Treinador revela turbilhão de sentimentos, mas pondera: 'Emoção demais não ajuda'

Treinador revela turbilhão de sentimentos, mas pondera: 'Emoção demais não ajuda'

4.4 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

Osmar Loss foi apresentado na tarde desta quarta-feira no CT

Osmar Loss foi apresentado na tarde desta quarta-feira no CT

Foto: Rodrigo Vessoni / Meu Timão

Osmar Loss assume como treinador do Corinthians com apenas 42 anos, uma passagem rápida no banco de reservas do Internacional (2011) e um bom trabalho nas categorias de base do Timão. Mesmo diante de um currículo que não é dos mais poderosos, o profissional garantiu que está pronto para o desafio.

"Com certeza estou muito mais preparado e maduro. A situação do Internacional, quando assumi interinamente após a saída do Falcão, tivemos bons resultados na Copa Audi e o presidente na época chegou a conversar comigo e eu falei que me sentia capaz. Era um ano de política no Inter, optaram por colocar o Dorival Júnior. Nesse momento, estou melhor preparado para desempenhar essa função", avisou.

Leia também:
Andrés banca Loss como novo treinador; comissão será reavaliada na Copa
Com 15 títulos pelo Corinthians, Mauro da Silva viajará com Carille: 'Sei que contribuí'
Loss relaciona 18 jogadores para Corinthians x Millonarios; veja lista

Na entrevista coletiva de apresentação no CT Joaquim Grava, Osmar Loss falou sobre o turbilhão de sentimentos que tomou conta desde que surgiu a possibilidade de Carille acertar com o futebol da Arábia Saudita. O treinador, porém, ponderou que emoção demais não ajuda.

"É claro que todo mundo tem sua emoção e eu tento controlar as minhas. Acho que no futebol emoção de mais não ajuda tanto. Fiquei feliz pela oportunidade que o Corinthians está me proporcionando, fiquei ansioso para que logo chegue o jogo. É a realização de um profissional que iniciou com as escolinhas e chegou ao Corinthians. Vejo como evoluir daqui para frente", avisou.

Por fim, Loss comentou sobre a grande aceitação do seu nome nas redes sociais. O novo comandante do Timão acredita que a boa imagem está relacionada à passagem pela equipe sub-20, que brilhou na Copa São Paulo de futebol júnior.

"Eu acredito que é pelo fato do que eu consegui com o Corinthians na base de resultados. Tenho Twitter que nem estou acompanhando direito. Fico feliz pelo apoio, mas tenho que responder com o trabalho e dedicação ao clube para que esse apoio se traduza em continuidade", finalizou.

Veja mais em: Osmar Loss.

Veja Mais:

  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Corinthians e São José se enfrentam na noite desta quarta-feira

    Fora de casa? Sem problema! Final da Liga Ouro tem transmissão na TV nesta quarta-feira

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes