Júnior Urso analisa derrota em amistoso e cobra Corinthians mais incisivo nas próximas partidas

3.1 mil visualizações 40 comentários

Por Andrew Sousa e Lucas Faraldo, no CT Joaquim Grava

Para o volante, Timão podia ter finalizado mais as jogadas em Ribeirão Preto

Para o volante, Timão podia ter finalizado mais as jogadas em Ribeirão Preto

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com um raro tempo para treinar por conta da pausa para a Copa América, o Corinthians não mostrou evolução no primeiro teste da intertemporada. Neste sábado, a equipe alvinegra criou poucas oportunidades e acabou sendo derrotada para o Botafogo-SP, por 2 a 1. Para Júnior Urso, faltou finalizar as jogadas para buscar um resultado melhor.

"Faltaram algumas coisas. Colocar em prática a posse de bola, o Carille deixou a gente bem ciente ao longo da semana. Faltou também o chute a gol que treinamos a semana inteira, fomos pouco incisivos. Há tempo ainda de trabalhar até o início do Brasileirão. Espero que a gente melhore ainda mais. Na vida de atleta é assim: um dia melhor que o anterior", pontuou.

Leia também:
Júnior Urso nega repercussão da fala de Boselli no elenco e endossa: 'Temos que melhorar'
Carille testa Pedrinho centralizado em duas possíveis escalações do Corinthians
CT do Corinthians recebe jogador do Valladolid a pedido de Ronaldo Fenômeno

Antes da volta do Campeonato Brasileiro, no dia 14 de julho, contra o CSA, o Corinthians ainda tem outros dois amistosos: contra o Vila Nova, na quinta-feira, e contra o Londrina, no domingo. Para esses jogos, o volante espera mais chutes e faz questão de "dividir" a culpa pelo rendimento ruim em Ribeirão Preto.

"Melhorar a posse de bola. Ter mais finalização. Passamos longos minutos sem chutar a gol. Ele nos cobrou isso. De repente, não ficar só trocando passe na frente da linha adversária", analisou.

"Parte de nós mesmos. O treinador tem nos passado o que temos de fazer, tem feito bons treinos. Sinceramente, nos ajuda a melhorar a parte técnica e entender. Falta colocar em prática na partida. Isso parte de cada jogador, o entendimento existe. Mas precisamos agir. Graças a Deus, ainda temos tempo. Os primeiros passos são importantes para que a gente ponha em prática antes do jogo contra o CSA. Para que a gente ganhe confiança para o resto da competição", completou.

Fábio Carille, vale destacar, adiantou antes mesmo do amistoso que o Timão não demonstraria grande evolução ofensiva - o ataque foi o setor mais criticado da equipe no primeiro semestre. O treinador e seus comandados terão ainda mais uma semana de trabalhos antes da volta dos compromissos oficiais.

Veja mais em: Júnior Urso e Amistosos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Adson no chão e Thiago Heleno, que causou as dores no meia-atacante, ao seu lado; jogo na Arena da Baixada foi no fim de agosto

    Sem muitas chances no Corinthians, Adson reencontra Thiago Heleno após lance que machucou seu joelho

    ver detalhes
  • Morte de Sócrates completa 10 anos em dezembro de 2021

    Corinthians planeja lançamento de camisa em homenagem a Sócrates

    ver detalhes
  • Corinthians inicia a sua temporada de 2022 no dia 26 de janeiro com o Paulistão

    FPF define tabela do Campeonato Paulista e Corinthians conhece jogos da edição de 2022 do Estadual

    ver detalhes
  • Arquiteto Ruy Ohtake faleceu aos 83 anos

    Morre o arquiteto Ruy Ohtake, responsável pelo projeto do CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Cris Gambaré e Arthur Elias falaram sobre o planejamento do Corinthians para o de 2022

    Diretora não descarta Marta e Andressa Alves no Corinthians em 2022: 'Nada é impossível'

    ver detalhes
  • Cris Gambaré falou sobre as polêmicas envolvendo a grande final do Paulista Feminino

    Cris Gambaré detalha processo de definição da final do Paulistão e lamenta jogo fora da Arena

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x