Roger vê pênalti bem marcado contra Corinthians, mas questiona critérios da arbitragem

2.0 mil visualizações 30 comentários

Por Thaina Barros e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

Roger questionou critérios da arbitragem em pênalti sinalizado contra o Corinthians, neste sábado

Roger questionou critérios da arbitragem em pênalti sinalizado contra o Corinthians, neste sábado

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Na noite deste sábado, enquanto comemorava seu aniversário de 108 anos, o Corinthians amargou um empate de 1 a 1 diante do Atlético-MG, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de abrir o placar ainda no primeiro tempo, com Pedrinho, a equipe de Osmar Loss viu o rival igualar o marcador com um pênalti, momentos mais tarde.

A penalidade ocorreu por um toque de mão do volante Gabriel, que subia para um cabeceio na área. Titular no duelo, o corinthiano Roger concordou com a penalidade sinalizada pelo árbitro Wagner Nascimento Magalhães. Contudo, o critério da arbitragem sobre lances semelhantes foi questionado pelo centroavante.

"Acho que poderíamos ter ganho, o pênalti ali... Eu também daria. Mas, é engraçado que tem muitas ocasiões que não dão. Foi o que falei para o árbitro: 'Vocês (árbitros) são complicados, porque vai acontecer e vocês não vão dar'. Falei para ele: 'Eu aposto que daqui uma ou duas rodadas vai ter debate e vocês não deram um pênalti, que a mão desvia na bola'. Então, o que eu faço? Eu tiro a mão? Como eu salto para uma bola? Não, né. Enfim, acho que o empate justo para os dois lados", apontou Roger.

Leia também:
Vaiado na Arena Corinthians, Loss lembra série de desfalques e pede compreensão da torcida
Análise: No aniversário do clube, Corinthians empata contra o Atlético-MG em jogo pobre tecnicamente

Arbitragem à parte, outros dois pontos tiveram peso sobre o desempenho do Corinthians neste sábado: o desgaste físico e os desfalques.

O Timão não pode contar com seis nomes do seu elenco: o goleiro Cássio, o lateral Fagner, os zagueiros Pedro Henrique e Henrique, o volante Douglas e o meia Jadson. Além disso, os corinthianos tiveram apenas dois dias de descanso para o duelo deste sábado, depois de vencer o chileno Colo-Colo por 2 a 1 na Libertadores. O resultado, vale ressaltar, não impediu a eliminação nas quartas de final do torneio.

"Vai quarta a domingo, quarta a sábado, e você pega um time que descansou a semana inteira. É complicado, a gente queria ter ganhado, mas acho que foi um bom jogo. Não venceu, agora é pensar no Ceará", disse Roger. "Entregamos tudo na quarta (contra Colo-Colo), aí você acaba que três dias depois ter que enfrentar um Atlético-MG, faz diferença", completou.

Com o empate contra os mineiros, o Corinthians subiu uma posição na tabela do Brasileirão e dorme como sétimo colocado, tendo 30 pontos somados. A equipe volta a campo já na próxima quarta-feira, diante do Ceará, pela 23ª rodada do Nacional. E, segundo Roger, a esperança por uma arrancada na classificação segue viva.

"Esse é o foco. A gente sabe que falar de título é impossível, teríamos que ter uma arrancada considerável. Nada é impossível para o Corinthians, já fez isso no ano passado. A luta é por um G4, G5", finalizou.

Confira os melhores momentos do jogo do Corinthians neste sábado

Veja mais em: Roger, Arbitragem, Gabriel e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Jacinto Antônio Ribeiro, o "Jaça", conselheiro vitalício do clube, e pivô de conflito com Brazil nas últimas semanas; Márcio Bittencourt, ex-jogador e ex-treinador da base do clube

    Desentendimento na base do Corinthians separa Sub-23 das demais categorias; entenda

    ver detalhes
  • Sylvinho tem 16 jogos no comando do Corinthians, com mais derrotas (seis) do que vitórias (quatro), além de seis empates; saldo de gols também é negativo (12x16) e o aproveitamento é de 37,5%

    Pressão sobre Sylvinho aumenta no Corinthians; dois fatores jogam a favor do treinador

    ver detalhes
  • Renato Augusto fez primeiro treino com os companheiros de equipe nesta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta e Renato Augusto faz primeiro treino com elenco no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Entre 2016 e 2018, Léo Príncipe esteve presente em 24 partidas no profissional e marcou um gol

    Corinthians faz acordo na Justiça e quitará dívida com Léo Príncipe em 12 parcelas; veja os detalhes

    ver detalhes
  • Bloqueio é referente a valores não pagos à Federação das Associações de Atletas Profissionais

    Corinthians tem quase R$ 2 milhões bloqueados pela Justiça por dívida com programa social

    ver detalhes
  • Giuliano e Renato Augusto estiveram na Neo Química Arena e viram in loco a derrota para o Flamengo, por 3 a 1; dupla ainda não tem condições legal e física para entrar em campo

    Corinthians pode não ter Renato Augusto contra o Santos; Giuliano tem mais chances de atuar

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x