Romero vê 'DNA do Corinthians' intacto em meio a saídas e volta a negar posição de ídolo

Romero vê 'DNA do Corinthians' intacto em meio a saídas e volta a negar posição de ídolo

Por Meu Timão

2.7 mil visualizações 54 comentários Comunicar erro

Romero está no Corinthians desde 2014, quando acertou transferência do Cerro Porteño

Romero está no Corinthians desde 2014, quando acertou transferência do Cerro Porteño

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Ángel Romero sabe bem como defender o Corinthians em campo. Não à toa, já é o estrangeiro com mais jogos (195) e títulos (quatro) pelo clube, além de artilheiro da Arena Corinthians, com 26 gols. Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, o atacante de 26 anos falou sobre o peso de representar milhões de torcedores como atleta e a tarefa de ser exemplo também para os recém-chegados ao elenco.

“Jogando aqui no Corinthians já tem uma responsabilidade muito grande, sendo o cara ou não. Por estar muito tempo aqui no clube (desde 2014), a responsabilidade é maior. A gente tem conhecimento do clube, sabe lidar quando o resultado não está vindo. Já conheço, assim como Cássio, Ralf, Emerson e Danilo, jogadores que estão até há mais tempo aqui”, afirmou Romero no bate-papo com os jornalistas no CT Joaquim Grava.

De acordo com Ángel, atuar pelo Corinthians em nada se compara a jogar por qualquer outra equipe. Muito em razão da pressão à qual jogadores e comissão técnica são submetidos diariamente, jogo após jogo. E apesar do vaivém de atletas, o “DNA” do clube segue intacto, como ele mesmo explica:

“Jogar aqui é muito diferente em todos os sentidos, pelo que eu escutei. Já me falaram que a pressão é diferente. E o elenco sempre vai mudar. Estou há quatro anos, e sempre muda alguma coisa, mas a gente sempre mantém o DNA do Corinthians, que é a humildade, trabalhar forte e brigar pelos títulos”.

Autor dos dois gols da vitória sobre o Cruzeiro da última quarta-feira, Romero voltou a negar a condição de ídolo. O camisa 11, porém, admitiu que possui papel importante dentro do CT Joaquim Grava e que se considera ao menos “importante”.

“Um jogador que sabe o que é jogar no Corinthians. Já falei bastante que não me considero ídolo, porque ídolo são os caras que ganharam títulos importantes. Me considero um jogador importante no elenco, por estar há muito tempo aqui. Sou um jogador que sempre deixou tudo pelo time, pelos companheiros. É minha característica de trabalhar quietinho, de acreditar no meu futebol. Acho que é essa a imagem que eu deixo”, discorreu.

Provavelmente com Romero, o Corinthians mede forças com o Vasco da Gama neste domingo, às 11h, no Mané Garrincha, pela 16ª rodada do Brasileiro. Veja aqui tudo o que rolou no treinamento desta sexta-feira!

Veja mais em: Romero, CT Joaquim Grava e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians segue invicto na atual edição da Copinha - e classificado às quartas de final

    Corinthians faz pinturas até de falta, goleia Visão Celeste e pega Grêmio nas quartas da Copinha

    ver detalhes
  • BMG e Crefisa: adversárias no mercado e agora também no futebol

    Provável novo patrocinador do Corinthians convoca Fiel para desafio contra Crefisa nas redes sociais

    ver detalhes
  • Mauro Boselli, ex-León do México, é o principal reforço do Corinthians para 2019

    Mauro Boselli será apresentado à torcida do Corinthians domingo na Arena

    ver detalhes
  • Patrick concedeu bonita entrevista ao término da partida contra o Corinthians

    Após levar oito gols do Corinthians, goleiro dá entrevista emocionante: 'Gratidão enorme'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes