Só ataque? Gabriel expõe importância de não sofrer gols em decisão na Libertadores: 'Pode complicar'

1.5 mil visualizações 37 comentários Comunicar erro

Gabriel pede atenção ao sistema defensivo do Corinthians para a decisão de quarta-feira

Gabriel pede atenção ao sistema defensivo do Corinthians para a decisão de quarta-feira

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Sem tempo para lamentar a derrota por 1 a 0 para a Internacional de Limeira, na Arena Corinthians, a equipe alvinegra volta suas atenções para a Pré-Libertadores. Na próxima quarta-feira, às 21h30, o Timão recebe o Guaraní-PAR para tentar avançar à próxima fase do torneio sul-americano.

Em entrevista concedida logo após o duelo deste domingo, o volante Gabriel ressaltou a importância de não sofrer gols contra os paraguaios, já que o Corinthians precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença para garantir a classificação.

"A gente sabe que é um jogo que nós temos que propor a partida, se tomar um gol pode acabar complicando. Então nós temos que estar realmente fortes, bem concentrados, bem posicionados em campo. Hoje eles fizeram um gol, talvez num detalhe que nós erramos, estávamos um pouco expostos no contra-ataque, né? Mas isso faz parte. Melhorar esses detalhes para não dar contra-ataque para os adversários e nós podermos ter um volume de jogo grande para poder vencer", detalhou.

Vale ressaltar que os corinthianos saíram em desvantagem ao perder por 1 a 0 em Assunção, no último dia 5.

Leia também:
Titular na Libertadores? Piton prega cautela e quer Corinthians 'em cima' do Guaraní
Corinthians divulga primeira parcial de ingressos vendidos para decisão contra o Guaraní
Torcida do Corinthians distribui notas baixas e lateral é o pior de revés na Arena; volante se salva

Assim como deve acontecer na quarta-feira, o Corinthians se deparou com uma defesa bem posicionada e teve dificuldades para chegar em boas condições de finalizar na meta adversária. Questionado sobre o tema, Gabriel contou o que o time de Tiago Nunes deve fazer para conseguir balançar as redes na principal competição da América do Sul.

"Acho que a gente não pode pensar muito no Guaraní-PAR, e sim em nós, para a gente fazer nossa melhor preparação, estar com o psicológico muito forte. Tenho certeza que a torcida vai lotar, vai nos apoiar, como foi hoje, como nos apoiou do começo ao fim. E quarta-feira nós vamos, realmente, vir para uma decisão, para uma guerra, para poder reverter essa situação. Como eu disse, primeiro jogo lá, um a zero para eles, e agora tem o segundo jogo aqui na nossa casa", concluiu.

Veja mais em: Gabriel e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Malcom se mostra otimista por sequência do Corinthians em 2020

    Ao Meu Timão, Malcom detalha pandemia na Rússia e diz ser questão de tempo para Corinthians engrenar

    ver detalhes
  • Araos é um dos pedidos de contratação de Sampaoli, do Atlético-MG

    Meia corinthiano entra na mira do Atlético-MG a pedido de Sampaoli, diz portal

    ver detalhes
  • Gabriel Strefezza jogou no Corinthians até chegar na categoria Sub-20

    Ex-Corinthians que faz sucesso na Itália relembra formação nas categorias de base do clube

    ver detalhes
  • Os gols mais emocionantes da Arena Corinthians na visão de quem estava lá

    VÍDEO: Os gols mais emocionantes da Arena Corinthians na visão de quem estava lá

    ver detalhes
  • [Rafael Castilho] Como você faz falta, Corinthians!

    ver detalhes
  • Neto voltou a falar sobre possível demissão de Tiago Nunes

    Neto afasta retorno de Mano do Corinthians, mas volta a citar Tiago Nunes pressionado

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: