Maioria avassaladora da torcida do Corinthians apoia árbitro de vídeo; condição é imposta

Maioria avassaladora da torcida do Corinthians apoia árbitro de vídeo; condição é imposta

Por Meu Timão

3.2 mil visualizações 59 comentários Comunicar erro

Árbitro Marcelo Aparecido de Souza foi pivô de polêmica na final do Paulistão

Árbitro Marcelo Aparecido de Souza foi pivô de polêmica na final do Paulistão

Foto: Reprodução/TV

A torcida do Corinthians se posicionou de forma avassaladora a respeito da possibilidade de o futebol brasileiro (mais especificamente, claro, nos jogos do Timão) adotar sistema de vídeo-arbitragem. O resultado de uma enquete proposta pelo Meu Timão e com participação de quase 1,5 mil internautas foi de 91,9% de aprovação à adoção do chamado VAR.

VAR é a sigla em inglês para video assistant referee (árbitro-assistente de vídeo). A tecnologia proposta pela Fifa e já adotada em campeonatos mundo afora ainda está sendo discutida pela Confederação Brasileira de Futebol. A confusão na final do Campeonato Paulista e erros de arbitragem já nas primeiras rodadas do Brasileirão reacenderam o debate.

Leia também: Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

Por ora, não há estratégia muito bem definida para viabilizar o VAR no Brasil tampouco uma decisão final sobre a adoção ou não do sistema. O que se sabe é que seria necessário implementar salas de vídeo nos estádios, onde os tais árbitros de vídeo conseguiriam checar lances duvidosos relacionados a gols, pênaltis, cartões vermelhos e identidade de jogadores.

Por meio dos comentários da enquete, vale ressaltar, os corinthianos deixaram claro que, apesar de favoráveis à adoção do VAR, há algumas condições a serem preenchidas. A principal delas é de que os clubes (principalmente o Timão, claro) não precisem custear o sistema - essa, afinal de contas, seria uma obrigação da CBF.

"Sou a favor do árbitro de vídeo, desde que a CBF custeie tudo. Os clubes não podem pagar pela organização do campeonato, essa instituição corrupta já lucra muito", escreveu o torcedor João Henrique Azevedo (@joao.henrique.azeved).

"Nos moldes proposto hoje, sou contra. Sou a favor desde que não sejam os clubes que paguem. A CBF deve pagar. Outro ponto: a empresa (responsável pelo VAR) não pode ter qualquer relação com a emissora dona dos direitos de televisão. Sabemos que existe interesses em comum entre de patrocinadores de clubes, TV Globo e CBF", ainda ponderou o internauta Ricardo Msch (@ricardo.msch), antes de completar:

"Outro ponto importante: a empresa geradora do VAR deve ser independente e passar por auditorias independentes contratadas pelos clubes."

Resultado da enquete

Você é a favor do sistema de vídeo-arbitragem VAR no futebol brasileiro e, claro, nos jogos do Corinthians?

Sim - 91,9%
Não - 8,1%

Veja mais em: Torcida do Corinthians, Erros de arbitragem, Arbitragem e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Jair conta com Romero para surpreender Cruzeiro fora de casa; time viaja à noite

    Jair preserva titulares, e Corinthians não tem treino tático antes de pegar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Livre de incômodo, Douglas deve ser novidade no time titular do Corinthians

    Com retorno de volante, Corinthians relaciona 22 para viagem a Belo Horizonte

    ver detalhes
  • Andrés (à dir.) ao lado do diretor de futebol Duílio Monteiro

    Presidente do Corinthians viaja à Europa em busca de contratações

    ver detalhes
  • Corinthians passou a levar mais torcedores na Arena após diminuição dos valores

    Corinthians diminui valor de ingresso e vê médias de público e renda aumentarem no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes