Jô marca no último lance, mas Corinthians é superado nas penalidades e perde título do Paulistão

29 mil visualizações 1.122 comentários

Corinthians perde para Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, e não conquista tetracampeonato do Paulistão

Corinthians perde para Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, e não conquista tetracampeonato do Paulistão

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Palmeiras 1 X 1 Corinthians

Paulista 2020
08 de agosto de 2020, 16:30
Palmeiras 1 x 1 Corinthians
Allianz Parque

O Corinthians não conseguiu conquistar o inédito tetracampeonato estadual. Na tarde deste sábado, a equipe alvinegra perdeu para o Palmeiras nas penalidades (após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar), no Allianz Parque, pela final do Campeonato Paulista e não ficou com o desejado troféu.

O Timão pouco criou chances durante os 90 minutos e viu o arquirrival abrir o placar com o atacante Luiz Adriano, no início do segundo tempo. No último lance da partida, aos 52 minutos, Jô fez o único tento corinthiano no Dérbi e empatou o embate na capital paulista.

Como a ida terminou com empate sem gols, na Arena, em Itaquera, a decisão foi para as penalidades, onde o Palmeiras levou a melhor e venceu o Corinthians por 4 a 3.

Próximo compromisso

  • O Corinthians volta a entrar em campo na próxima quarta-feira. Às 19h15, o time alvinegro visita o Atlético-MG, no Independência, em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Em tempo: o primeiro confronto corinthiano na competição nacional, contra o Atlético-GO, foi adiado por conta da final do Paulistão.

Escalações

O técnico Tiago Nunes repetiu a mesma formação que havia utilizado nos três últimos jogos do Corinthians (4-2-3-1), com Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos; Gabriel e Éderson; Ramiro, Luan e Mateus Vital; Jô.

Escalação provável

Meu Timão

Por outro lado, o técnico Vanderlei Luxemburgo escalou o Palmeiras com: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, G. Gómez e M. Viña; Patrick de Paula e Gabriel Menino; Zé Rafael, Ramires e Willian; Luiz Adriano.

Como foi a decisão

Primeiro tempo

O Dérbi decisivo começou bastante movimentado no Allianz Parque. Em jogo aberto e equilibrado, o Palmeiras teve a principal chance do primeiro tempo logo aos sete minutos.

Mesmo caído, Zé Rafael conseguiu rolar para Willian, que, dentro da pequena área, chutou e obrigou o corinthiano Cássio a fazer uma grande defesa.

O Corinthians não demorou para responder. Aos nove, Luan cobrou escanteio e viu Jô mandar de cabeça para fora. A bola passou rente a trave direita do palmeirense Weverton.

A equipe de Tiago Nunes até chegou a balançar as redes com Jô na metade da etapa inicial, mas o árbitro assinalou impedimento e invalidou o tento alvinegro.

Após esse lance os times passaram a se defender mais e pouco criaram chances perigosas. Com 36 minutos, outra cabeçada de Jô após cobrança de escanteio do camisa 7 do Timão tirou tinta da meta alviverde.

Aos 44, Ramiro recebeu de Fagner, avançou e arriscou de fora da área. No entanto, o chute saiu sem força e Weverton não teve dificuldades para agarrar a bola.

Já nos acréscimos, Fagner puxou rápido contra-ataque e rolou para Ramiro, que tocou para Mateus Vital. O camisa 22 do Corinthians mandou por cima do gol adversário.

Com isso, as equipes foram para os vestiários com empate sem gols no placar, assim como aconteceu no primeiro confronto pela final do Paulistão.

Segundo tempo

Com um desempenho instável no setor ofensivo, o técnico Tiago Nunes promoveu a entrada de Everaldo no lugar de Vital durante o intervalo. Assim, o Corinthians retornou para a etapa final com um atleta de velocidade e profundidade no ataque.

O Palmeiras abriu o placar aos três minutos. O lateral Viña teve bastante espaço para cruzar na cabeça de Luiz Adriano, que subiu mais que Gil e Avelar e mandou para o fundo das redes, sem chances para Cássio.

Tiago Nunes realizou outras duas alterações aos 13 minutos. Cantillo e Araos entraram nos lugares de Gabriel e Ramiro, respectivamente. Dez minutos depois, Fagner contundiu o tornozelo direito, deixou o campo e deu lugar para Michel Macedo.

Como as substituições não deram resultado em campo, o treinador do Timão colocou Sidcley na vaga de Carlos Augusto aos 34.

No último lance da finalíssima, aos 52 minutos, Gustavo Gómez cometeu pênalti claríssimo em Jô. O mesmo camisa 77 foi para a bola e empatou o Dérbi no Allianz Parque. Após o tento, o árbitro encerrou a partida e a decisão foi para as penalidades.

Penalidades (3) x (4)

  • Corinthians: Michel Macedo (perdeu), Danilo Avelar (converteu), Victor Cantillo (perdeu), Sidcley (converteu) e Jô (converteu).
  • Palmeiras: Bruno Henrique (perdeu), Raphael Veiga (converteu), Gustavo Scarpa (converteu), Lucas Lima (converteu) e Patrick de Paula (converteu).

Veja mais em: Dérbi e Campeonato Paulista.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia: