Uma novidade, muitas esquisitices: Corinthians goleia na Arena pela abertura do Brasileirão

Uma novidade, muitas esquisitices: Corinthians goleia na Arena pela abertura do Brasileirão

59 mil visualizações 93 comentários Comunicar erro

Você talvez não saiba, mas a bola rolou na noite desta quarta na Arena Corinthians

Você talvez não saiba, mas a bola rolou na noite desta quarta na Arena Corinthians

Foto: Alan Morici/Ag. Corinthians/Recorte Meu Timão

O Corinthians fez bonito nesta quarta-feira, na Arena, em Itaquera, e venceu o São Francisco por 4 a 1 pelo jogo de estreia na atual edição do Campeonato Brasileiro. A atmosfera em Itaquera, no entanto, estava diferente. A reportagem do Meu Timão marcou presença e conta algumas das esquisitices registradas neste início de noite - mais abaixo, os detalhes do jogo.

Pacata Itaquera

Costumeiramente tomados por torcedores horas e mais horas antes de a bola rolar em dias de jogos, os arredores da Arena Corinthians estavam bastante pacatos nos minutos que antecederam o início da partida desta quarta-feira. A tímida presença da Fiel (3.895 pagantes com renda bruta de R$ 39 mil) se juntou ao baixo número de policiais militares, vendedores ambulantes e até mesmo funcionários do estádio.

Caminhos da Arena

Entradas, andares, corredores e salas da Arena Corinthians apresentaram diversas peculiaridades nesta quarta-feira. Espaços usualmente vetados à imprensa escrita (categoria na qual a reportagem do Meu Timão se enquadra) foram acessados sem muita restrição antes de a bola rolar: cabines de transmissão dos canais de televisão e túnel que liga os vestiários ao gramado, por exemplo.

Cadê a imprensa?

Cabines frequentemente tomadas por jornalistas, que muitas vezes precisam até mesmo se espremer para que todos caibam com seus notebooks nos balcões, desta vez estiveram às moscas. Apenas dois veículos de imprensa escrita (Meu Timão um deles) e uma rádio dividiram uma das salas destinadas aos jornalistas durante a vitória do Corinthians.

Cabine de imprensa da Arena Corinthians às moscas

Cabine de imprensa da Arena Corinthians às moscas

Lucas Faraldo / Meu Timão

Fiel atrasada

É bem verdade que o horário da partida não ajudou - início marcado para as 17h30 num estádio localizado na congestionada zona leste paulistana. Mas talvez nunca antes na história da Arena Corinthians tantos torcedores deixaram para assumir seus lugares somente nos minutos finais do jogo. E isso se deu porque muita gente se deslocou às arquibancadas para assistir na verdade ao jogo das 19h30, entre Corinthians e Vitória, pela Copa do Brasil, com transmissão prevista para os telões.

De toda forma, os bilhetes para entrar na Arena (seja para assistir ao jogo do gramado ou ao dos telões) estavam sendo vendidos por R$ 10 (setor Norte) e R$ 20 (sertor Oeste Inferior).

Mas afinal... Por quê?

Uma outra peculiaridade (essa longe de ser esquisitice) a respeito do jogo desta quarta-feira foi mantida em sigilo até este ponto do texto: a goleada do Corinthians sobre o São Francisco foi aplicada pela equipe feminina do Timão em duelo válido pelo Brasileirão Feminino.

Esta foi a primeira vez que as meninas do Corinthians, na ativa desde o início de 2016, disputaram uma partida na Arena. E é inegável (e parte da luta pela igualdade de gênero no esporte) o fato de essa peculiaridade ser a explicação para as esquisitices listadas acima.

Meninas corinthianas entraram em campo com faixa pelo fim do machismo

Corinthianas entraram em campo com faixa pelo fim do machismo

Lucas Faraldo / Meu Timão

Cabe aqui destacar que as jogadoras do Corinthians entraram em campo com uma faixa pedindo o fim da discriminação de gênero no futebol. O site www.caleopreconceito.com.br, divulgado pela mulherada, faz alusão à campanha de marketing do clube de buscar empresas interessadas em patrocinar a equipe e ajudar assim no combate ao machismo.

Leia também: Grazi faz quatro, Corinthians goleia Juventus e segue 100% no Paulista Feminino

Com a bola rolando, a equipe do Corinthians, escalada pelo técnico Arthur Elias, construiu a goleada principalmente nos 45 minutos iniciais, com vitória parcial de 3 a 1 e gols de Grazi, Adriana e Milene - Jaja diminuiu para o São Francisco. No segundo tempo, o Timão sacramentou o triunfo com tento de Cacau.

Corinthianas agradeceram apoio da Fiel

Corinthianas agradeceram apoio da Fiel

Lucas Faraldo / Meu Timão

Ao término da partida, os quase 4 mil torcedores que marcaram presença nas arquibancadas fizeram bonita festa para parabenizar a mulherada do Corinthians, com aplausos e cânticos. Que aconteçam mais muitas partidas das meninas alvinegras em Itaquera, acabando de uma vez por todas com a tal peculiaridade (e quem sabe com as esquisitices também).

Escalação do Corinthians: Tainá, Paulinha, Gislaine, Pardal e Yasmim; Katiuscia, Maglia, Grazi e Cacau; Milene e Adriana.

Veja mais em: Futebol feminino, Arena Corinthians e Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Timão viu Internacional ser superior e vencer com gol aos 46 minutos do segundo tempo

    Corinthians perde colocações no Brasileirão após revés para Internacional; veja tabela

    ver detalhes
  • Zaga de Loss bateu cabeça no Sul e perdeu a segunda seguida

    Defesa falha, Corinthians cede virada ao Internacional e perde a segunda com Loss

    ver detalhes
  • Em tarde ruim, Timão decepcionou no Sul e levou virada por 2 a 1

    Torcida do Corinthians elege 'vilões' de derrota para Internacional; Vital se salva

    ver detalhes
  • Mantuan chorou bastante após o término do jogo

    Nas redes sociais, colegas e Loss dão força a Mantuan; irmão manda recado emotivo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes