Ano milionário do Corinthians

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Ano milionário do Corinthians

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

15 mil visualizações 97 comentários Comunicar erro

Ano milionário do Corinthians

Fiel comemora o bom início de 2019

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O diretor financeiro do Corinthians, Matías Romano Ávila, tinha dado a letra no final do ano passado: 2019 seria um ano grandioso para o clube.

Não falou de resultados, claro. Nenhum dinheiro do mundo, nenhuma grande contratação garante títulos.

Mas o Corinthians está se arrumando financeiramente. De um clube quebrado, o Corinthians vai se tornando um clube que respira.

Não é ainda um Flamengo, que fez a lição de casa direitinho nos últimos anos, e também ainda não tem um parceiro que injete dinheiro sem esperar retorno, como o rival.

Cabe dizer sobre o Flamengo também que eles não tem um estádio para pagar.

O Corinthians, segundo o diretor financeiro, paga R$6 milhões mensais do estádio.

São R$64 milhões ao ano (durante dois meses o clube negocia para pagar ‘apenas’ R$2 milhões).

Ainda segundo o dirigente, a folha salarial mensal do futebol custa aproximadamente R$13 milhões ao mês. Com encargos, são R$190 milhões ao ano.

O clube receberá quase R$70 milhões de patrocínio de camisa com o anúncio de hoje.

E o principal dinheiro vem da nova divisão de cota da televisão, que pode render ao Corinthians mais de R$270 milhões ao ano.

Com a venda de jogadores, mesmo que o clube contrate (como está contratando) muitos reforços, tem tudo para dar lucro em 2019.

É um início. A partir deste ano o Corinthians tem tudo para voltar a ser gigante também nas finanças.

Veja mais em: Ações de marketing.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?