Cruzeiro x Corinthians

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians enfrenta agora o Cruzeiro

Acompanhe ao vivo

Análise: Corinthians não desiste e arranca vitória no fim contra Bahia; Jair e equipe ganham fôlego

Análise: Corinthians não desiste e arranca vitória no fim contra Bahia; Jair e equipe ganham fôlego

Por João Pedro Izzo

18 mil visualizações 98 comentários Comunicar erro

Danilo comandou vitória do Corinthians; triunfo dá sobrevida a Jair Ventura

Danilo comandou vitória do Corinthians; triunfo dá sobrevida a Jair Ventura

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Em situação incômoda no Brasileiro, o Corinthians se reencontrou com a vitória e venceu o Bahia por 2 a 1, com dois gols de Danilo. O Meu Timão explica os motivos do triunfo da equipe corinthiana.

Leia também:
Jair analisa triunfo do Corinthians e garante time 'olhando para cima' no Brasileirão
Pedidos por renovação, estádio, estátua e até votos: Fiel vai a loucura com gols de Danilo
Decisivo, Danilo marca dois gols, um de bicicleta, e encerra longo jejum

Com o desfalque de Jadson, principal jogador da equipe, Jair Ventura deu chances ao paraguaio Sergio Díaz e centralizou Pedrinho como substituto do camisa 10. O Timão foi formado por: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Pedrinho e Sergio Díaz; Emerson Sheik. A formação utilizada foi um 4-2-3-1, com o veterano Sheik como falso 9.

Primeiro tempo

Corinthians atacando no primeiro tempo

Corinthians atacando no primeiro tempo

Vinícius Souza/Meu Timão

O início da partida começou melhor do que nos últimos duelos. Ao contrário do empate contra o Vitória, o time não sofreu e, como deveria ser normalmente, se impôs como mandante. Os primeiros 15 minutos tiveram vontade e certa agressividade no terço final, com o Corinthians retomando a posse e mantendo o controle da partida.

Entretanto, o desentrosamento do comando do ataque, mexido a cada jogo, acabou sendo nítido nos minutos seguintes. Pedrinho, pouco acostumado a atuar na faixa central, tomou decisões erradas, sobretudo, além de não ter conseguido servir seus companheiros em jogadas ofensivas. Sergio Díaz demonstrou habilidade, mas paga o preço de longa inatividade em campo e, por isso, sofreu com o ritmo de jogo.

O Timão, portanto, optou pelo tradicional: tentou a dobradinha Fagner-Romero, às vezes com a aproximação de Pedrinho. A equipe ficou "torta": poucas jogadas pela esquerda e foco total na construção e execução de jogadas pela direita. A falta de equilíbrio para construir e executar colaborou para a melhora do Bahia, que foi, lentamente, entendendo o jogo e se estabelecendo em campo.

O adversário baiano se acertou no gramado da Arena e criou duas oportunidades, primeiro com Ramires e depois com Nilton. Mesmo com a melhora do rival, o Corinthians não se encaixou mais em campo: a costumeira dificuldade na saída de bola, ainda mais prejudicada pela esquerda, com Douglas e Danilo Avelar, refletiu na falta de finalizações. Emerson Sheik foi peça nula no primeiro tempo, mesmo com muita movimentação. E os primeiros 45 minutos terminaram sem gols.

Segundo tempo

Precisando melhorar a postura, sendo mais agressivo e letal, Jair Ventura promoveu a entrada de Danilo para o lugar de Emerson Sheik. Buscando usar uma referência mais fixa, com menos movimentação e mais retenção de bola, nem o treinador imaginaria que a substituição surtiria efeito logo no primeiro minuto da etapa final.

Danilo se desmarcou e surgiu livre para fazer o primeiro gol

Danilo se desmarcou e surgiu livre para fazer o primeiro gol

Reprodução / Premiere

Com o gol marcado, a equipe começou a ter mais tranquilidade para realizar ações, seja com passes, viradas de jogo, lançamentos e, principalmente, finalizações. As entradas de Mateus Vital e Araos, nas vagas de Díaz e Pedrinho, respectivamente, contribuíram para o cenário.

O camisa 22 trouxe mais velocidade e controle de passe e posse por parte do lado esquerdo, auxiliando a saída de Danilo Avelar, cadenciando quando necessário e avançando quando era preciso. Já o chileno entrou em uma posição mais à frente que o costume e demonstrou boa atuação, mesmo com pouco tempo em campo: Araos pôde auxiliar na transição, ligando contra-golpes e, inclusive, finalizando a gol.

Apesar da melhora do desempenho individual de alguns jogadores, e coletivo também, a fase não é das melhoras e a falta de concentração, alertada por Jadson depois de jogo contra o Vitória, por exemplo, voltou a acontecer. E por ironia do destino, foi o autor do gol, Danilo, que cometeu pênalti desnecessário ao deslocar jogador do Bahia, já na etapa derradeira do embate.

O ex-corinthiano Clayton, por sua vez, empatou o confronto após Cássio quase conseguir defender a penalidade. Com os ânimos para baixo e o ímpeto naturalmente abalado, o Corinthians, como um todo, uniu-se com a Fiel e conseguiu tirar um coelho da cartola: a equipe não desistiu e Danilo conseguiu concretizar a noite mágica com gol espírita após uma linda puxeta para vencer o arqueiro baiano.

Danilo usou de sua experiência para finalizar com puxeta

Danilo usou de sua experiência para finalizar com puxeta

Reprodução / Premiere

Nestas ocasiões, elementos que não compreendem ao jogo são mais importantes do que tática e desempenho: em um momento instável e de muitas dúvidas, às vezes a raça, dedicação e empenho de um time podem sobressair e ser suficiente para alcançar triunfos.

Taticamente e tecnicamente, Danilo não vive o seu auge há, pelo menos, três anos. Contudo, a experiência para encontrar os caminhos do campo, usando de seu posicionamento e categoria em finalizações, foi o necessário para que o Timão quebrasse o jejum de seis jogos sem vitória pelo Brasileiro.

O triunfo dá sobrevida ao elenco alvinegro e ao treinador Jair Ventura. As modificações utilizadas por ele foram imprescindíveis para chegar à vitória. Mais uma semana de treinos pode auxiliá-lo a ter mais certezas, seja na escalação ou no desempenho de sua equipe. Aos poucos, pode montar mais bases e ter ideias para o planejamento do Corinthians em 2019.

Veja mais em: Jair Ventura, Campeonato Brasileiro e Danilo.

Veja Mais:

  • Jadson será um dos titulares de Jair Ventura nesta quarta-feira

    Corinthians visita Cruzeiro para se afastar da zona de rebaixamento; acompanhe em tempo real

    ver detalhes
  • Douglas está confirmado entre os titulares corinthianos no Mineirão

    Corinthians tem escalação divulgada para partida no Mineirão

    ver detalhes
  • Pista do Parque São Jorge deve receber o nome 'SkaTimão'

    Corinthians inicia construção de pista de skate no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians fez bela festa no Mineirão na primeira final da Copa do Brasil

    TV Globo transmite jogo entre Corinthians e Cruzeiro para três estados e DF; ex-Timão comentam

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes