Carille admite 'passinho pra trás', festeja novo esquema, mas cogita mudança na estreia da Liberta

Carille admite 'passinho pra trás', festeja novo esquema, mas cogita mudança na estreia da Liberta

36 mil visualizações 287 comentários Comunicar erro

Fábio Carille estreou novo esquema tático na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras

Fábio Carille estreou novo esquema tático na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre o Palmeiras, neste sábado, na Arena, em Itaquera, marcou a estreia (e talvez a própria consolidação) do novo esquema tático armado pelo técnico alvinegro Fábio Carille: o 4-2-4, sem centroavante. Em entrevista coletiva concedida ainda no próprio estádio, logo após o clássico, o treinador festejou a novidade e admitiu o "passinho para trás" dado em relação à primeira formação testada na atual temporada.

"Eu sei que ano passado eu tinha que ganhar até par ou ímpar no começo. Esse ano não. Por isso fiz experiências, o Paulista me deu essa oportunidade. Não consegui, dei meu passinho para trás", comentou, se referindo à tentativa frustrada de emplacar uma equipe ofensiva com apenas um volante no esquema 4-1-4-1.

"Já tinha gostado contra o Red Bull, gostei hoje também. Com dois volantes ficamos mais controlados", completou, se referindo agora ao empate da última segunda, o qual o Timão atuou com dois volantes, mas ainda assim com centroavante, no 4-2-3-1.

No entendimento de Carille, a possibilidade de alternar tantos esquemas num intervalo de tempo tão curto se deve à liga existente entre os jogadores e a comissão técnica do Timão.

"Sou muito grato pelo grupo que tenho em mãos. Eles se sentem confiante, não é porque acordo e mando eles fazerem algo, eu trabalho, mostro vídeo, converso individualmente, ouço. Escuto muito eles, tenho um grupo muito inteligente. Estou passando já há um tempo essa ideia de 4-2-4. E aí a relação de confiança do trabalho deles com a comissão técnica se fortalece. A gente sabe que eles vão cumprir o que for estabelecido", relatou.

Vale destacar, no entanto, que já há possibilidade de o 4-2-4 sair de cena na próxima quarta-feira, no jogo de estreia do Corinthians na atual edição da Libertadores, na Colômbia, contra o Millonarios. Isso porque: 1) Rodriguinho está suspenso e já é baixa confirmada; 2) o adversário é uma incógnita e, assim, Carille ainda espera receber informações para saber qual o melhor esquema tático a ser utilizado diante dos colombianos.

"Uma nova ideia que começamos a trazer para dentro de campo agora (4-2-4). Tenho peças para variar e para fazermos um excelente ano não só na Libertadores mas em todas as competições que vamos disputar", declarou.

"Nem pensei lá (no jogo contra o Millonarios) ainda. Acabou o jogo contra o Palmeiras agora. Segunda de manhã voltamos e as coisas estarão bem definidas. Já já receberei informações sobre o Millonarios, aí definirei o melhor esquema para utilizar", finalizou.

Veja mais em: Fábio Carille, Dérbi e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Uendel foi jogador do Timão por três anos e ganhou um Brasileiro (2015)

    Corinthians tem interesse em Uendel, do Internacional

    ver detalhes
  • Ramires pode ser emprestado ao Corinthians por uma temporada

    Corinthians tem interesse em revelação do Bahia e pode fazer operação com europeu por acerto

    ver detalhes
  • Sassá é alvo do Corinthians para 2019 a pedido de Fábio Carille

    Carille pede, Corinthians insiste por Sassá e entra em atrito público com Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro foi contratado pelo Grêmio em 2013

    Pai de Ramiro confirma contrato com Corinthians de quatro temporadas

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes