Jadson agradece troca por Pato e prevê pressão sobre o ex-corinthiano na Arena

7.6 mil visualizações 36 comentários

Por Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni

Jadson acredita que haverá pressão sobre Alexandre Pato no domingo

Jadson acredita que haverá pressão sobre Alexandre Pato no domingo

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O clássico entre Corinthians e São Paulo no próximo domingo, às 19h, na Arena, em Itaquera, pelo Brasileirão, marcará o reencontro da Fiel com Alexandre Pato. Após uma temporada apagada com o manto alvinegro, em 2013, o atacante deixou o clube e desde então não havia enfrentado o Timão - contratos sempre impediram a presença do jogador em Majestosos.

Após a vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Lara nesta quinta-feira, Jadson falou sobre a situação e confessou que não espera uma recepção muito amigável por parte da torcida. O camisa 10 ainda fez um alerta sobre a qualidade de Pato.

"Acho que pela rivalidade a torcida sempre vai pressionar um pouco ele. Acho que ele é um jogador rodado, tem bastante experiência no futebol então temos que tentar anular ele o máximo possível, não podemos dar espaço", disse.

Em 2014, Corinthians e São Paulo promoveram uma troca envolvendo justamente o Jadson. Pato foi para o rival do Morumbi, enquanto o meia foi anunciado como novo reforço corinthiano. De lá pra cá, são 226 jogos pelo Timão, 50 gols marcados e cinco taças conquistadas.

"Eu acho que foi bom tanto para mim quanto para ele (Pato). Desde que eu cheguei aqui, são cinco anos, me sinto à vontade, fui bem recebido desde o começo, fui procurando meu espaço. Em cinco anos tenho cinco títulos aqui, quero conquistar mais para o Corinthians com meus companheiros. A troca foi boa para os dois", disse.

"Isso já passou, mas clássico é sempre difícil, aberto para as duas equipes. Ninguém sabe sabe quem pode ganhar ou não, mas a gente tem que fazer prevalecer o fato casa, torcida, entrar concentrados, tentar jogar como hoje, com a bola no chão, envolver o adversário e fazer um bom jogo para, quem sabe, conseguir a vitória", acrescentou.

Leia também:
Corinthians supera Barcelona na Copa do Mundo de Futsal Sub-20 e garante vaga na semifinal
Gustagol admite que precisa melhorar fisicamente, mas vibra com gol marcado após lesão
Dirigente do Corinthians revela logística e voo fretado 'bem caro' à Venezuela

A "antipatia" da Fiel com o agora são-paulino se intensificou depois do dia 23 de outubro de 2013. Na ocasião, ele tentou dar uma cavadinha no último pênalti diante do Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil, mas acabou desperdiçando e garantiu à vaga ao rival do Sul.

O ex-corinthiano, inclusive, quase apanhou nos vestiários da Arena do Grêmio após a eliminação. Ralf, que era titular do time naquele ano, falou sobre a situação, mas preferiu não entrar em detalhes e ignorar o jogador.

Veja mais em: Jadson e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Kauê Souza foi emprestado ao Marcílio Dias até o final do ano

    Corinthians acerta empréstimo de volante do Sub-23 ao Marcílio Dias

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira foi mais uma vez destaque em uma partida do Corinthians

    Gabriel Pereira dá primeira assistência na temporada e aumenta 'preço' no Corinthians

    ver detalhes
  • Camisa 12 foi proibida de frequentar estádios no Brasil pelos próximos seis meses

    Torcida organizada do Corinthians é suspensa por briga antes do jogo contra o Internacional

    ver detalhes
  • Deives marcou mais um gol pelo Corinthians

    Corinthians vence o Foz Cataratas e abre vantagem nas oitavas da Liga Nacional de Futsal

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians poderá ocupar totalmente a Neo Química Arena após mais de um ano

    Corinthians divulga orientações para o primeiro jogo com 100% do público na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez conta sobre extracampo do elenco do Corinthians de 2009 a 2012

    Andrés Sanchez relembra extracampo de atletas e cita o maior e o pior reforço do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x