a mesa apuradora iniciará a contagem de votos. O presidente do Conselho Deliberativo, ao final, proclamará a chapa eleita e empossará os membros da diretoria.

12) O presidente eleito assume o cargo imediatamente?

Sim. O candidato vencedor assume a presidência do Corinthians assim que a eleição tiver fim.

13) O novo presidente pode tirar cargos e promover novos funcionários?

Também é possível. Caberá ao presidente eleito definir os membros da diretoria, administração e comissão técnica do Corinthians.

14) O cargo do técnico Fábio Carille pode ficar ameaçado depois das eleições?

É improvável que isso ocorra. Todos os candidatos fizeram elogios ao trabalho de Carille à frente da equipe profissional ao longo dos meses que antecederam a eleição. O treinador tem o respaldo dos cinco aspirantes à presidência.

15) É possível que o novo presidente anuncie a contratação de um camisa 9 assim que tomar posse?

Possível, sim, mas certamente improvável. Qualquer contratação necessita do aval da comissão técnica do Timão, encabeçada por Carille. Todos os candidatos têm afirmado que discutirão o assunto com o treinador corinthiano nos primeiros dias de mandato.

16) Como serão preenchidos as 200 vagas trienais do Conselho Deliberativo?

Os representantes das oito chapinhas mais votadas (cada uma conta com 25 membros) estarão automaticamente no Conselho Deliberativo. A nona e décima chapinhas com mais votos serão suplentes. Vale lembrar que esse sistema será novidade, já que até a última eleição, em 2015, a chapa vencedora para presidente selecionava os 200 conselheiros.

Leia as entrevistas da série Presidenciáveis, produzida pelo Meu Timão

Veja mais em: Eleições no Corinthians, Roberto de Andrade, Andrés Sanchez, Presidentes, Parque São Jorge e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Romero marcou o único gol da partida de ida; Timão tem vantagem mínima por vaga nas semifinais

    Corinthians tenta afastar crise e se classificar às semifinais da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes
  • João Celeri assinou contrato com o Corinthians

    Após desistir de Juninho, Corinthians contrata atacante do Botafogo para Sub-20

    ver detalhes
  • Pedrinho (à frente) será titular nesta quarta-feira; Jonathas, opção no banco

    Loss define escalação do Corinthians para decisão contra Chapecoense, mas pode ter baixa

    ver detalhes
  • Ricardo Fischer foi o cestinha da partida com 29 pontos anotados

    Corinthians se impõe no Parque São Jorge e vence a primeira no Paulista de basquete

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes