Boselli concorda com substituição, fala sobre relação com Carille e justifica sinceridade

6.0 mil visualizações 30 comentários

Por Andrew Sousa, Rodrigo Vessoni e Tomás Rosolino, na Arena Corinthians

Boselli balançou as redes e foi substituído por Carille na segunda etapa

Boselli balançou as redes e foi substituído por Carille na segunda etapa

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Em nova chance como titular do Corinthians, Mauro Boselli marcou um dos gols da equipe no empate por 2 a 2 contra o Athletico Paranaense. Mesmo com o tento, porém, o camisa 17 foi o escolhido por Carille para deixar o gramado na segunda etapa. A substituição foi alvo de vaias da Fiel, mas o próprio argentino deu razão ao comandante.

"A troca foi boa, eu estava cansado. Foi uma partida que corri muito. Não pedi a substituição, mas foi bom. É bom refrescar o ataque e Gustavo podia criticar situações de gol", afirmou, antes de comentar a relação com o técnico - o atacante abraçou Carille na comemoração do tento.

"A relação é boa, comum entre jogador e treinador. Fiz o gol e agradeci a confiança por me dar uma oportunidade de jogar", completou.

Leia também:
Corinthians perde chance de colar na vice-liderança e se mantém na quarta posição; veja tabela
Carille vê Boselli prejudicado por falta de dupla de ataque e revela três nomes sondados pelo clube

As perguntas sobre o relacionamento com o técnico, vale lembrar, tem ligação direta com coletiva concedida por Boselli durante a semana. Em entrevista sincera, o argentino isentou os atacantes da culpa pelos poucos gols da equipe e cobrou postura mais ofensiva do Timão. Na zona mista da Arena após o empate, o argentino explicou a fala, deixando claro que não quis causar problemas.

"Sou assim (sincero). Digo o que penso e trato sempre de que seja produtivo, tanto para a equipe quanto para quem está ouvindo lá fora. Isso não é comum, mas fui assim sempre na minha carreira. Não tento criar conflito, pelo contrário. O intuito é sempre melhorar e que a equipe possa seguir crescendo", analisou.

"Também valorizo o que temos de bom. As vezes escutam como se fosse um desastre. E não somos um desastre. Temos coisa a melhorar? Temos. Se alcançarmos esse equilíbrio, podemos brigar por coisas importantes", completou.

Apesar da cobrança durante a semana, o Timão não apresentou grande evolução e criou poucas chances. Para o argentino, porém, isso foi mais mérito do adversário do que o contrário.

"O jogo foi muito duro, contra uma equipe que joga muito bem e sabe a forma que joga. Pelo que foi a partida, o ponto é bom. Temos que dar mérito ao que os rivais fizeram", concluiu.

Veja mais em: Mauro Boselli e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Gustavo Silva e Vital comemorando o segundo gol do Corinthians contra o Sport

    Corinthians domina, vence Sport e volta a se aproximar do G6 no Brasileirão

    ver detalhes
  • Mateus Vital marcou o segundo gol do Corinthians, na Neo Química Arena

    Vital se destaca e é o melhor em campo do Corinthians contra Sport; reserva é o pior

    ver detalhes
  • Elenco comemora gol de Gustavo Silva sobre o Sport, pelo Brasileirão, na Neo Química Arena

    Fiel destaca atuação de trio do Corinthians e volta a falar em classificação para Libertadores; veja

    ver detalhes
  • Vagner Mancini valorizou a recuperação do Corinthians diante do Sport

    Mancini analisa vitória segura do Corinthians e afirma: 'Mudamos de objetivo no Brasileiro'

    ver detalhes
  • Mancini deve ter Otero à disposição na próxima segunda-feira

    Recuperado do coronavírus, Otero volta a ficar à disposição do Corinthians nesta sexta-feira

    ver detalhes
  • Quando todos nos tornamos 'torcedores de sofá'

    [Ana Paula Araújo] Quando todos nos tornamos 'torcedores de sofá'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: