Corinthians leva virada, perde por um ponto e engata terceira derrota seguida no NBB

11 mil visualizações 52 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Corinthians engata terceira derrota consecutiva no Novo Basquete Brasil

Corinthians engata terceira derrota consecutiva no Novo Basquete Brasil

Agência Corinthians

Minas Tênis Clube 83 X 82 Corinthians

NBB 2019
21 de dezembro de 2019, 12:50
Minas Tênis Clube 83 x 82 Corinthians
Arena Minas

Enquanto o elenco de futebol do Corinthians ainda aproveita as suas férias e se atenta à janela de transferências, o basquete alvinegro entrou em quadra neste sábado e enfrentou o Minas. Em partida válida pelo NBB, o Timão perdeu de virada por 83 a 82 jogando fora de seus domínios, no Ginásio Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG).

Com o resultado, o Corinthians vai a 22 pontos na classificação e vê o Minas igualar a pontuação alvinegra. O Timão leva vantagem pelo saldo de pontos e, assim, mantém a oitava posição, mas vê cada vez mais ameaçada sua presença no grupo dos oito times que se classificam aos playoffs.

O clube do Parque São Jorge chegou para a partida em busca de se recuperar na temporada. Com duas derrotas seguidas no NBB, o Corinthians também acabou derrotado na final da Liga Sul-Americana e terminou com o vice-campeonato da competição. Agora são três reveses consecutivos na competição nacional.

O Corinthians ainda entra em quadra em mais uma oportunidade em 2019 antes de um pequeno recesso no início do próximo ano. A equipe alvinegra recebe o Flamengo, no Ginásio Wlamir Marques, no próximo dia 28. Os cariocas são os líderes do NBB.

Escalação

O técnico Bruno Savignani manteve a escalação das últimas partidas e escalou o quinteto inicial do Corinthians com Fischer, Humberto, Nesbitt, Robinson e Anthony Johnson. Participaram da rotação ainda Douglas Santos, Felipe Vezaro, Fuller, Teichmann, Arthur Pecos e Wesley.

O Minas, por outro lado, entrou em quadra sendo escalado com Tyrone, Deodato, Davi, Alex e Scott.

Como foi o jogo

Primeiro quarto

O Minas começou abrindo uma boa vantagem no placar e viu o Corinthians sofrer para marcar os primeiros pontos. Depois de cinco minutos do primeiro quarto, o Timão ainda não havia colocado nenhuma bola na cesta e perdia pelo placar de 7 a 0.

Foi justamente a partir de então que a reação alvinegra começou. A primeira cesta veio com Fischer, que acertou um arremesso de dois pontos e quebrou o aproveitamento alvinegro de até então zero acertos em sete tentativas.

Na sequência, mais um acerto de Fischer seguido de um arremesso de três pontos de Humberto deixaram a vantagem do Minas em apenas dois pontos, com o placar em 9 a 7.

A virada veio ainda no primeiro quarto, com mais um arremesso de três pontos de Humberto, que começou a se destacar com a camisa alvinegra. Com três minutos restantes do primeiro período, o Timão vencia pelo placar de 12 a 11.

Mesmo assim, depois de uma boa disputa, o Minas viu o ala Alex aparecer na partida e anotar três pontos decisivos, sendo bastante participativo na partida. Antes do final, no entanto, Fuller descontou e as equipes foram para o intervalo com o placar de 19 a 18, com a equipe mineira em vantagem no placar.

Segundo quarto

Um bom início de segundo período colocou o Corinthians em grande vantagem na partida. A equipe alvinegra viu Humberto acertar mais uma cesta de três pontos e virar o jogo, em 21 a 19, ainda no início do quarto. Na sequência, erros consecutivos do Minas e um toco de Nesbitt fizeram com que o Corinthians abrisse vantagem na partida.

Depois de três minutos de quarto, foi a vez de Arthur Pecos acertar um arremesso de três pontos e deixar o placar em 30 a 22 para o Corinthians. Com o decorrer do quarto, as equipes foram trocando erros e acertos defensivos e ofensivos e a vantagem se manteve na casa dos oito pontos.

O Minas até chegou a diminuir para 34 a 29, ainda com dois minutos restantes de quarto, mas a equipe alvinegra converteu dois rápidos arremessos e ampliou a vantagem para 38 a 29, indo para o intervalo com nove pontos de frente.

Terceiro quarto

O intervalo fez bem para a equipe mandante. Comandado por Deodato e Tyrone, o Minas iniciou o terceiro quarto com tudo, buscando diminuir a desvantagem no placar. Com bolas de dois e de três pontos, não demorou para a diferença cair de nove para três: 40 a 37.

O momento mais delicado do quarto para o Corinthians foi quando, após converter dois lances livres com Alex, o Minas diminuiu a diferença para um ponto: 42 a 41. A partir daí, o Corinthians contou com a estrela de Fischer para minimizar o estrago.

O armador corinthiano acertou três bolas de três pontos e foi o principal responsável pela vantagem de seis pontos sustentada pelo Timão: 63 a 57 ao término do terceiro quarto.

Quarto quarto

Com Deodato e Davi, o Minas logo de cara acertou duas bolas de três e colocou fogo na partida. Fuller se destacou com quatro pontos no início do quarto para manter o Corinthians em vantagem no placar - o que não duraria muito tempo.

Principalmente nos cinco minutos finais, o Corinthians passou a errar muitos arremessos. Não bastasse isso, o Timão ainda cometia excessivas faltas. De pontinho em potinho, o Minas chegou ao empate duas vezes: primeiro com 74 a 74 e depois com 76 a 76.

A virada do time mineiro veio com um ponto de lance livre de Alex. Em desvantagem no placar, o Corinthians passou a parar ainda mais o jogo com faltas; o Minas, idem. Os tempos técnicos também deram ares emocionantes ao fim do jogo, mas não impediram a derrota do Timão. Nem mesmo uma bela cesta de três pontos no último segundo, anotada por Fuller, evitou o revés alvinegro por um pontinho de diferença. 82 a 83 e fim de papo.

Veja mais em: Basquete.

Quem Atuou

Jogadores

  • David Ahmad Nesbitt

    Nesbitt

    nota média: 5.1

    11 votos

    Pontos: 7
    Rebotes: 5
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 32m01s

  • Kyle Alejandro Fuller

    >Craque da partida

    Fuller

    nota média: 5.6

    11 votos

    Pontos: 22
    Rebotes: 1
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 31m56s

  • Daniel Von Haydin

    Daniel Von Haydin

    nota média: 1.6

    11 votos

    Pontos: 0
    Rebotes: 0
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 30m00s

  • Ricardo Fischer

    Ricardo Fischer

    nota média: 3.3

    11 votos

    Pontos: 18
    Rebotes: 2
    Assistências: 9
    Tempo em quadra: 28m54s

  • Humberto Luis Gomes da Silva

    Humberto

    nota média: 4.7

    11 votos

    Pontos: 14
    Rebotes: 3
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 24m41s

  • Wesley de Castro Ferreira

    Wesley

    nota média: 4.5

    11 votos

    Pontos: 5
    Rebotes: 7
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 21m36s

  • Guilherme Frantz Teichmann

    Teichmann

    nota média: 4.5

    10 votos

    Pontos: 4
    Rebotes: 3
    Assistências: 3
    Tempo em quadra: 15m59s

  • Felipe André Vezaro

    Felipe Vezaro

    nota média: 2.8

    12 votos

    Pontos: 0
    Rebotes: 2
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 15m36s

  • Arthur Pecos Fernandes da Silva

    Arthur Pecos

    nota média: 2.6

    11 votos

    Pontos: 6
    Rebotes: 3
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 14m18s

  • Tracy Terrell Robinson

    Tracy Robinson

    nota média: 2.6

    11 votos

    Pontos: 0
    Rebotes: 0
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 8m04s

  • Douglas dos Santos Silva

    Douglas Santos

    nota média: 4.4

    9 votos

    Pontos: 6
    Rebotes: 3
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 5m16s

  • Anthony Laveal Johnson

    Anthony Johnson

    nota média: 3.1

    10 votos

    Pontos: 0
    Rebotes: 2
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 4m22s

Técnico

Comente a notícia: