Defensor da Roma e corinthiano Fagner vivem expectativa de 'bíblica' batalha na Copa da Rússia

Defensor da Roma e corinthiano Fagner vivem expectativa de 'bíblica' batalha na Copa da Rússia

40 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

Fagner e Kolarov se enfrentam nesta quarta pela Copa do Mundo

Fagner e Kolarov se enfrentam nesta quarta pela Copa do Mundo

Foto: Montagem: Meu Timão

Após boa atuação na sua estreia em Copas do Mundo, na vitória do Brasil sobre a Costa Rica, na última sexta-feira, o lateral-direito Fagner já vive expectativa por sua segunda partida em Mundiais, nesta quarta-feira, contra a Sérvia. E o jogo entre brasileiros e sérvios reserva uma batalha à parte entre o jogador corinthiano e o defensor Aleksandar Kolarov.

Leia também:
Fagner revela conversa especial com Tite antes de estreia em Copas do Mundo
Ausência de Danilo é confirmada, e Fagner deve seguir com titularidade da Seleção
Fagner ou Danilo? Corinthiano leva vantagem nas estatísticas defensivas e ofensivas

Fagner e Kolarov se enfrentam no melhor estilo David versus Golias. Assim como na passagem bíblica, o confronto de laterais brasileiro e sérvio se destaca logo de cara pela diferença de tamanho entre os algozes: o corinthiano de 1,68 m tem pela frente um gigante de 1,87 m formado nas escolas de futebol italiana e inglesa.

Kolarov é lateral-esquerdo (pode atuar também como zagueiro) e tem como principal característica as perigosas subidas ao ataque - foi inclusive o autor do gol de sua seleção na vitória de 1 a 0 sobre a Costa Rica (em cobrança de falta, é verdade). Com passagem de oito anos pelo Manchester City e atualmente defendendo a Roma, o sérvio de 32 anos de idade deve encontrar em Fagner seu principal adversário no embate desta quarta contra o Brasil.

Em entrevista coletiva concedida no último domingo, cabe destacar, Fagner minimizou a perspectiva de ser bastante exigido por Kolarov. O lateral corinthiano ainda declarou que o meia-atacante William também pode ajudar na marcação "a depender das circunstâncias".

"Vai depender muito da situação de jogo. No futebol moderno, não necessariamente vou marcar o Kolarov. Nosso jogador de beirada pode estar nele várias vezes. Depende das circunstâncias. Não tem essa de precisar se defensivo", argumentou.

"Temos que ver como o jogo vai se desenvolver e em cima disso vamos tentar criar chances de gol", acrescentou, sinalizando que não pretende se limitar ofensivamente.

O técnico Tite confirmou nesta terça-feira que repetirá a escalação do último jogo, portanto Fagner está confirmado entre os titulares. Brasil e Sérvia se enfrentam às 15h (horário de Brasília) desta quarta-feira, no Estádio Spartak, em Moscou. Quem vencer avança às oitavas de final do Mundial. A Seleção Brasileira joga pelo empate. A Suíça é a outra equipe do grupo que ainda está viva.

Veja mais em: Fagner e Corinthianos na Seleção.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes