Júnior Urso analisa derrota em amistoso e cobra Corinthians mais incisivo nas próximas partidas

3.1 mil visualizações 40 comentários

Por Andrew Sousa e Lucas Faraldo, no CT Joaquim Grava

Para o volante, Timão podia ter finalizado mais as jogadas em Ribeirão Preto

Para o volante, Timão podia ter finalizado mais as jogadas em Ribeirão Preto

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com um raro tempo para treinar por conta da pausa para a Copa América, o Corinthians não mostrou evolução no primeiro teste da intertemporada. Neste sábado, a equipe alvinegra criou poucas oportunidades e acabou sendo derrotada para o Botafogo-SP, por 2 a 1. Para Júnior Urso, faltou finalizar as jogadas para buscar um resultado melhor.

"Faltaram algumas coisas. Colocar em prática a posse de bola, o Carille deixou a gente bem ciente ao longo da semana. Faltou também o chute a gol que treinamos a semana inteira, fomos pouco incisivos. Há tempo ainda de trabalhar até o início do Brasileirão. Espero que a gente melhore ainda mais. Na vida de atleta é assim: um dia melhor que o anterior", pontuou.

Leia também:
Júnior Urso nega repercussão da fala de Boselli no elenco e endossa: 'Temos que melhorar'
Carille testa Pedrinho centralizado em duas possíveis escalações do Corinthians
CT do Corinthians recebe jogador do Valladolid a pedido de Ronaldo Fenômeno

Antes da volta do Campeonato Brasileiro, no dia 14 de julho, contra o CSA, o Corinthians ainda tem outros dois amistosos: contra o Vila Nova, na quinta-feira, e contra o Londrina, no domingo. Para esses jogos, o volante espera mais chutes e faz questão de "dividir" a culpa pelo rendimento ruim em Ribeirão Preto.

"Melhorar a posse de bola. Ter mais finalização. Passamos longos minutos sem chutar a gol. Ele nos cobrou isso. De repente, não ficar só trocando passe na frente da linha adversária", analisou.

"Parte de nós mesmos. O treinador tem nos passado o que temos de fazer, tem feito bons treinos. Sinceramente, nos ajuda a melhorar a parte técnica e entender. Falta colocar em prática na partida. Isso parte de cada jogador, o entendimento existe. Mas precisamos agir. Graças a Deus, ainda temos tempo. Os primeiros passos são importantes para que a gente ponha em prática antes do jogo contra o CSA. Para que a gente ganhe confiança para o resto da competição", completou.

Fábio Carille, vale destacar, adiantou antes mesmo do amistoso que o Timão não demonstraria grande evolução ofensiva - o ataque foi o setor mais criticado da equipe no primeiro semestre. O treinador e seus comandados terão ainda mais uma semana de trabalhos antes da volta dos compromissos oficiais.

Veja mais em: Júnior Urso e Amistosos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians e Palmeiras abrem 2021 com clássico no dia 6 de janeiro

    Corinthians conhece detalhes de Dérbi que abre 2021 e de outros três jogos do Brasileirão

    ver detalhes
  • Cássio tira a bola dos pés de adversário na partida contra o Fortaleza

    Fiel elege Cássio e Jô como os melhores do Corinthians contra o Fortaleza; meia é o pior

    ver detalhes
  • Corinthians tenta manter liderança do Brasileirão Sub-20 em duelo com São Paulo

    Corinthians visita São Paulo para manter liderança no Brasileirão Sub-20; saiba tudo

    ver detalhes
  • Fagner em ação na partida contra o Fortaleza, no Castelão

    Corinthians encontra problemas na criação e fica apenas no empate com o Fortaleza

    ver detalhes
  • Mario Boselli continua treinando no CT Joaquim Grava

    Mancini explica ausência de Boselli e deixa no ar possibilidade de ainda utilizá-lo no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians segue em busca de se consolidar na parte de cima do Brasileirão

    Corinthians ganha posição e se distancia da zona de rebaixamento do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: