Os 30 campeões da Copa do Mundo que já passaram pelo Corinthians

Pergunte ao almanaque

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

ver detalhes

Os 30 campeões da Copa do Mundo que já passaram pelo Corinthians

4.4 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Os 30 campeões da Copa do Mundo que já passaram pelo Corinthians

Ronaldo, o 'Fenômeno', se prepara para executar o Santos, em 2009: ele é um dos 30 campeões mundiais que já defenderam o Timão

Foto: Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians

A pergunta do João Sousa, de Curitiba (PR), é sobre quantos e quais jogadores campeões da Copa do Mundo já passaram pelo Timão.

Faça como ele! Nós, aqui, vamos continuar respondendo as dúvidas dos internautas do site Meu Timão sobre história, estatísticas ou qualquer outro tipo de curiosidade ligada ao Corinthians, como essa.

A base para as respostas será sempre o Almanaque do Timão, trabalho que desenvolvo há mais de 20 anos sobre todos os jogos, jogadores e técnicos do nosso time desde 1910. Ele virou livro em 2000, foi reeditado em 2005 e agora existe na forma do APLICATIVO ALMANAQUE DO TIMÃO, para smartphones e tablets, que pode ser baixado (de graça!!!) via Apple Store ou Google Play. Nos dias (e noites) de jogos, esse aplicativo oficial do Corinthians continua sendo atualizado on line.

CELSO UNZELTE

Celso, primeiramente parabéns pelos anos de pesquisas incansáveis sobre o Timão.

Minha sugestão é a seguinte: quantos jogadores campeões mundiais (Copa do Mundo) já passaram pelo Corinthians?

Abraço!

João Sousa

@joao.sousa8

Oito jogadores foram campeões mundiais pela Seleção Brasileira enquanto defendiam o Corinthians.

Na primeira vez em que o Brasil ganhou uma Copa, na Suécia, em 1958, havia dois atletas do Timão entre os convocados: o goleiro titular, Gilmar, e o lateral-esquerdo Oreco, reserva de Nílton Santos.

Na campanha do bi do Brasil, no Chile, em 1962, não havia nenhum corinthiano (Gilmar já tinha se transferido para o Santos). Mas em 1970, o ano do tri mundial, no México, havia Rivellino, entre os titulares, e o goleiro Ado, reserva de Félix.

Quando o Brasil foi tetracampeão mundial, ganhando a Copa disputada nos Estados Unidos, em 1994, nos pênaltis, a maioria dos jogadores já atuava em clubes do exterior. Mesmo assim, entre eles havia um corinthiano: Viola. Reserva do ataque formado por Bebeto e Romário, ele chegou a entrar em campo na final, no segundo tempo da prorrogação, e deu um calor danado na defesa da Itália.

Finalmente, a campanha do penta, em 2002, na Coreia do Sul e no Japão, foi aquela que contou com o maior número de corinthianos (todos reservas): o goleiro Dida, o volante Vampeta e o meia Ricardinho.

Contando os jogadores que ganharam a Copa antes ou depois de jogar no Timão, a lista dos jogadores corinthianos campeões mundiais sobe para 30 nomes.

1934 – Com o nome de “Guarisi”, o ponta-direita Amphilóquio Marques, o Filó, tornou-se o primeiro brasileiro campeão do mundo, jogando pela Itália, na primeira Copa disputada naquele país. Na época, ele defendia a Lazio, mas jogou também no Corinthians, tanto antes (de 1929 a 1931) quanto depois (em 1937).

1958 – Garrincha, ponta-direita, era do Botafogo, mas jogou depois no Corinthians, em 1966. Dino Sani, então no São Paulo, também jogou depois no Corinthians, de 1965 a 1968.

1962 – Além de Garrincha (que foi bi mundial), Jair Marinho, lateral-direito do Fluminense e reserva de Djalma Santos na conquista de 1962, jogou depois no Corinthians, entre 1965 e 1967. Jurandir, zagueiro do São Paulo e reserva do Brasil bicampeão mundial no Chile, havia passado rapidamente pelo Timão no ano anterior, 1961.

1970 - Na época daquela Copa, o lateral-direito Zé Maria, reserva de Carlos Alberto Torres (o capitão do Tri), ainda tinha seu passe preso à Portuguesa, mas estrearia pelo Timão em novembro daquele ano.

O zagueiro Brito, titular do Brasil no Tri mundial, era do Flamengo. Defenderia o Corinthians em 1974, ano em que o time perdeu a chance de voltar a ser campeão paulista depois de 20 anos, na final contra o Palmeiras.

Terceiro goleiro na Copa de 70, titular nas de 74 e 78 e novamente terceiro em 1986, Leão jogou no Corinthians em 1983, ano em que se sagrou bicampeão paulista.

Baldocchi, zagueiro do Palmeiras e reserva da Seleção do Tri, transferiu-se para o Timão no ano seguinte, 1971. Ficou até 1975.

Centroavante reserva em 70, Roberto Miranda, do Botafogo, também jogaria no Corinthians, de 1973 a 1976.

Paulo César, o “Caju”, disputou a Copa de 70 como jogador do Botafogo. Velho sonho corintiano, passaria rapidamente pelo clube em 1981.

Jonas Eduardo Américo, o Edu, ponta-esquerda do Santos de Pelé, participaria, depois, da campanha do histórico título corinthiano de 1977.

1994 – Logo depois da conquista do Tetra, o lateral-esquerdo titular Branco, que era do Fluminense, transferiu-se para o Timão, pelo qual chegou a ser vice-campeão brasileiro naquele mesmo ano.

Dunga, o capitão do Tetra, havia sido jogador do Corinthians entre 1984 e 1985.

Paulo Sérgio, atacante reserva, campeão mundial como jogador do Bayer Leverkusen, da Alemanha, havia sido revelado pelo Corinthians, onde jogou de 1988 a 1993.

Müller, também atacante reserva no Tetra, teve uma passagem pelo Corinthians entre 2000 e 2001.

Ronaldo, o “Fenômeno”, tetra mundial como reserva aos 17 anos e depois penta como titular em 2002, jogou no Timão de 2009 a 2011.

2002

Roberto Carlos, lateral-esquerdo titular do Brasil penta na Coreia do Sul e no Japão, era do Real Madrid, da Espanha. No Corinthians, jogaria entre 2010 e 2011.

Rivaldo havia jogado no Corinthians entre 1993 e 1994.

Os atacantes reservas Edílson (que em 2002 estava no Cruzeiro) e Luizão (então no Grêmio) haviam passado recentemente pelo Corinthians. O “Capetinha” de 1997 a 2000 e Luizão, de 1999 até o início daquele mesmo ano de 2002.

Zagueiro pentacampeão mundial como reserva, Anderson Polga jogou no Corinthians em 2012, sendo inclusive campeão do mundo pelo Timão também na reserva.

Game do Timão

Coluna do Celso Dario Unzelte

Por Celso Dario Unzelte

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

O que você achou do post do Celso Unzelte?