Sylvinho comenta sobre calendário do Corinthians em 2022 e expectativas para a nova temporada

1.4 mil visualizações 40 comentários

Por Giovanna Monteiro e Vitor Chicarolli

Técnico do Corinthians falou sobre a temporada que se aproxima

Técnico do Corinthians falou sobre a temporada que se aproxima

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O técnico Sylvinho participou de uma entrevista coletiva na última sexta-feira, no CT Dr. Joaquim Grava. Entre os diversos assuntos abordados pelos jornalistas, o comandante falou sobre o calendário do Corinthians em 2022 e as expectativas para a nova temporada.

"Para o nosso calendário, 70 jogos é jogo, hein... Temos que nos esforçar para buscar melhores condições de campeonato, porque isso melhora o jogo, os jogadores, o público. Muitas coisas são boas, mas o calendário é desafiador. Precisamos de ideias para crescer na performance, no jogo, e que todos desfrutem. Temos atletas extraordinários, e quanto mais descansados eles estiverem, melhor. Quanto mais descansados estiverem, melhores condições teremos no jogo. São extraordinários”, disse Sylvinho.

“Quando cheguei, havia muitos jovens, mas ainda sem projeção e um grupo que já tinha desfrutado do melhor que esse clube já disputou. Unificamos esse pilar. Todos são importantes. Vamos continuar trabalhando dessa maneira. Tanto os mais experientes, de lastro, são importantes, e os jovens também. É desafiador, mas vamos levar. Só vamos jogar o Paulista em dois meses. Impossível iniciar os mesmos 11, haverão trocas naturais, cartão, micro-lesão, Covid... Unificar o grupo e entender sempre com o melhor time, equilibrado”, completou.

A estreia do Timão na temporada de 2022 está marcada para esta terça-feira, às 21h, na Neo Química Arena. Na ocasião, o time do Parque São Jorge enfrenta a Ferroviária pelo primeiro jogo do Paulistão. A competição estadual, aliás, será a única disputa até o dia 3 de abril. Três dias depois, se inicia a fase de grupos da Libertadores. No entanto, os adversários e as datas só serão divulgadas em março. O Brasileirão, por sua vez, tem início no dia 10 de abril.

Atualmente, os comandados de Sylvinho realizam a pré-temporada. Até então, foram dois jogos-treinos contra Inter de Limeira e Audax. No primeiro, Du Queiroz anotou um gol e foi responsável pela vitória por 1 a 0. O volante repetiu o feito no segundo, e Róger Guedes garantiu o triunfo por 2 a 1. Dito isso, o técnico falou sobre o início das atividades em 2022 e o que o torcedor pode esperar de sua equipe.

Como estar no auge na estreia depois de dez treinos e dois amistosos? Sem fugir das responsabilidades, vamos com o que temos de melhor. O Corinthians é para ganhar, mas vamos ter que superar obstáculos, calor, campo, ritmo de jogo, rival se preparando, Paulista difícil. Parte todo mundo do zero. Nível de qualidade temos a mais por ser Corinthians e ter plantel qualificado, mas não é simples responder nos primeiros jogos", declarou.

“O mais desafiador é conseguir descansar esse cara no meio de tudo isso. Vou consultar o cone para ver se está no lugar certo. É tudo uma questão de detalhes. A gente chega bem cedo no clube. Não sou apenas eu. É suor. É a vida. Gosto das coisas em ordem, que estejam funcionando, sou metódico, horário, fazer as coisas bem feitas. Ter uma relação ótima com o grupo dos atletas. Ser ex-atleta permite saber navegar. Hoje sou treinador, tem momentos que são deles. É gostoso essa parte”, completou.

Na sequência, o treinador foi questionado se o Corinthians pode competir de igual para igual com times como Flamengo, Atlético Mineiro e Palmeiras. Na resposta, Sylvinho ressaltou a importância de conseguir uma vaga direta para a fase de grupos da Libertadores, feito realizado pelo time da Zona Leste em 2021. Todavia, evitou fazer projeções futuras.

"Ortega, você tá me enrolando né? (risos). Você está jogando pra uma projeção de abril, maio, junho... (risos). A construção de um clube, e entendo que fizemos uma construção extraordinária. Entrar depois de quatro anos em grupo de Libertadores... as prés nos dão dor de cabeça. É difícil projetar, eu não sei como vamos chegar em abril, maio, mas o que sei é que estamos trabalhando de uma forma muito boa. Tudo que está sendo feito, está sendo feito com suor, trabalho, sangue”, afirmou.

“Os atletas têm entendido, o ambiente é bom, agora, claro, vivemos de resultados, conquistas e de crescimento. Tem que crescer, performar e fazer. Algumas exibições, inclusive em casa, foram muito boas. Contra o Fortaleza nos superamos muito e só no final conseguimos o gol, mas tivemos méritos de construção. Que lugar vamos? Vamos ver em abril. Não dá para enganar ninguém. Vamos esperar chegar abril para saber onde estamos", finalizou.

Veja mais em: Sylvinho e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Ramiro está emprestado ao Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos; clube de Dubai terá de pagar US$ 4 milhões para ficar com o meio-campista

    Corinthians deve ter a volta de seis emprestados em junho, mas apenas três têm chance de ficar no CT

    ver detalhes
  • Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

    Conmebol multa Boca por racismo; valor é menor que pena ao Corinthians por propaganda no banco

    ver detalhes
  • Vítor Pereira foi anunciado há exatos três meses pelo Corinthians; seu primeiro jogo, porém, aconteceu dias depois

    Vítor Pereira completa três meses de Corinthians com 52.63% de aproveitamento; relembre trajetória

    ver detalhes
  • Caio Mello não faz mais parte do quadro de funcionários do Corinthians

    Fisioterapeuta deixa o Corinthians após mais de 13 anos

    ver detalhes
  • Abimael, à direita, assinou com o Corinthians por dois anos

    Corinthians acerta contratação de lateral-esquerdo ex-Palmeiras para o Sub-20

    ver detalhes
  • Fagner correu ao redor do gramado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava

    Fagner inicia transição e elenco do Corinthians faz treino em casa após empate no Majestoso

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x