Andrés banca Loss como novo treinador do Corinthians; comissão será reavaliada na Copa

Andrés banca Loss como novo treinador do Corinthians; comissão será reavaliada na Copa

37 mil visualizações 193 comentários Comunicar erro

Osmar Loss e Andrés Sanchez em coletiva no CT Joaquim Grava

Osmar Loss e Andrés Sanchez em coletiva no CT Joaquim Grava

Foto: Rodrigo Vessoni / Meu Timão

Osmar Loss é o novo treinador do Corinthians e o clube não tem qualquer interesse em contratar um outro profissional mais experiente. Pelo menos, é isso que garantiu o presidente Andrés Sanchez na tarde desta quarta-feira, durante a apresentação do substituto de Fábio Carille.

"Até a Copa ele é o treinador. Quando tiver a parada, vamos sentar e ver a estrutura para a gente montar toda a equipe. Não é uma aposta. O Carille não foi e o Loss não é. Conhecemos ele. Os resultados não dependem só do treinador, é toda uma estrutura. Todos estão comprometidos, e a diretoria está apostando nisso", afirmou o mandatário.

O presidente corinthiano foi questionado outras vezes sobre o mesmo assunto, principalmente pelo início da primeira fase que afirmava "até a Copa do Mundo". Um tanto quanto irritado, Andrés Sanchez voltou a bancar o novo comandante.

Leia também:
Andrés revela valor da multa contratual de Carille, ironiza e por fim agradece ex-treinador
Osmar Loss indica primeira escalação como técnico do Corinthians para pegar Millonarios

"Ele é treinador até a Copa, depois vamos sentar e ver tudo. Não venham especular treinador porque o Corinthians não está atrás de nenhum. Quis dizer que vamos. Vou repetir: o Loss é o treinador do Corinthians. A parada é para sentarmos e ser negociado tudo de futebol. Quando parar na Copa, vamos remontar a comissão, refazer o contrato dele, discutir o que vai fazer no futebol", avisou.

Essa ponderação de Andrés sobre a análise na parada da Copa do Mundo está relacionada mais aos outros profissionais que substituirão os três que serão levados com Carille para a Arábia Saudita. No caso, Walmir Cruz (preparador físico), Mauro da Silva (observador técnico) e Leandro Silva (auxiliar).

De acordo com Andrés, essa preocupação com a ressalva sobre o nome de Osmar Loss não é novidade no Corinthians. O presidente alvinegro lembrou que outros treinadores vieram e causaram a mesma desconfiança de jornalistas e torcedores.

"Não é técnico do presidente, ele é do Corinthians. Desde 2008 nosso projeto era integrar a base ao profissional o mais rapidamente possível. Já tínhamos essa ideia há muito tempo, como foi com o Carille, como no futuro pode ser com o Fabinho. Se não tivesse alguém para repor, iríamos estar desesperados atrás de treinador. Se já tiver alguém preparado, o Corinthians sofre menos", afirmou.

"Quando trouxemos o Mano, quase todo mundo concordou. Quando trouxemos o Tite, metade questionou. Quando perdeu para o Corinthians, virou um caos. Vocês me conhecem, o Loss é o treinador. É trabalho, é uma sequência. O Loss é o treinador do Corinthians e eu não vou tirá-lo. Vocês me conhecem", completou.

A estreia de Osmar Loss será nesta quinta-feira, contra o Millonarios-COL, pela Copa Libertadores.

Veja mais em: Osmar Loss e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Loss reúne grupo de jogadores para conversa antes de treinamento tático

    Loss volta a apostar em esquema sem centroavante e define Corinthians que pega Fluminense

    ver detalhes
  • Recuperado de pancada, Douglas embarca com o Timão para a capital carioca

    Com três retornos, Corinthians relaciona 22 jogadores para duelo com Fluminense

    ver detalhes
  • Arena Corinthians abrigou abertura da Copa do Mundo em 2014

    Corinthians pede e Arena está fora da Copa América 2019

    ver detalhes
  • Bruno Savignani comanda equipe de basquete masculino do Corinthians

    Corinthians conhece tabela do primeiro turno do NBB

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes