O único adjetivo inquestionável: CORINTHIANO

Victor Farinelli

Victor Farinelli é um jornalista brasileiro e corinthiano residente no Chile, colabora como correspondente de meios brasileiros como Opera Mundi, Carta Capital, Revista Fórum e Carta Maior.

ver detalhes

O único adjetivo inquestionável: CORINTHIANO

Coluna do Victor Farinelli

Opinião de Victor Farinelli

3.0 mil visualizações 21 comentários Comunicar erro

O único adjetivo inquestionável: CORINTHIANO

Meu amor pelo Corinthians é e sempre será parte de mim, com a mesma intensidade

Foto: Arquivo Pessoal

Nunca me achei grande coisa. Há quem diga que sou um cara legal, mas muitos me acham chato pra caramba, ou um cara estranho.

Tento ser uma boa pessoa, dentro dos meus padrões de bondade, mas certamente há quem me ache péssimo. Mesmo nesta coluna, já recebi enormes elogios (talvez até exagerados) e críticas, e até gente pedindo minha censura ou banimento do site, por minhas opiniões políticas.

Faz parte da minha profissão, e da vida em si. Posso parecer inteligente pra alguns e um idiota pra outros. Bonito ou feio. Decente ou canalha. Enfim...

Nestes 41 anos e meio de vida, somente um adjetivo pode me descrever com precisão sem estar sujeito a qualquer questionamento: CORINTHIANO.

Meu amor pelo Corinthians é e sempre será parte de mim, com a mesma intensidade, neste dia em que o clube completa 110 anos de existência, ou nos dias em que não se comemora nada, em que só se desfruta o simples prazer de fazer parte do que o Coringão significa pra história do Brasil e sua gente mais sofrida.

AQUI É (E SEMPRE SERÁ) CORINTHIANS!!!

PARABÉNS A TODOS NÓS QUE COMPARTILHAMOS ESTA PAIXÃO

Veja mais em: História do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Victor Farinelli

Por Victor Farinelli

Victor Farinelli é um jornalista brasileiro e corinthiano residente no Chile, colabora como correspondente de meios brasileiros como Opera Mundi, Carta Capital, Revista Fórum e Carta Maior.

O que você achou do post do Victor Farinelli?