Ídolo do Corinthians, Neto explica motivos que lhe fizeram desistir da presidência do clube

Ídolo do Corinthians, Neto explica motivos que lhe fizeram desistir da presidência do clube

Por Meu Timão

21 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Neto explicou motivos que lhe fizeram desistir de candidatura à presidência do Corinthians

Neto explicou motivos que lhe fizeram desistir de candidatura à presidência do Corinthians

Divulgação / Corinthians

Ex-jogador e ídolo do Corinthians, Neto nunca deixou de lado a sua intenção de concorrer à presidência do Corinthians. Entretanto, o atual apresentador acabou revelando que desistiu da ideia e falou sobre os motivos que lhe fizeram abandonar o desejo da candidatura pelo cargo mais importante do clube do Parque São Jorge. O assunto foi comentado durante sua participação no programa Resenha, da ESPN, na última sexta-feira.

“Eu poderia me candidatar à presidência do Corinthians pelos meus dois mandatos como conselheiros, mas irrevogavelmente, eu peguei meu advogado e também deixei de ser sócio (do clube), que sempre fui há mais de 15 anos, e deixei de ser Fiel Torcedor", revelou.

Leia também:
Vampeta faz alerta ao Corinthians diante dos três rivais: 'Termina 2018 no maior prejuízo'
Marcelinho 'cogita' jogador de basquete centroavante do Corinthians; ex-são-paulino é cornetado
Dinei relembra importância de Rincón no Corinthians entre 98 e 2000: 'Nosso time era ele'

Embora pense que ganharia a eleição em caso de candidatura, o ídolo corinthiano explicou que não teria competência para "aguentar" os imbróglios que envolvem a construção da Arena Corinthians.

“Vamos lá, por quê eu desisti de lutar pela presidência do Corinthians – e eu acho até que ganharia? Porque eu acho que eu não tenho competência e nem estômago para aguentar a Lava-Jato, a Odebrecht, o Lula, o Zé Dirceu, o estádio… eu não tenho estômago e nem competência para isso", exclamou.

Caso se tornasse presidente, Neto acredita que deveria cuidar apenas do futebol, pois o apresentador diz não saber o suficiente dos outros assuntos envolvendo o Corinthians, seja extracampo ou nos demais esportes.

"Eu deveria ser o presidente de futebol. Eu não posso ser presidente da piscina, do tênis ou do tênis de mesa porque eu não sei. Agora, eu posso discutir e dialogar, eu sou um cara que aprendi a ser sábio, mas aí quando veio tudo isso eu deixei de ser”, explicou.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Timão de Nathan tenta eliminar Vasco e chegar à decisão da Copa São Paulo; missão é dura

    Corinthians e Vasco decidem vaga na final da Copa São Paulo; saiba tudo

    ver detalhes
  • Mauro Boselli foi apresentado à Fiel no intervalo do jogo entre Corinthians e São Caetano

    Boselli telefonou para Carille antes de assinar com Corinthians: 'O que você espera de mim?'

    ver detalhes
  • BMG já injetou R$ 30 milhões no Timão; banco também possui ligação com Atlético-MG

    Corinthians e BMG podem costurar acordo por Luan, indica Carille

    ver detalhes
  • Carille foi convidado desta segunda-feira do programa Bem, Amigos!

    Carille detalha conselho de Ronaldo Fenômeno para voltar a treinar o Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes