Gol no fim salva Corinthians de derrota na Venezuela

Gol no fim salva Corinthians de derrota na Venezuela

O gol corintiano foi anotado por Ralf, nos acréscimos do segundo tempo, aos 49min.

Já o tento dos donos da casa foi marcado primeiro tempo, por Sergio Herrera, em um lance confuso que envolveu Chicão e Júlio César. O goleiro corintiano se precipitou ao sair para tentar tirar a bola, que acabou batendo no jogador do time venezuelano e entrou na meta alvinegra.

Com o resultado, a liderança do Grupo 6 fica com o mexicano Cruz Azul, que bateu o Nacional-PAR por 2 a 1 na estreia. Depotivo Táchira e COrinthians somam um ponto cada.

O próximo compromisso corintiano na Libertadores ocorrerá apenas no dia 7 de março, contra o Nacional-PAR, no Pacaembu. Já o Deportivo Táchira volta campo no próximo dia 22, contra o Cruz Azul-MEX, fora de casa.

O JOGO

O Corinthians começou o jogo dominando o Deportivo Táchira, que marcava sob pressão, mas acaba envolvido pelo toque de bola corintiano. Apesar do domínio, o time de Tite errava na finalização das jogadas, principalmente com o seu jogador mais acionado, o atacante Emerson.

O castigo veio aos 21min, quando o time venezuelano cobrou um lateral do lado esquerdo da defesa corintiana. A bola foi desviada de cabeça na área, Chicão e Júlio César se confundiram na hora de afastar o perigo e a bola bateu em Sergio Herrera antes de entrar no gol.

Após o tento venezuelano, o time de Parque São Jorge criou duas oportunidades seguidas de gol. Na primeira, Jorge Henrique cobrou falta na área e Danilo cabeceou a bola na trave. Na segunda chance, Paulinho, de cabeça, deixou Alessandro livre na área. O lateral rolou para trás e Emerson chutou de primeira para boa defesa de Roberts Rivas.

Após os dois lances, porém, o Corinthians começou a mostrar o que representa a palavra 'obsessão' no seu dicionário. O time de Tite passou a errar muitos passes e deixou o Deportivo Táchira controlar a partida até o fim do primeiro tempo.

No início do segundo tempo, o Corinthians adiantou seu time e tentou pressionar os donos da casa. Com isso, criou logo aos 3min uma chance com Fábio Santos, que de fora da área disparou tiro perigoso pela linha de fundo.

Aos 12min, quando o time corintiano já tinha mais posse de bola e domínio do jogo, Tite fez duas alterações. Tirou Liedson e Emerson para as entradas de Elton e Alex. Com isso, Jorge Henrique foi deslocado para o ataque.

Após as alterações, porém, o primeiro grande lance foi criado pelo Deportivo Táchira, que teve um gol anulado. O assistente assinalou impedimento na jogada, que foi muito polêmica.

A partir do lance questionado pelos venezuelanos, a partida ficou tensa e o árbitro do jogo chegou acionar o policiamento por conta de objetos atirados no gramado. Com o clima quente, Leandro Castán tabelou com Paulinho, saiu na cara do gol, mas chutou em cima do goleiro Roberts Rivas.

Após ver o seu zagueiro criar um dos lances mais perigosos do segundo tempo, o time de Tite começou a mostrar muito nervosismo em campo e pressionava com afobação, situação semelhante à vivida em Ibagué, na Colômbia, onde o time paulista foi eliminado para o Tolima, na primeira fase da Libertadores do ano passado.

Sem criatividade, o Corinthians parecia que sucumbiria em San Cristóbal, mas nos acréscimos Alex cobrou uma falta na área e Ralf subiu mais do que a zaga venezuelana para empatar a partida e salvar o Corinthians da derrota na sua estreia internacional de 2012.

Gol no fim salva Corinthians de derrota na Venezuela

Fonte: Folha.com

Enviado por: Genilson de Guarulhos

Veja Mais:

  • Elenco do Timão teve dia descontraído no CT Joaquim Grava

    Carille libera rachão, e Corinthians tem treino com show de descontração antes de final estadual

    ver detalhes
  • Tour da Arena Corinthians terá início na segunda semana de maio

    Corinthians anuncia início do tour da Arena; veja preços e como comprar ingressos

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille vem se tornando conhecido pela postura defensiva

    Técnico do Corinthians cita até Atlético de Madrid para defender filosofia de trabalho

    ver detalhes
  • Pablo é titular absoluto do Corinthians finalista do Paulistão

    Rival faz consulta por Pablo e acompanha situação do zagueiro no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes