Dedé? Entenda por que a diretoria do Corinthians não está atrás de zagueiro

77 mil visualizações 349 comentários

Pedro Henrique e Gil durante treino na temporada 2014; zagueiros irão se reencontrar em 2020 e deverão iniciar como titular

Pedro Henrique e Gil durante treino na temporada 2014; zagueiros irão se reencontrar em 2020 e deverão iniciar como titular

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A diretoria do Corinthians não está atrás de zagueiro. Apesar das ofertas de empresários e até de oportunidades interessantes no mercado, como Léo e Dedé que não devem ficar no Cruzeiro, os dirigentes não estão trabalhando nesse sentido.

E, de acordo com apuração do Meu Timão, a medida está relacionada à confiança nos três defensores jovens do elenco: Bruno Méndez, 20 anos; Léo Santos, 21 anos; e Pedro Henrique, 24 anos.

Os dirigentes acreditam que, na companhia do experiente e ídolo corinthiano Gil, o trio poderá se firmar dentro de campo. E, fora das quatro linhas, se valorizar e render dinheiro num futuro próximo.

A avaliação é de que todos têm velocidade, impulsão e qualidade de saída de jogo para ser titular do Corinthians. Na mesma avaliação, a ponderação de que o trio também precisa se desenvolver na parte técnica e nos momentos de maior pressão.

Leia também:
Richard não será emprestado e defenderá as cores do Corinthians em 2020
Corinthians acerta empréstimo do lateral Sidcley, do Dínamo de Kiev
Corinthians repete 'operação Araos' para trazer Cantillo; jogador virá por empréstimo

Situações distintas

Bruno Méndez e Gil atuaram alguns jogos em 2019; uruguaio vai se recuperar de cirurgia no início dos trabalhos

Bruno Méndez e Gil atuaram alguns jogos em 2019; uruguaio vai se recuperar de cirurgia no início dos trabalhos

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Em relação a 2020, o início de trabalho dos três jovens será bastante diferente. Pedro Henrique retorna de empréstimo com moral. Campeão da Copa do Brasil pelo Athletico-PR com Tiago Nunes, o zagueiro deve atuar na Florida Cup como titular ao lado de Gil. O mesmo deve acontecer nos primeiros jogos oficiais.

Bruno Méndez, que chegou no ano passado e viveu meses de adaptação à cidade de São Paulo, ao futebol brasileiro e ao Corinthians, foi uma grande aposta do clube, que pagou US$ 3,5 milhões (cerca de R$ 11 milhões, à época) ao Montevideo Wanderers-URU por 85% dos seus direitos econômicos.

O uruguaio, convocado com frequência para a seleção Sub-20 do seu país e com chamadas esporádicas para a principal, passou por uma cirurgia no início das férias e sua participação na pré-temporada pode ficar comprometida. Tem chance de ir à Florida Cup.

Léo Santos, por sua vez, passou recentemente por duas cirurgias e, de acordo com o consultor médico Joaquim Grava, ainda precisará de mais tempo para a recuperação plena. Tanto que não viajará para os Estados Unidos.

Porém, o Corinthians confia tanto no prata da casa que irá renovar o contrato nas primeiras semanas do ano. Todos avaliam que o futuro de Léo Santos, diante de uma mudança de postura dentro de campo, é num grande clube europeu. O defensor, quando teve chances em 2018, mostrou-se mais sofisticado do que o necessário. O primeiro gol do Cruzeiro na final da Copa do Brasil o transformou em vilão para muitos torcedores do Timão.

Marllon, por enquanto

Marllon será utilizado no início da temporada 2020, mas pode ser emprestado num futuro próximo

Marllon será utilizado no início da temporada 2020, mas pode ser emprestado num futuro próximo

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Enquanto Bruno Méndez e Léo Santos estiverem em recuperação, o Corinthians não abrirá mão de ter Marllon no elenco. Num futuro próximo, com os quatro defensores à disposição de Tiago Nunes, a tendência é de que a diretoria empreste Marllon.

A ideia é ficar com o quarteto (Gil, Pedro Henrique, Bruno Méndez e Léo Santos) e mais dois zagueiros das categorias de base - ou do Sub-20 ou que estouraram idade para defender o time comandado por Dyego Coelho. Raul Gustavo, que já treinou com os profissionais, é o mais cotado para ser o "quinto elemento".

Em tempo: Yago, que passou por cirurgia, renovará contrato por seis meses para se recuperar 100%. Tiago Nunes, porém, não conta com esse defensor para o restante da temporada.

Veja mais em: Pedro Henrique, Marllon, Léo Santos, Bruno Méndez, Tiago Nunes, Gil, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians enfrenta o Palmeiras neste sábado pelo Brasileirão

    Confira a única maneira de assistir ao clássico entre Corinthians e Palmeiras na TV

    ver detalhes
  • Empresa BF2 tem três ações contra o Corinthians por dívidas antigas

    Corinthians sofre triplo pedido de penhora da mesma empresa; valor é milionário

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade falou sobre a possibilidade do Corinthians contratar novos jogadores

    Roberto de Andrade fala sobre reforços para segundo semestre e critica mercado

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu para o Magnus, no Parque São Jorge

    Corinthians demonstra reação no final, mas não consegue evitar derrota para o Magnus na LNF

    ver detalhes
  • Corinthians, de Fagner e Gil, tenta uma vitória no Allianz Parque

    Corinthians visita o Palmeiras para tentar iniciar recuperação na temporada; saiba tudo sobre o jogo

    ver detalhes
  • Técnico Sylvinho é quem tem a missão de comandar o Corinthians no torneio

    Mais da metade da torcida do Corinthians vê clube brigando contra o rebaixamento no Brasileiro

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x