Com apenas um gol em 11 clássicos, Vagner Love quer melhorar marcas no Corinthians

3.2 mil visualizações 37 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Vagner Love durante partida contra o Ceará

Vagner Love durante partida contra o Ceará

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Vagner Love vem atuando em praticamente todas as partidas do Corinthians no ano após a sua chegada, seja como titular ou reserva imediato. Mesmo assim, apesar de participativo e importante em campo, os seus números na atual temporada ainda não são muito expressivos.

Outro fator que atrapalha, pensando na decisão contra o Santos desta segunda-feira, são os números que ele possui em clássicos desde a sua primeira passagem pelo Corinthians. Em 11 jogos disputados, foram três vitórias, quatro empates e quatro derrotas, tendo marcado apenas um gol. Mas ele garante que está disposto a mudar este retrospecto.

"Mas não joguei todos esses aí, joguei? Comecei jogando todos? É... Tenho que melhorar esse retrospecto aí. Fazer mais uns golzinhos, se Deus quiser", disse o atacante ao GloboEsporte.com

Em 2015, durante a sua primeira passagem, Love havia disputado oito clássicos, e foi nesta época em que marcou o seu gol, contra o Palmeiras. Em 2019, já foram três clássicos disputados, com duas vitórias, contra São Paulo e Santos, além de um empate, contra o próprio time da baixada na fase de grupos, mas sem anotar novos gols.

Leia também:
Corinthians Steamrollers busca segunda vitória no Campeonato Paulista de Futebol Americano
Corinthians vence na prorrogação e enfrenta o Flamengo nas quartas do NBB

Para a atual temporada ainda, foram 16 partidas, com apenas dois gols marcados. O próprio atacante garante que a marca não é boa, se defende dizendo que não está atuando como centroavante e ressalta que, mesmo assim, precisa melhorar. O veterano garante que a idade pode ser um fator positivo nessa evolução.

"Não estou jogando na minha posição de origem, como centroavante mesmo, mas também não tenho que ficar procurando desculpa, não. Tenho que melhorar esse retrospecto aí, aproveitar as oportunidades que aparecerem e melhorar esses números, sem dúvida", complementou Love.

"Aquela ansiedade de chegar no jogo e ter que fazer gol não existe mais. Eu tenho consciência de que estou jogando mais pelo lado do campo, às vezes a gente fica mais preocupado em dar uma assistência do que fazer um gol. Quando a gente está jogando pelo lado do campo, se preocupa mais com isso, em marcar, em ajudar. Mas é lógico que, quando eu atuar ali como centroavante, no último terço do campo, a responsabilidade de fazer gol e matar o jogo é maior. Aí tem que estar preparado para finalizar e fazer gol", finalizou.

Veja mais em: Vagner Love, Dérbi, Majestoso e Corinthians x Santos.

Veja Mais:

  • Ralf volta ao plantel do Timão para o jogo desta quarta-feira

    Com três retornos, Corinthians confirma lista de relacionados contra o Goiás; veja provável time

    ver detalhes
  • Corinthians não tomou conhecimento do adversário e garantiu mais um título estadual

    Corinthians goleia Magnus fora de casa e garante título do Campeonato Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Treinador português corre risco de demissão no Monaco

    Possível interesse do Corinthians em técnico do Monaco repercute na Europa

    ver detalhes
  • Arena compete com outros sete estádios pela honraria de sediar a final continental

    Conmebol confirma Arena Corinthians como candidata para sediar final da Libertadores de 2020

    ver detalhes
  • Timão perdeu a primeira pelo NBB

    Corinthians perde para São Paulo em noite de atuação apática na estreia do NBB

    ver detalhes
  • Casagrande rebateu as entrevistas concedidas pelo treinador

    Casagrande culpa Carille por deficiências do elenco citadas pelo técnico: 'Má escolha dele'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: