Ídolo e herói do Paulistão de 1977, Basílio completa 69 anos neste domingo

Ídolo e herói do Paulistão de 1977, Basílio completa 69 anos neste domingo

Por Meu Timão

700 visualizações 28 comentários Comunicar erro

Basílio é o autor de um dos gols mais lembrados pela torcida do Corinthians

Basílio é o autor de um dos gols mais lembrados pela torcida do Corinthians

Foto: Divulgação/Corinthians

Dono de um dos gols mais marcantes da história do Corinthians, o meio campista Basílio faz aniversário neste domingo. Idolatrado até hoje por torcedores de todas as gerações, o ex-jogador completa 69 anos de vida. Na data, é claro, os alvinegros não deixam de lembrar do Paulistão de 1977, torneio que pôs fim a um longo jejum de exatos 22 anos, 8 meses e 7 dias anos sem conquistas do Timão.

Com a missão de substituir Rivelino, que havia deixado o clube para defender o Fluminense, Basílio foi contratado pelo Corinthians em 1975, junto a Portuguesa. Apesar de não ter nível técnico parecido com seu antecessor, o meia nunca deixou a desejar em entrega e, posteriormente, em estrelismo.

O tento, marcado no dia 13 de outubro de 1977, no terceiro jogo das finais do Paulistão, contra a Ponte Preta, marcou seu nome na história. Não só seu nome, na verdade, mas também um apelido: Pé de Anjo - repetido anos mais tarde como alcunha de outro ídolo, Marcelinho Carioca.

Leia também:
Em noite de 'estreias', Corinthians visita Novorizontino neste domingo pelo Paulistão
Novo diretor, contratações e Arena: a primeira entrevista de Andrés reeleito no Corinthians
Voadora e até mordida: jornalistas são agredidos após eleição do Corinthians; veja vídeo

Entre as inúmeras histórias do jogador no Timão, uma das mais marcantes, além do gol decisivo, aconteceu no ano de sua chegada. Após se chocar com um goleiro, Basílio sofreu uma parada respiratória e teve de ser reanimado pelo doutor Osmar de Oliveira.

Em 2017, o título histórico do Paulistão completou 40 anos e não faltaram homenagens para o ex-jogador. Ao todo, Basílio defendeu a camisa do Corinthians em 253 oportunidades. Nesse período, marcou 29 gols e conquistou o Paulistão de 1977 e 1979. Depois de aposentado, voltou ao clube em três oportunidades no cargo de treinador - 1987, 1989 e 1992.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Renan Areias (no centro) está no Corinthians desde os seis anos de idade

    Corinthians empresta capitão do Sub-20 para o Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Fessin já marcou três gols pelo Corinthians no Paulista Sub-20

    Fessin marca, Corinthians vence no Paulista Sub-20 e diminui distância para rival

    ver detalhes
  • Corinthians fechou a primeira fase na liderança e invicto no Paulista Feminino

    Corinthians vence Portuguesa e fecha primeira fase do Paulista Feminino líder invicto

    ver detalhes
  • Corinthians de Ronaldo foi eliminado pelo Tolima em 2011 e mesmo assim Tite seguiu como técnico

    Tite/11 x Loss/18: diferenças e semelhanças entre as crises corinthianas comparadas por Andrés

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes