Comentarista diz que Jair ainda não sabe organizar setor de ataque; treinador admite preocupação

Comentarista diz que Jair ainda não sabe organizar setor de ataque; treinador admite preocupação

Por Meu Timão

3.9 mil visualizações 94 comentários Comunicar erro

Jair Ventura arrumou a defesa alvinegra, mas passa longe de agradar na parte ofensiva

Jair Ventura arrumou a defesa alvinegra, mas passa longe de agradar na parte ofensiva

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Mesmo com um time repleto de reservas, o Corinthians preocupou o torcedor que acompanhou a partida deste sábado, contra o Santos. Embora não tenha feito um jogo desastroso na derrota por 1 a 0, o time mostrou, novamente, grande dificuldade para criar oportunidades, chegando ao quarto jogo sem marcar.

Para o comentarista Maurício Noriega, que trabalhou na partida pelo Premiere, o desempenho alvinegro serviu para evidenciar ainda mais as deficiências do Timão no ataque. Sobrou para Jair Ventura.

"A impressão que me fica do Corinthians é que o Jair Ventura está pronto para treinar defesa de qualquer time grande do futebol brasileiro, mas ainda não sabe bem como armar o ataque. É o que falta para o Corinthians", pontuou o jornalista.

"O time se posiciona bem, a defesa tem boas coberturas, o meio-campo fecha e se aproxima da linha de defesa, mas quando tem a bola não sabe como atacar. Um problema que tem que tentar ser resolvido para quarta-feira, quando o Corinthians tem que vencer por pelo menos um gol de diferença", completou.

Leia também:
Corinthians passa de 380 minutos sem marcar gols; tem atacante em jejum desde março

O jovem treinador, que tem o Corinthians como seu terceiro clube na carreira, admitiu a dificuldade ofensiva do momento. Desde que chegou ao CT Joaquim Grava, cabe ressaltar, o comandante tem buscado uma série de alternativas, passando pela utilização de um centroavante ou não no comando do ataque.

"Verdade, estamos tenho dificuldades. Temos que mudar. Muito pouco para um time do tamanho do Corinthians, tanto tempo sem marcar gols preocupa sim", respondeu, em coletiva concedida após o clássico contra o Santos.

Se quiser levantar seu primeiro título na Arena Corinthians, Jair tem de arrumar soluções rápidas. Nesta quarta-feira, às 21h45, a equipe precisa bater o Cruzeiro por dois gols de diferença para ser campeã - uma vitória simples leva a decisão para os pênaltis.

Veja mais em: Jair Ventura, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhores comentários

    Foto do perfil de Jair

    Jair 5 comentários

    por @jventura

    Não caiam na pilha de comentarista. Eu não posso fazer nada com esse elenco horroroso que o Andrés deixou, vendeu os melhores de deixou só um monte de pé de rato e uma molecada que ainda não está pronta.

  • Foto do perfil de Jean

    Ranking: 602º

    Jean 1421 comentários

    por @jean.macedo3

    Problema é esse esquema falho, esquema fácil de ser marcado sem centroavante, ainda mais sem movimentação e com dois volante de marcação, ou seja, os times apenas marcam pressão na saída de bola, o Cássio sai no chutão, e a bola sobra fácil para o adversário.

    Quando o time adversário erra um passe ou a gente consegue sair com a bola, algum dos nossos atacante tenta sair em velocidade, ai quando chega pra frente meio campo, não chegou ninguém do time ainda, ai é obrigado a trocar para trás, e com isso o time adversário se arruma.

    É isso que vem acontecendo, é isso que aconteceu contra o Cruzeiro.
    Esse sistema de jogo é falho.

    É necessário colocar um centroavante, independente de quem seja, para dar profundidade, para levar a última linha de defesa dos cara para perto da área deles, com isso começamos a ter segunda bola, a área central do campo fica com mais espaço para os meias, nisso sobra um mano a mano dos ponta.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Ramon

    Ranking: 20º

    Ramon 16726 comentários

    94º. por @ramon.felipe1

    Ah va comentarista, ce jura?

  • Foto do perfil de Jean

    Ranking: 602º

    Jean 1421 comentários

    93º. por @jean.macedo3

    Exatamente irmão, se fosse os dois volante de marcação que não sobem e apenas marcam e liberasse os ponta, seria totalmente diferente.

    Mas a questão é que joga com dois volante de marcação, que não tem saída de bola, mas os dois ponta atrás da linha da bola, o Jadson sozinho, sem ter alguém na frente, pra fazer o que ele sabe de melhor, e mesmo assim ainda o time sofre com lance de ataque dos cara.

    Foto do perfil de Ricardo

    Ricardo 927 comentários

    16/10/2018 às 16h06 por @zighfryd

    Ao menos se jogasse com 2 volantes de marcação mas se ao menos liberassem os pontas sem aquela necessidade em voltar a marcar, tudo bem!
    Mas não é bem assim!

  • Foto do perfil de Antonio

    Ranking: 1268º

    Antonio 768 comentários

    92º. por @toninho.maravilha

    Eu entraria no 4-4-2, sem volantes de marcação (lembram daquele meio de campo com Rincón, Vampeta, Marcelinho e Ricardinho, ataque com Capetinha e Luizão?)
    Ôôôô saudades

  • Foto do perfil de Luiz

    Ranking: 17º

    Luiz 18014 comentários

    91º. por @luiz.fernando.balest

    Jair esta preocupado e com razão, olha para a equipe e cadê o grande nome para centroavante!

  • Foto do perfil de Ricardo

    Ranking: 1027º

    Ricardo 927 comentários

    90º. por @zighfryd

    Ao menos se jogasse com 2 volantes de marcação mas se ao menos liberassem os pontas sem aquela necessidade em voltar a marcar, tudo bem!
    Mas não é bem assim!

    Foto do perfil de Jean

    Jean 1421 comentários

    16/10/2018 às 13h51 por @jean.macedo3

    Sim mano, exatamente, não existe contra-ataque, e o pior que o Jair ventura quer coloca um esquema desse, com dois volante de marcação, que não tem saída de bola, isso é impossível nesse esquema, time fica sem dinâmica.

    Ou seja, marcamos o jogo inteiro, e se der sorte numa bola parada, ou numa bolada parada que sobra ali depender de um lampejo do Jadson ou Pedrinho.

    Jogo passado o time do Cruzeiro estava jogando com os zagueiros quase no meio campo, tão fácil que é marcar esse esquema nosso.

  • Foto do perfil de Felipe

    Ranking: 428º

    Felipe 1847 comentários

    89º. por @felipe.amado

    Eu acho que tá na hora de tentar um 4-3-3

    Com Ralf, Vital e Jadson no meio
    Pedrinho Romero e Clayson no ataque.

  • Foto do perfil de Jean

    Ranking: 602º

    Jean 1421 comentários

    88º. por @jean.macedo3

    Sim mano, fica praticamente o time todo atrás da linha da bola, não tem saída de bola.

    Quando numa cagada o time consegue sair jogando, o Jadson recebe a bola, não tem ninguém na frente, para dar um passe um lançamento, que é o que ele sabe fazer de melhor, ai tem que tocar para trás de novo, assim como os ponta, não consegue ter um mano a mano, que é que eles sabem fazer de melhor, são obrigados também a tocar para trás para esperar o time chegar.

    É um esquema que não tem nem o contra-ataque, é feito SOMENTE para se defender!

    Foto do perfil de Bruno

    Bruno 120 comentários

    16/10/2018 às 03h16 por @bruno.henrique226

    Exatamente o que eu penso, e é esse sistema de jogo que o Corinthians se anula a jogar, clayson e Romero marcando lá na próximo da zaga toda hora como vai atacar desse jeito

  • Foto do perfil de Jean

    Ranking: 602º

    Jean 1421 comentários

    87º. por @jean.macedo3

    Mas sabe porque não funcionou? Não foi por causa do centroavante nesse caso, mesmo o Jonathas totalmente fora de ritmo, foi porque quando ele coloca um cara de referência que da profundidade, ele me vem e caga em outra posição, me coloca o Sheik armando o jogo, o que não tem o menor sentido.

    Tinha que ter alguém da posição ali para armar o jogo, o Danilo ou o Araos tinham que ter começado o jogo, não tem sentido colocar o Sheik para armar o time.

    E o pior, ele passou o jogo inteiro praticamente com o Sheik naquela função mesmo vendo que não dava certo, e como você falou foi colocar o Danilo faltando 10 minutos, que foi quando o time melhorou, porque o Danilo é o cara dessa posição, tem um bom passe, cadencia o jogo.

    Contra o Colo Colo no segundo jogo que o time foi bem, tínhamos a referência e o Jadson armando o time, time foi muito bem naquela partida, pode ver, mesmo não tendo o centroavante dos sonhos.

    Foto do perfil de Andre

    Andre 1444 comentários

    16/10/2018 às 07h04 por @andre.ramos12

    Você esta até certo, mas centroavante também não funcionou no último jogo, contra o Santos. Sabe porque? Porque o Jonathas toda hora estava lá no lmeio dos zagueiros ajudando a defesa. Isso só melhorou nos últimos 10 min, quando o Danilo entrou e cadenciou melhor o jogo permitindo ao Jonathas ficar sempre lá na área. Mas... Treinador que só pensa em defesa e torcida que insiste em ficar chamando o Danilo de velho não vai resolver nada.

  • Foto do perfil de Jean

    Ranking: 602º

    Jean 1421 comentários

    86º. por @jean.macedo3

    Irmão em 2012 tínhamos o Sheik de falso 9, como referência, no auge da carreira dele, e um time que ditava o ritmo do jogo, com volantes que sabiam sair jogando, Paulinho que dava dinâmica para o time, infiltrava, Danilo que sabia receber uma bola de costa.

    No começo do ano, tínhamos um jogador que era quem salvava esse esquema, devido a uma característica que poucos meias tem, o Rodriguinho, era a referência, e tem caracteristicas de um meia atacante, sabia receber uma bola de costa, ou seja, era ele quem dava vida a esse esquema, sabia fazer esse papel de falso 9 de receber de costa e ser desafogo para o time chegar, e fora que tínhamos o Maycon que dava dinâmica para o time, infiltrava como poucos.

    E consequentemente como você disse, esse esquema mata os pontas e o Jadson, não tem vida para esses cara, o Jadson não tem ninguém na frente para fazer o que sabe de melhor, e os ponta nunca sobra um mano a mano que é o que eles sabe de melhor.

    Foto do perfil de joão

    joão 311 comentários

    16/10/2018 às 09h55 por @badwolf

    Jean concordo com você em partes, mas não sobre o centroavante, 2012 não tínhamos um centroavante, no começo de ano não tínhamos centroavante.Na minha opinião o que mata esse esquema é que tds jogam atrás da linha da bola, marcam e quando recupera não tem a referencia que não precisa ser um centroavante.Outra esse esquema do Jair mata o Pedrinho, Clayson e Jadson são obrigados a driblar para trás ou segurar até chegar ou passar alguém.Precisamos de um finalizador que não tenha medo de chutar e no elenco vejo o Pedrinho e o Diaz como esses jogadores.

  • Foto do perfil de Jean

    Ranking: 602º

    Jean 1421 comentários

    85º. por @jean.macedo3

    Sim mano, exatamente, não existe contra-ataque, e o pior que o Jair ventura quer coloca um esquema desse, com dois volante de marcação, que não tem saída de bola, isso é impossível nesse esquema, time fica sem dinâmica.

    Ou seja, marcamos o jogo inteiro, e se der sorte numa bola parada, ou numa bolada parada que sobra ali depender de um lampejo do Jadson ou Pedrinho.

    Jogo passado o time do Cruzeiro estava jogando com os zagueiros quase no meio campo, tão fácil que é marcar esse esquema nosso.

    Foto do perfil de Ricardo

    Ricardo 927 comentários

    16/10/2018 às 10h05 por @zighfryd

    Exato, é um sistema apenas para se defender! Nem contra-ataque existe!