Um adversário perfeito para quinta-feira

Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

ver detalhes

Um adversário perfeito para quinta-feira

Coluna do Jorge Freitas

Opinião de Jorge Freitas

9.4 mil visualizações 92 comentários Comunicar erro

Um adversário perfeito para quinta-feira

Corinthians x Fluminense

Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

Acabo de acompanhar a derrota do Fluminense em casa para o combalido CSA pelo Campeonato Brasileiro. Num domingo sem Corinthians, resolvi tirar a tarde para ver e analisar o próximo adversário do Timão na Sul-Americana. Com cerca de 30 finalizações, a equipe de Fernando Diniz é um time com uma ideia de jogo definida, mas extremamente fácil de ser derrotada.

Com um camisa 10 que mais anda do que corre e parece ter receio de chutar ao gol, o Flu não conseguiu quebrar o bloqueio defensivo do CSA (que, como todos sabemos, não é e nunca foi um primor), sempre tentando jogadas pelo meio e pecando pela péssima pontaria de seus atacantes. Além disso, com buracos no esquema tático, o time fica sempre exposto na defesa e o goleiro não garante segurança para ninguém, fatores que somados representam a péssima campanha do clube no Brasileirão (é apenas o 17 colocado).

Ou seja, para vencer o Fluminense, Carille certamente já sabe que precisa fazer uma marcação forte, fechar a defesa e sair em velocidade com dois pontas habilidosos, além de um centroavante e um meia que acompanhem a equipe no contra-ataque. Com essa estratégia, o Timão não deve sofrer para vencer as incapacidades de um time que mais leva gol do que faz, mesmo que carregue contigo a fama de ser ofensivo.

Aliás, é provável que veremos Pedrinho e Clayson puxando lances no 1 contra 1 com bastante frequência na próxima quinta e que o excesso de jogadas pelo meio deve consagrar ainda mais Gabriel, em ótima fase e cada vez mais titular (lembram quando falei que o Ralf deveria sair do time?), e o miolo de zaga, cada vez mais sólido.

Não sabemos ainda se Diniz seguirá no Fluminense para enfrentar o Timão, mas é fato que clube carioca chega num momento terrível e não teria adversário pior que enfrentar o esquema de jogo de Fábio Carille, que deve bloquear com facilidade qualquer jogada armada pelo treinador do clube do Rio. A paciência da torcida já está no fim e ninguém dentro do clube é capaz de garantir o treinador por mais um dia sequer.

Em resumo, Fernando Diniz tem uma boa ideia de prática de futebol, mas desde que fique bem longe do meu time, e, se nada mudar até quinta-feira, o Corinthians é bem favorito para avançar às semifinais da Sul-Americana 2019.

(Em tempo: na versão inicial, Everaldo estava como uma opção a Carille, mas, conforme lembrado pelos leitores, já entrou em campo exatamente pelo Fluminense na Sula, e por isso não estará à disposição. Falha minha).

Veja mais em: Elenco do Corinthians e Copa Sul-Americana.

Coluna do Jorge Freitas

Por Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

O que você achou do post do Jorge Freitas?