Jogo irritante no Jardim Leonor

Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria, Bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito aos irmãos

ver detalhes

Jogo irritante no Jardim Leonor

5.0 mil visualizações 159 comentários Comunicar erro

Jogo irritante no Jardim Leonor

Faltou imitar um bambi.

Foto: Agência Corinthians

Amigos fieis:

O clássico contra o queridinho da mídia foi irritante por vários motivos.

Ok, jogamos fora de casa. Mas não me agradou a postura cautelosa do time no primeiro tempo.

Jogando em casa, qualquer time pequeno ganha moral quando o adversário fica recuado.

Irritante também o pé mole de vários jogadores. Quem veste o manto que já foi de Zé Maria e Ralf não pode perder dividida.

A atitude melhorou no segundo tempo, mas fomos penalizados com o gol do idiota.

O xarope que custou uma fortuna e enterrou o time dele na Libertadores imitou uma galinha.

Incomodados com o justo apelido de Bambi, dada à histórica tradição de frescura pó-de-arroz do clone do Jardim Leonor, a torcida modinha inventou esse apelido. Ridículo como tudo o que vem deles, comçando por chamar de Dios um botinudo imbecil chamado Lugano e por colocar o tal Mito acima do clube, que faz todos os caprichos do ex-goleiro.

Léo Jabá, que do banco viu a gracinha do zagueiro idiota, deveria ter feito um chifre em forma de Bambi na cabeça do Jô na hora do gol. Fica a sugestão para o próximo gol que fizermos nesse clube sem DNA.

E a nota triste fica para Casagrande. Casão, você foi meu ídolo, mas anda falando muita m., quer dizer besteira.

“Não se pode fazer mais nada em campo. Antigamente o jogador subia no alambrado e não acontecia nada”.

Ora, Casagrande. Não tem nada a ver uma coisa com outra. O zagueiro débil mental provocou a torcida adversária e mereceu a punição do árbitro, que, aliás, mais uma vez, prejudicou o Corinthians.

A entrada de W.Nem foi criminosa. Merecia vermelho.

Já dediquei muitas linhas a quem não merece.

Agora vamos a algumas conclusões.

Pablo é monstro.

Balbuena não dá.

Léo Príncipe não dá conta de substituir Fagner.

Precisamos de mais um BOM atacante de beirada de campo.

Jô tem feito o que se espera de um 9: gols importantes.

Pedrinho, mesmo sem o brilho de sempre, deu um passe de calcanhar que, se resultasse em gol, teria consagrado o garoto. Vai nos dar muitas alegrias.

Perguntas:

Quando Jadson vai estrear?

Rodriguinho voltou a ser Ruindriguinho?

Coluna do Roberto Gomes Zanin

Por Roberto Gomes Zanin

Jornalista, diretor da RZ Assessoria de imprensa, bicampeão do mundo. Não sou ligado a nenhuma corrente política do clube. Quero apenas o melhor para o Timão. Discorde à vontade, mas com o respeito.

O que você achou do post do Roberto Zanin?