Homem das finanças do Corinthians em 2017 explica balanço negativo de R$ 35 milhões

Homem das finanças do Corinthians em 2017 explica balanço negativo de R$ 35 milhões

Por Meu Timão

3.8 mil visualizações 58 comentários Comunicar erro

Piovesan (à esq.) foi o diretor financeiro do Corinthians nos últimos três anos

Piovesan (à esq.) foi o diretor financeiro do Corinthians nos últimos três anos

Foto: Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Diretor financeiro do Corinthians de fevereiro de 2015 a dezembro de 2017, Emerson Piovesan tentou explicar os motivos que levaram o clube a fechar em R$ 35 milhões negativos no ano passado, conforme antecipado pelo Meu Timão nesta quinta-feira. Em entrevista à ESPN Brasil, o ex-dirigente alvinegro admitiu que o déficit milionário possui relação com a dívida do Timão pela construção da Arena Corinthians, já na casa de R$ 1,7 bilhão.

Piovesan lembrou que o Corinthians precisou tirar dinheiro do clube e repassá-lo ao fundo imobiliário que administra a Arena – algo próximo de R$ 50 milhões, segundo o atual diretor financeiro corinthiano, Wesley Melo. O investimento, de acordo com Emerson, foi necessário para o estádio manter em dia não só as parcelas do financiamento da Caixa Econômica Federal (R$ 5 milhões) como as contas (manutenção, funcionários, taxas, entre outras despesas).

“A Arena, não é que seja vilã, nós estamos dentro de um processo de reformulação de receitas da Arena, há necessidade de gerar mais receitas de tal forma que possam ser pagos todos os encargos e despesas que a Arena gere. Enquanto isso, logicamente tem um custo adicional que o clube está arcando para manter a Arena totalmente em ordem, com manutenção, segurança, toda necessidade que ela tem”, explicou Emerson Piovesan, ex-braço direito de Roberto de Andrade, último presidente do Corinthians.

“Só de bilheteria nem sempre é possível se obter esses valores, em alguns momentos teve de se recorrer a ajustes no clube para compor essa necessidade de pagamentos da Arena”, discorreu.

Para Piovesan, a atual saúde financeira do Corinthians está diretamente relacionada ao repasse de dinheiro à Arena feito em 2016 e 2017 (R$ 25 milhões por temporada).

“Se o Corinthians não tivesse esse empenho – e tem de ter, nós temos um patrimônio hoje que é a Arena, temos que pagar... Se não tivesse esse encargo, os números seriam muito favoráveis ao clube. Acredito muito que, quando o clube liquidar esse passivo da Arena, será muito beneficiado”, opinou Emerson, já prevendo alívio nas contas do clube no futuro.

Leia também: Diretor financeiro do Corinthians analisa detalhes do balanço de 2017; leia a entrevista

Emerson também indicou outro eventual caminho para que o departamento de futebol do Corinthians feche no “azul” em 2018: tornar independente a administração do clube social, cujo déficit foi de cerca de R$ 31 milhões em 2017.

“Se for falar como financeiro, realmente seria o ideal você ter uma separação entre o que é social contra o que é futebol profissional. Porém, existem coisas importantíssimas que o clube obrigado a manter, os esportes amadores. Esse custo é subsidiado pelo futebol profissional, inclui as atividades como futebol de salão, natação, basquete... São esportes olímpicos bancados pelo subsídio do futebol profissional”, exemplificou.

A gente não teria como bancar esses outros esportes porque não são autossustentáveis. Evidentemente que o futebol isolado seria muito mais competitivo nesse aspecto financeiro”, concluiu.

Recentemente, o Meu Timão entrevistou o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, que tem como principal missão alavancar as receitas alvinegras a fim de viabilizar o pagamento da Arena no prazo combinado (12 anos). Confira abaixo os planos do economista:

Veja o Saudações Corinthianas com Rosenberg na íntegra

Veja mais em: Arena Corinthians, Roberto de Andrade, Diretoria do Corinthians, Parque São Jorge, Luis Paulo Rosenberg e Presidentes.

Veja Mais:

  • Douglas já realizou exames médicos no Corinthians

    Douglas realiza exames no Corinthians e é aguardado no CT nesta terça-feira

    ver detalhes
  • Júnior Dutra deve assinar com o Fluminense até dezembro deste ano

    Corinthians libera Júnior Dutra para assinar com o Fluminense

    ver detalhes
  • Ralf entrou no segundo tempo do amistoso contra o Grêmio, na Arena Corinthians

    Com lesão leve, Ralf desfalca Corinthians por três jogos; postura do volante é elogiada

    ver detalhes
  • Mantuan teve lesão confirmada e é baixa no Corinthians

    Mantuan tem lesão muscular confirmada e se torna desfalque no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes