Andrés diz: 'Eu não acredito no título, eu tenho certeza!'

Andrés diz: 'Eu não acredito no título, eu tenho certeza!'

Andrés Sanchez não foi para o vestiário após a derrota para o Santos, no último domingo. Segundo ele, por estar com raiva, “daquelas que deixam a pessoa desnorteada, com vontade de bater em alguém”. Essa foi uma das revelações que o presidente corintiano fez em entrevista exclusiva ao LANCE!, concedida no Parque São Jorge.

O mandatário falou da queda de produção da equipe no Brasileirão, garantiu Tite no cargo e lembrou que o Timão não pode perder três jogos consecutivos – caiu diante de Fluminense e Santos. “Tem que ganhar do São Paulo de qualquer jeito”, disse. Andrés falou ainda sobre o futuro estádio e aproveitou para cutucar o rival de amanhã. Acompanhe:

O que pode falar desse atual momento da equipe? Nas últimas dez rodadas, o time vem tendo altos e baixos. Isso é muito ruim por isso deu a queda. Mas ainda estamos entre as melhores defesas e os melhores ataques, além de ter sido líder até a última rodada. Não podemos falar que é o fim do mundo, mas todo mundo sabe que é preciso mudar a postura. Senão, vamos cair lá para baixo.O que é preciso mudar? O torcedor quer tentar entender...Torcedor quer tirar o treinador, quer tirar jogador, quer tirar todo mundo. Não é assim que se faz futebol. O Tite está trabalhando, com erros e acertos, jogadores também. Tem de estar todos focados para não perder o campeonato de novo.Você tinha dito que a culpa maior era do grupo de jogadores. Mantém? A culpa é de todos. Eu falei aquilo porque só falavam que a culpa era do treinador, do treinador, do treinador. A culpa é de todos. Treinador erra? Erra. Jogador erra? Erra. Faz parte. Não pode ser o melhor, como aquele início, nem o pior, como se fala agora. Tem de achar um equilíbrio, para conseguir acabar com isso.A torcida, no Pacaembu, pediu a saída do Tite...(Interrompe) Ontem, não. Há meses. Desde o Tolima...É que no último domingo foi com mais ênfase, não? Foi porque perdeu de três em casa, mas o Tite continuará sendo treinador do Corinthians.Não manda embora por que o trabalho dele é bom ou por falta de opções no mercado? Tem opção no mercado, eu posso contratar quem eu quiser. É só pagar. Ainda mais se você (jornalista) fizer o cheque, até o Guardiola (técnico do Barcelona) a gente traz.E quem seria o substituto? Não tem substituto, ele fica até o final do ano. Ele é treinador do Corinthians e tem contrato até o fim do ano.Mas ele fica até o final...(Interrompe de novo) Você quer que eu responda o que vc quer ou quer que eu responda por mim? Não sei se eu estarei vivo até o fim do ano...e se eu morrer até o fim do dia? Ele vai cumprir o contrato, então...Não sei, ele é treinador do Corinthians e tem contrato até dezembro. Você quer que eu fale o que eu farei daqui um mês? Não sei, não sei nem se eu vou estar vivo.O que você, como presidente, pode fazer num momento desse? Cobrar, como já fiz a semana passada e como farei de novo. Eles são seres humanos, tem altos e baixos.É um cara a cara? Como é isso? Eu falo do meu jeito, do jeito que eu acho que devo fazer.Se perder do São Paulo, a tendência é de que a pressão aumente, não é mesmo? Tudo vai aumentar. Se perder três seguidas, a pressão aumenta. Se perder quatro, mais ainda. Se perder cinco, mais. Se perder, seis, oito, nove aí é insustentável. Então, é o que eu sempre falo: o Corinthians não pode perder três vezes seguidas. Tem de ganhar do São Paulo de qualquer jeito!Sobre o histórico de treinadores demitidos após derrota para o São Paulo...(Interrompe pela terceira vez) Ou para essa entrevista...para de perguntar sobre Tite. Ele é treinador do Corinthians. Mais claro do que eu estou sendo é impossível.É seu pior momento no Corinthians? Pior? Perdemos a final da Copa do Brasil de 2008, caíamos na Libertadores duas vezes. Os momentos alegres são poucos aqui dentro, mas eu tenho mais coisas para ver como presidente do Corinthians.Sob a sua administração, o Corinthians não perdeu do São Paulo no Morumbi. Dá para manter a invencibilidade? Como o Santos não ganhava no Pacaembu há muitos anos, tabus são feitos para quebrar. Temos de estar focados e ganhar o jogo para continuar na briga pelo título.Será o último jogo contra o São Paulo, que virou seu desafeto. Haverá um gostinho especial? Eu prefiro ganhar do Palmeiras, o São Paulo se ganhar, perder...a cada jogo eu conto que é menos um para eu ir embora. São três pontos iguais. Eu quero ganhar o campeonato. Não adianta ganhar do São Paulo e perder o campeonato. No ano passado, ganhamos deles e perdemos. Prefiro perder do São Paulo e ser campeão.Será a última vez que irá pisar no Morumbi? Pode ser que o Corinthians vá jogar outras vezes lá, eu estarei onde eu gosto, que é na arquibancada, onde eu mais gosto de estar.Você ainda acredita no título brasileiro? Acredito não, tenho certeza! Basta diretoria, comissão técnica e jogadores conscientizarem que é necessário voltar o foco. Eu acho que o campeonato está aberto. A gente poderia estar mais tranquilo, assim como outros também poderiam estar mais tranquilos.

Andrés:

Fonte: O Povo

Enviado por: Leandro Louredo

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes