Era uma vez Corinthians e Tiago Nunes...

Lucas Faraldo

Escrevendo sobre o Corinthians desde 2014

ver detalhes

Era uma vez Corinthians e Tiago Nunes...

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Opinião de Lucas Faraldo

7.5 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Era uma vez Corinthians e Tiago Nunes...

Mano Menezes começou era no Corinthians que se encerrou com Fábio Carille

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A contratação de Tiago Nunes pelo Corinthians é histórica independentemente do quão bem ou mal sucedida se desenhe no decorrer de 2020. E são dois (e simples) os motivos – cada um com seu protagonista: o técnico ex-Athletico-PR e o próprio clube do Parque São Jorge.

Em relação ao treinador, Tiago Nunes dá um salto inédito na carreira. Por mais que muitos torcedores do Athletico digam não entender a troca, ela é sim totalmente compreensível.

Ainda que o Corinthians esteja em crise e tenha elenco de qualidade questionável enquanto o Athletico é o atual campeão da Sul-Americana e da Copa do Brasil com alguns dos principais jogadores do futebol brasileiro... O Corinthians é o Corinthians; o Athletico, o Athletico. Para fins de vitrine, tem sido assim por décadas e demorará para mudar (se mudar).

Tiago Nunes tem um estilo de jogo que o difere (e muito) da média dos treinadores brasileiros. Por isso não é difícil projetá-lo agora como protagonista em rodas de discussões e debates em programas esportivos e opção de mercado para clubes internacionais e eventualmente até seleções num futuro relativamente distante. Ele sabe disso. E vê o Corinthians como novo passo num projeto de carreira a longo prazo. Foi assim recentemente com Tite aqui mesmo no Timão e pode estar sendo com Renato Gaúcho no Grêmio.

Mas calma lá! Muito antes de pensar em diferentes voos para Tiago Nunes, é necessário pensar em seu trabalho à frente do Corinthians. Essa, afinal, é a bola da vez em sua carreira – e certamente seu maior (e de maior visibilidade) desafio profissional.

E tal desafio é por si só, já em tese, um marco na história corinthiana. Afinal de contas, o estilo "propositivo" de Tiago Nunes é um ponto final à era mais vitoriosa dos 109 anos do Timão. Mano Menezes, Tite e Fábio Carille, em diferentes graus e variáveis, tinham uma mesma filosofia – que, apesar de render mais com uns e menos com outros, sempre rendeu.

Bem verdade que lá em meados de março e abril do ano que vem é possível que a cabeça de Tiago Nunes seja pedida pela torcida. Se foi assim com Tite em 2011, com Mano em 2014 e com o próprio Carille agora em 2019, não há, afinal, como garantir que o trabalho do ex-athleticano encaixará bem e rápido num time que há tanto tempo vem de outra filosofia.

Fato é que por mais ou menos que dure o relacionamento entre Corinthians e Tiago Nunes, será histórico tanto para um quanto para outro. E que história comece! Era uma vez...

Veja mais em: Fábio Carille, História do Corinthians, Títulos do Corinthians, Mercado da bola, Contratações do Corinthians e Tiago Nunes.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?