Sucesso do futebol feminino faz Corinthians projetar independência: 'Maior potencial de patrocínio'

30 mil visualizações 94 comentários

Corinthians foi campeão paulista feminino com 20 vitórias em 20 jogos

Corinthians foi campeão paulista feminino com 20 vitórias em 20 jogos

Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

O futebol feminino do Corinthians poderá se auto-sustentar num futuro próximo. Bem próximo, aliás. Essa é a expectativa do departamento de marketing do clube que, a pedido do Meu Timão, fez um balanço sobre o atual momento da modalidade.

Campeão do Paulista, campeão da Copa Libertadores e vice-campeão do Brasileiro, o Timão feminino foi o clube brasileiro mais vitorioso da modalidade em 2019. De quebra, a Fiel ainda se tornou dona do maior público da modalidade em terras brasileiras.

O trabalho bem feito dos profissionais, a qualidade das jogadores e o investimento do próprio clube na modalidade foram alguns dos fatores para todo esse sucesso este ano. Algo que, num futuro próximo, poderá inclusive render dinheiro ao Corinthians.

"A gente trabalha próximo ao departamento, e precisamos dar continuidade a isso. Não vai virar o futebol masculino do dia para noite, nem ganhando tudo que ganhou, mas não é mais aquela situação de 'não interessa', 'ninguém quer ver'. Nem uma coisa nem outra. A final (do Paulista, diante do São Paulo) deu 30 mil pessoas aqui dentro. Há cinco anos, não viria nem mil pessoas. Vamos ajudar, é claro. As coisas têm de ser do tamanho que realmente são, todo mundo com suas expectativas bem dosadas", afirmou Caio Campos, ao Meu Timão.

Leia também: Relembre a fantástica temporada do futebol feminino do Corinthians

Meninas do Corinthians na festa das melhores do Paulistão 2019

Meninas do Corinthians na festa das melhores do Paulistão 2019

Divulgação

De acordo com o superintendente de marketing do Corinthians, com exceção do futebol profissional masculino, a modalidade é o maior potencial de patrocínio.

"Eu acredito que, em 2020, o futebol feminino não pagará sua conta. Mas vai diminuir bastante o investimento que o clube tem de fazer na modalidade. E eu acredito que, daqui três ou quatro anos, com o trabalho que o Corinthians faz, será uma modalidade que vai dar lucro ao clube. O maior potencial de patrocínio, tirando futebol profissional ou um naming rights, virá do futebol feminino. Todo mundo está dando visibilidade e o mercado crescendo junto. Mérito total da diretoria e do presidente, nós estamos dando apenas apoio ao trabalho", completou Campos.

A CBF já divulgou o calendário 2020 do futebol feminino. Veja aqui.

Veja mais em: Ações de marketing e Corinthians feminino.

Veja Mais:

  • Danilo retorna ao Corinthians para trabalhar nas categorias de base

    Corinthians anuncia ex-meia Danilo como novo técnico do Sub-23

    ver detalhes
  • Lateral-esquerdo Alê Mantelli, de 18 anos, renovou contrato com o Corinthians até o fim de julho

    Corinthians renova contrato com jogador do Sub-23 que não atuou na última temporada

    ver detalhes
  • O adeus a Zague, querido amigo e atleta corinthianista

    [Walter Falceta] O adeus a Zague, querido amigo e atleta corinthianista

    ver detalhes
  • Ederson não atua desde o dia 25 de novembro e ficou fora da lista dos relacionados nos últimos seis jogos

    Corinthians aguarda ofertas por Éderson visando reformulação para 2021; dupla também pode sair

    ver detalhes
  • Jô no duelo contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians vê chance de ir à Libertadores cair em 15% após derrota em Dérbi; veja probabilidades

    ver detalhes
  • Rua em frente ao Parque São Jorge foi cedida ao clube pela Prefeitura de São Paulo

    Corinthians ganha cessão de rua por 40 anos, mas não escapa de indenização de R$ 22 milhões

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: