Em noite de Fischer à la Curry, Corinthians abre 2020 no NBB com vitória sobre o São José

10 mil visualizações 40 comentários Comunicar erro

Ricardo Fischer foi o destaque corinthiano na noite desta terça-feira, no Parque São Jorge

Ricardo Fischer foi o destaque corinthiano na noite desta terça-feira, no Parque São Jorge

Beto Miller/Ag. Corinthians

Corinthians 103 X 92 São José Basketball

NBB 2019
14 de janeiro de 2020, 20:00
Corinthians 103 x 92 São José Basketball
Wlamir Marques

O Corinthians recebeu o São José na noite desta terça-feira, no Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, e conquistou uma importante vitória pela 16ª rodada do NBB. Com grande atuação de Ricardo Fischer, autor de 31 pontos em um show das bolas de três, o Timão derrotou a equipe do Vale do Paraíba por 103 a 92.

Depois de uma sequência complicada de jogos como mandante, emplacando doídas derrotas para o Botafogo, duas vezes, na decisão da Liga Sul-Americana, e para o Flamengo, pelo NBB, o embate serviu para os corinthianos "lavarem a alma" e seguirem rumo a uma melhor classificação no torneio.

Escalação: para iniciar a partida, o treinador Bruno Savignani escalou o quinteto do Timão com Fischer, Fuller, Wesley, Robinson e Johnson.

Além da pontuação, chamou atenção a "explosão" de Fischer da linha dos três pontos. Ele acertou sete arremessos de dez tentados dali durante a meia hora em que esteve em quadra, marca que deixaria até o craque Stephen Curry, do Golden State Warriors, da NBA, orgulhoso. Fuller, com 12 pontos no último quarto, ajudou a controlar uma possível reação do adversário, que teve em Morillo, com 21, e Rafael, com 18, seus principais nomes.

Como foi o jogo?

Primeiro quarto – Corinthians 34 x 22 São José

O primeiro quarto foi marcado por um jogo de ataques dominantes frente a defesas que pouco conseguiram fazer para parar as movimentações adversárias. A eficiência dos times, já na segunda metade da parcial, beirava os 70%, número quase impossível no basquete profissional.

Tirando Felipe Vezaro, que não conseguiu achar o seu ritmo nas bolas de três pontos, todos os corinthianos colocados em quadra por Bruno Savignani mostraram eficiência para colocar a bola na cesta adversária.

Fischer e Wesley, com oito pontos cada um, comandaram as ações alvinegras, acertando uma porcentagem combinada de quatro bolas de três em cinco tentadas. Tracy Robinson, com quatro pontos e quatro assistências, também causou bastante impacto no jogo.

O problema era que, do outro lado, Mariani parecia imparável até restarem três minutos de jogo. Com algumas mudanças na rotação, Douglas Santos e Pecos melhoraram a intensidade defensiva corinthiana e conseguiram construir uma vantagem na casa dos dois dígitos para o quarto seguinte.

Segundo quarto – Corinthians 52 x 41

Como era de se esperar, os donos da casa "esfriaram" no segundo quarto e passaram a não acertar tanto as bolas de três. Fischer, que testou o bom início em dois contra-ataques, acabou achando apenas a lateral do aro e passou a trabalhar mais a bola.

Ainda assim, o armador viu seu aproveitamento cair para a casa dos 30% e acabou assistindo Pecos atuar na hora de encerrar o quarto. Nesbitt também ganhou mais minutos e deu força ao garrafão corinthiano, compensando os erros de três.

Mais equilibrada, a parcial não viu nem um dos times alcançar a marca dos 20 pontos. Méritos ao Timão por conseguir controlar a vantagem e ir para a o segundo tempo ainda com segurança no placar.

Terceiro quarto – Corinthians 78 x 67 São José

O Corinthians recomeçou o jogo com Nesbitt comandando o garrafão na vaga de Johnson, única diferença em relação à equipe do início da partida. A mão quente da vez foi de Tracy Robinson, que acertou duas bolas de três logo no começo para acalmar a tentativa de reação do time do interior.

Toda cesta do São José era seguida por uma do Corinthians, evitando que o duelo ficasse mais complicado para os donos da casa. Fischer, mais calmo para escolher os arremessos, voltou a derrubar bolas de três e retomou o controle do jogo.

Alguns erros de leitura defensiva e um garrafão mais preenchido pelo São José, no entanto, mantiveram os interioranos no jogo. A vantagem seguiu em dois dígitos apenas por uma grande jogada de Nesbitt, conseguindo cesta e falta nos segundos finais.

Quarto quarto - Corinthians x São José

O começo da última parcial foi exatamente o que temia uma torcida traumatizada pelas últimas derrotas como mandante. Em pouco mais de um minuto, o São José conseguiu uma sequência de 7 a 0 sobre os corinthianos, motivando um tempo técnico de Bruno Savignani para acertar sua equipe.

A primeira jogada após o tempo, porém, foi uma falta de ataque de Nesbitt em bloqueio ilegal, aumentando o nervosismo dos anfitriões. Coube a Fuller, com cinco pontos seguidos, acalmar a galera e retomar as rédeas do confronto por um breve período. Foi só quando Humberto, livre, matou uma de três pontos, que a torcida voltou a se levantar no ginásio.

Com a diferença de volta à casa dos dois dígitos, o Timão conseguiu trabalhar melhor as jogadas e distribuir bem a pontuação até o apito final da partida, fechando o triunfo na casa do 103 a 92.

Agenda alvinegra

O Timão volta a entrar em quadra pelo NBB daqui exatamente uma semana. Na próxima terça-feira, às 20h, a equipe visita a Unifacisa, na Arena Unifacisa, em Campina Grande, na Paraíba.

Veja mais em: Basquete.

Quem Atuou

Jogadores

  • Ricardo Fischer

    Ricardo Fischer

    Pontos: 31
    Rebotes: 0
    Assistências: 3
    Tempo em quadra: 32m06s

  • Tracy Terrell Robinson

    Tracy Robinson

    Pontos: 11
    Rebotes: 1
    Assistências: 5
    Tempo em quadra: 26m57s

  • David Ahmad Nesbitt

    Nesbitt

    Pontos: 13
    Rebotes: 8
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 26m40s

  • Kyle Alejandro Fuller

    Fuller

    Pontos: 16
    Rebotes: 0
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 22m05s

  • Wesley de Castro Ferreira

    Wesley

    Pontos: 10
    Rebotes: 4
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 21m52s

  • Humberto Luis Gomes da Silva

    Humberto

    Pontos: 5
    Rebotes: 8
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 18m31s

  • Felipe André Vezaro

    Felipe Vezaro

    Pontos: 0
    Rebotes: 0
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 17m26s

  • Anthony Laveal Johnson

    Anthony Johnson

    Pontos: 7
    Rebotes: 6
    Assistências: 6
    Tempo em quadra: 13m56s

  • Arthur Pecos Fernandes da Silva

    Arthur Pecos

    Pontos: 7
    Rebotes: 1
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 11m51s

  • Douglas dos Santos Silva

    Douglas Santos

    Pontos: 3
    Rebotes: 1
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 8m36s

Comente a notícia: