Júnior relembra passagem relâmpago e explica o que deu errado como técnico do Corinthians

Júnior relembra passagem relâmpago e explica o que deu errado como técnico do Corinthians

Por Meu Timão

6.8 mil visualizações 96 comentários Comunicar erro

Júnior foi técnico do Corinthians em duas partidas

Júnior foi técnico do Corinthians em duas partidas

Foto: Reprodução

O ano de 2003 não é de grandes lembranças para o Corinthians. Com eliminação precoce na Libertadores e resultados pouco convincentes no Brasileirão, a equipe alvinegra buscou uma solução surpreendente no meio da temporada: trouxe o ex-jogador Júnior para assumir o cargo de técnico.

Com duas passagens no comando do Flamengo, o treinador acabou batendo um recorde negativo: ficou apenas dez dias no cargo. E o motivo não foi o rendimento dentro de campo, mas sim o que ele encontrou fora das quatro linhas.

"Na ida para o Corinthians, me contaram uma história, Roque Citadini e Andrés Sanchez, que ia ter investimento e tudo mais. Infelizmente, não tinha nada disso. Eu acreditei. Com a dimensão do Corinthians, com investimento, a coisa ia acontecer... Mas eu consegui ler rapidinho o panorama, não era nada daquilo", relembrou, em entrevista ao UOL Esporte.

O pé atrás do comandante com o momento do Corinthians na reta final de 2003 se comprovou na temporada seguinte. Com início de ano abaixo do esperado, o Timão quase acabou sendo rebaixado no Campeonato Paulista.

"Só não caiu porque o Grafite fez o gol. Como muitos estavam querendo estar ali no meu lugar, muita gente falou demais, sem saber o que estava acontecendo. Depois foram obrigados a voltar atrás, 'pô, o Júnior lá atrás tinha falado'. Faz parte", pontuou o agora comentarista.

Em sua passagem relâmpago, Júnior comandou o Corinthians em dois jogos: derrotas por 3 a 0 para São Caetano, em casa, e São Paulo, fora.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

    Jadson se torna artilheiro da era Jair Ventura; meia participou de 12 dos últimos 20 gols do Timão

    ver detalhes
  • Roger entrou aos 13 minutos do segundo tempo e conseguiu fazer um dos gols do Timão em Salvador

    Roger é o atacante do Corinthians que precisa de menos tempo em campo para fazer um gol

    ver detalhes
  • Duelo ganhou ares dramáticos com prorrogação, mas terminou em alívio e comemoração dos corinthianos

    Em jogo dramático, pivô faz três, Corinthians segura empate na prorrogação e vai às quartas da LNF

    ver detalhes
  • Roger marcou o gol da virada do Corinthians, que ainda levou empate do Vitória nos acréscimos

    Veja sobe e desce do Corinthians na classificação ao término da 30ª rodada do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes