A falsa campanha do apito amigo deu resultado. E a diretoria do Corinthians tem culpa

Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

ver detalhes

A falsa campanha do apito amigo deu resultado. E a diretoria do Corinthians tem culpa

6.8 mil visualizações 165 comentários Comunicar erro

A falsa campanha do apito amigo deu resultado. E a diretoria do Corinthians tem culpa

Pedrinho jogou muito. Só foi parado na pancada, inclusive dentro da área

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Amigos e amigas fiéis:

Eles conseguiram. A sistemática campanha dos adversários do Corinthians começa a dar resultado.

Inconformados com a hegemonia de um time sem estrelas, endividado, mas com torcida incomparável, encontraram um jeito de nos derrubar.

A mentira repetida mil vezes se tornou verdade.

De tanto falarem, repetirem e amplificarem possíveis erros de arbitragem contra o Corinthians, o fenômeno colou na sociedade.

Até em jogo do Real Madri colocaram pitaco. Pênalti não marcado para o Bayern tornou o
time merengue o Corinthians da Europa.

Parece que eu combinei com o Gabriel. A lúcida entrevista do volante alvinegro foi um resumo do WhatsApp que enviei a um amigo jornalista durante o jogo, após o segundo escandaloso pênalti não marcado em Pedrinho.

1) O mantra repetido há anos deu resultado. A juizada tem medo de marcar a favor do
Corinthians. Pênalti, por exemplo, só se houver assassinato na área.

2) A alegação de que os erros pró Corinthians têm
repercussão infinita por causa da grsndeza midiática do clube, mostra-se falsa. Afinal, se assim fosse, os erros contra o Corinthians deveriam ter a mesma repercussão. E, claramente, não tem.

A situação se agrava porque, como já disse aqui este dono de Assessoria de Imprensa, que trabalha com isso,o Corinthians não rebate à altura essa falácia.

O Corinthians não tem comunicação institucional. Apenas assessor de imprensa para organizar entrevistas dos jogadores e do técnico.

Carille, aliás, deveria se manifestar. Denunciar o que está acontecendo.

Falando do jogo, apesar do empate, gostei do time, principalmente após a entrada de Jadson.

E Pedrinho demonstrou que estávamos certos.

Jogou muita bola, procurou o jogo, deu chapéu, sofreu dois pênaltis e, principalmente, mostrou preparo físico.

Dois minutos antes de ser substituído, alcançou um lançamento longo de Jadson, que estava mais para o zagueiro, e sofreu falta.

Resumindo: arrumem outra desculpa.

O moleque tem bola e tem caixa para ser titular.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Coluna do Roberto Gomes Zanin

Por Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria de imprensa, bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito.

O que você achou do post do Roberto Zanin?