CBF 'investe pesado' e espera Fifa por VAR nas quartas da Copa do Brasil; Alessandro opina

CBF 'investe pesado' e espera Fifa por VAR nas quartas da Copa do Brasil; Alessandro opina

Por Meu Timão

6.3 mil visualizações 51 comentários Comunicar erro

Timão encara Chape na próxima fase da Copa do Brasil; datas serão divulgadas em breve

Timão encara Chape na próxima fase da Copa do Brasil; datas serão divulgadas em breve

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Corinthians e Chapecoense se enfrentarão pelas quartas de final da Copa do Brasil. Muito provavelmente, ambos os confrontos, na Arena Corinthians e na Arena Condá, irão dispor da tecnologia para auxiliar a arbitragem. É o que adiantou Sérgio Correa, presidente da Comissão Nacional de Arbitragem (CNA), após o sorteio dos duelos, realizado nesta manhã de quarta-feira, no Rio de Janeiro.

Leia também:
Corinthians conhece adversário das quartas na Copa do Brasil; clássico paulista só em final

Segundo Correa, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) quer e tem investido para que todas as oito partidas da próxima fase do torneio tenham VAR (sigla em inglês de video assistant referee ou árbitro assistente de vídeo). A entidade aguardará pelo aval da Fifa para então dar início ao próximo passo: determinar os árbitros já treinados que participarão dos embates.

“A Fifa está sendo rigorosa com todos países em relação à implantação do projeto. Se faltar um detalhe, não é autorizado. Tudo será feito e enviado para a Fifa, eles vão analisar e dar o 'ok'. Se faltar uma das fases, não será autorizado. É um processo muito rigoroso. A CBF está investindo pesado, mas o protocolo é rigoroso”, disse Sérgio Correa em declaração reproduzida pelo site GloboEsporte.com.

Entenda como deve funcionar o árbitro de vídeo

“Em junho agora, durante a Copa, estaremos treinando os árbitros, assistentes e os instrutores, que ainda não temos no Brasil, à exceção do Manoel Serapião e do Alicio Pena Júnior”, acrescentou o homem-forte da arbitragem da CBF.

No início de 2018, o Corinthians, ao lado de outros onze clubes da Série A, vetou a implantação do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro. Andrés Sanchez, então recém-eleito à presidência do Timão, justificou que o orçamento de R$ 20 milhões para que todas as 380 partidas da competição dispusessem da tecnologia não foi o principal obstáculo, mas sim a falta de padrão apresentada pela CBF.

Alessandro aprova!

Presente no evento, o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes, valorizou a tentativa da entidade: “Eu acho importante. A oportunidade é muito boa, é uma fase decisiva, fica sempre desconfortável um erro gerar a classificação de qualquer uma das equipes. É importante que a gente se esforce para aprimorar, evoluir e diminuir os erros”, completou.

O VAR já foi testado na fase final da Copa Libertadores da América de 2017 e será utilizado na Copa do Mundo da Rússia.

Veja mais em: Copa do Brasil, Andrés Sanchez, Campeonato Brasileiro, Erros de arbitragem e Arbitragem.

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes