Estamos bem servidos de goleiro

Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

ver detalhes

Estamos bem servidos de goleiro

Coluna da Julia Raya

Opinião de Julia Raya

1.7 mil visualizações 24 comentários Comunicar erro

Estamos bem servidos de goleiro

Cássio, Walter e Caíque durante treino no CT Joaquim Grava

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Durante o dia de hoje, chamou a atenção uma possível reviravolta na situação de Walter no Corinthians. Como já sabemos, o vínculo entre Walter e o time alvinegro se encerra no fim dessa temporada e o clube avisou, há um tempo, que não deve ser prolongado.

Desde o mês de junho, portanto, o goleiro tem permissão para assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe, mas pode ser que ele opte, na verdade, por prolongar seu vínculo com o Timão.

A permanência de Walter só agregaria ao grupo e deixaria qualquer corinthiano feliz. Desde 2013, ano em que o arqueiro chegou ao clube, a posição do goleiro reserva não é um problema para a Fiel - e desde 2016 menos ainda, quando Caíque foi promovido ao elenco profissional.

Cássio é titular incontestável no elenco desde 2012, já foi convocado para defender a Seleção em Copa do Mundo e foi campeão recentemente da Copa América. Mas Walter nunca deixou a desejar. Todas as vezes que Cássio se machucou, desfalcou o time por convocações ou qualquer outro motivo, o camisa 27 entrou em campo e fez seu trabalho como se fosse o titular. E ele mereceu muitas vezes ser, mas Cássio não deu a brecha.

E Caíque não está muito atrás na disputa. O jovem veio da base e, no momento, atua pela equipe Sub-23, mas foi relacionado por Carille para os amistoso de intertemporada. E entrou muito bem em todos eles, com defesas dignas de um goleiro titular.

A questão é: o Corinthians está bem servido de goleiros. A saída de Walter seria uma grande perda técnica para o elenco, mas em seis anos de clube a Fiel criou um carinho tão grande por ele, que deixar o Parque São Jorge não causaria ressentimentos. Além disso, estamos bem servidos com Caíque.

Com certeza vê-lo atuando com o manto do Timão é muito melhor para nós, mas ainda não sabemos por quanto tempo mais isso vai durar. Vamos ter que aguardar o desfecho dessa história.

Veja mais em: Cássio, Walter e Caíque França.

Coluna da Julia Raya

Por Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

O que você achou do post da Julia Raya?