Corinthians vence o Bahia em noite comandada por Danilo na Arena

Corinthians Corinthians 2 x 1 Bahia Bahia

Brasileiro 2018

Corinthians vence o Bahia em noite comandada por Danilo na Arena

40 mil visualizações 609 comentários Comunicar erro

Danilo saiu do banco para marcar o gol da vitória do Timão

Danilo saiu do banco para marcar o gol da vitória do Timão

Foto: Reprodução/TV

Os mais de 35 mil torcedores presentes na Arena Corinthians na noite chuvosa de sábado não acompanharam uma grande partida. Mas a segunda etapa reservou grandes emoções para os alvinegros. E o grande personagem do jogo foi Danilo, que deixou o banco para marcar duas vezes e cometer pênalti, sendo diretamente responsável pelo triunfo por 2 a 1 diante do Bahia.

Leia também: Decisivo, Danilo voltar a marcar gol pelo Corinthians após mais de dois anos

Classificação - Com o triunfo em Itaquera, o Corinthians ganhou uma posição na tabela do Campeonato Brasileiro. Agora com 39 pontos, os mandantes deixaram justamente o Bahia para trás, assumindo a 11ª colocação do torneio. Com a nova pontuação, o Timão agora tem cinco pontos de vantagem para a zona do rebaixamento.

Escalação - Sem contar com Jadson, que sentiu dores durante os treinos da semana, Jair Ventura teve de alterar a equipe que encarou o Vitória, na última rodada do Brasileirão. Para o lugar do camisa 10, o comandante alvinegro optou pela estreia de Sergio Díaz entre os titulares com a camisa do Timão - Pedrinho, então, atuou centralizado.

Sendo assim, o Corinthians foi a campo no 4-2-3-1 com Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Pedrinho e Sérgio Díaz; Emerson Sheik.

Corinthians entrou com Díaz entre os titulares

Corinthians entrou com Díaz entre os titulares

Meu Timão

Agenda - A luta por pontos importantes visando afastar qualquer risco de rebaixamento continua no próximo fim de semana. No domingo, às 17h, o Timão visita o Botafogo, no Estádio Nilton Santos. É outro duelo direto entre aqueles que lutam contra a queda.

Primeiro tempo

O escanteio conquistado pelo Corinthians logo no primeiro lance da partida deu indícios de um time ofensivo, partindo para cima em busca do resultado. Para a tristeza da Fiel, no entanto, as aparências não se confirmaram e a equipe pouco criou em toda a etapa inicial diante dos baianos.

Mesmo sem incomodar o goleiro adversário, o Timão até tentava entrar na área, sobretudo pelo lado direito, com Fagner e Romero. Do outro lado, Danilo Avelar e Sergio Díaz não se entendiam nas raras vezes em que tinham a bola. Com o time alvinegro em cima, porém, o contra-ataque se ofereceu para os visitantes.

Em uma das primeiras escapadas do Bahia, Emerson, atuando como falso 9, se viu obrigado a parar o lance e acabou recebendo o cartão amarelo. Seria a principal ação do atacante na primeira etapa - pouco tocou na bola no restante do jogo.

Sem achar espaços, o Corinthians chegou apenas uma vez nos primeiros 20 minutos de jogo, em triangulação que Douglas acabou não alcançando bola tocada por Sheik. Aos 27, foi a vez de Pedrinho cabecear por cima após bom cruzamento de Romero. Do outro lado, Cássio trabalhou bem quando foi exigido, principalmente em chute colocado de Ramires.

Segundo tempo

Se a emoção nos minutos inicias da primeira etapa foi escanteio, no segundo tempo foi muito melhor do que isso para a Fiel. Ainda no intervalo, Jair Ventura tirou Emerson e apostou em Danilo. E o camisa 20 rapidamente correspondeu. Em seu primeiro toque na bola, sofreu falta no lado direito. Na cobrança, Fagner colocou no segundo pau e o meia abriu o placar - não balançava as redes desde julho de 2016.

Após o gol, o Bahia passou a dominar as ações do jogo, enquanto o Corinthians parecia aguardar um contra-ataque para matar o jogo. O time visitante chegou a criar algumas oportunidades, mas não obrigou Cássio a fazer defesas difíceis.

O ímpeto dos baianos baixou e o jogo ficou bem parecido com o que foi no primeiro tempo: setores de meio campo pouco criativos e errando muito. Os goleiros, então, voltaram a acompanhar o embate "de camarote". O Timão seguiu buscando um contra-ataque, sobretudo pelos lados.

Aos 21 minutos, Jair fez sua segunda troca, tirando o estreante da noite e dando nova oportunidade a Mateus Vital. Pouco depois, o próprio camisa 22 iniciou jogada que terminou em chance perigosa para de Romero, aproveitando cruzamento de Danilo. Em seguida, foi a vez de Douglas driblar bem o zagueiro e bater cruzado, assustando o goleiro Douglas.

A terceira e última substituição de Jair também fez efeito rápido. Em sua primeira jogada, Araos puxou contra-ataque com Romero, que devolveu para o chileno exigir grande defesa do arqueiro baiano. A reta final do embate guardava grandes emoções...

Aos 40 minutos, Danilo cometeu pênalti infantil, que acabou resultando em empate baiano, com Clayton. O camisa 20, no entanto, não estava disposto a ser o vilão da noite. Muito pelo contrário, foi herói. Aos 43, aproveitou sobra na área e, com uma puxeta, marcou o tento da vitória corinthiana. Golaço e três pontos na conta do Timão.

Valeu, Zida!

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Crônica e Danilo.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes