Corinthians não teme assédio por Paulinho e se vê no mesmo patamar do Chelsea

Corinthians não teme assédio por Paulinho e se vê no mesmo patamar do Chelsea

O suposto interesse do Chelsea pelo volante Paulinho, como foi noticiado na mídia inglesa, não causa grande temor no Corinthians. A diretoria entende que o aumento dado ao jogador recentemente coloca o clube alvinegro no mesmo patamar do rival inglês.
Repleto de desfalques, Tite poupa atletas e dá chance para reservas
Leia mais sobre o Corinthians

A informação é da coluna Painel FC, assinada por Bernardo Itri, desta quarta-feira. Leia a íntegra do texto aqui.

O Corinthians paga a Paulinho cerca de R$ 300 mil livres e ampliou recentemente o contrato com o volante até 31 de julho de 2015.

Antes do aumento, Paulinho tinha uma oferta da Inter de Milão, que oferecia salário igual ao de hoje. O Chelsea paga a Oscar, por exemplo, cerca de R$ 330 mil, sem impostos.

O técnico Tite se irritou na segunda-feira ao ser questionado sobre o interesse do Chelsea por Paulinho. "Querer todo mundo quer. Tem o Corinthians antes, a entidade Corinthians. Vá falar com o Corinthians antes, querer todo mundo quer", respondeu.

No início de outubro, o Corinthians também adquiriu os 50% dos direitos econômicos do volante por cerca de R$ 13 milhões junto ao BMG. O Audax (que é do Grupo Pão de Açúcar) é dono da outra metade.

Com isso, o time do Parque São Jorge passou a ter os direitos federativos do jogador, o que lhe dá poder para aceitar ou recusar ofertas que chegarem.

Paulinho tem sido convocado por Mano Menezes com frequência nas últimas oportunidades. Já disputou sete jogos pela seleção e marcou dois gols.

Corinthians e Chelsea vão disputar o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão, e podem se encontrar na final ou na decisão de terceiro lugar (se forem eliminados na semifinal). O clube europeu é o atual campeão da Copa dos Campeões.

Fonte: Jornal De Floripa

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes