1 mês grátis na Dazn
Corinthians x Fluminense

Pela Copa Sul-Americana, o Corinthians enfrenta agora o Fluminense

Acompanhe ao vivo
O melhor futebol do mundo

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

O melhor futebol do mundo

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

69 mil visualizações 111 comentários Comunicar erro

O melhor futebol do mundo

Futebol de emoção, debaixo de chuva.

Foto: Arquivo pessoal

Vale duas horas e meia de trajeto, em dia chuvoso na metrópole dos congestionamentos.

Vale a aventura de buscar um lugarzinho para estacionar.

Vale afundar o pé na lama e caminhar sob a cachoeira de São Pedro.

Porque o melhor futebol do mundo pode ser aqui mesmo, neste nosso Brasil do 7 a 1, numa quinta-feira gorda, em um jogo de juniores, na periferia de Barueri.

O melhor futebol do mundo reúne duas das maiores torcidas do mundo.

E gera frio na barriga quando a gente lembra que o volante e o atacante, ambos bambas, estão fora da disputa por causa dos cartões amarelos.

E agrega, em cada equipe, muitos meninos sonhadores que até mesmo amam as cores da agremiação que representam.

O melhor futebol do mundo junta olheiros aos montes, até mesmo um do Barça, mas tem também garra, velocidade, vontade, camisa suada, pés de ferro, batalha renhida por 90 minutos.

Neste espetáculo, no entanto, ninguém (ainda) é magnata. Ninguém tem a vida ganha e ninguém imagina calçar mais cedo o chinelinho.

No mais fantástico futebol do mundo, cada bola é disputada como se fosse a última.

Há gol aos 8 minutos... Gol de adversário. Por um instante, a gente ralha com o Romão, mas segue apoiando o garoto.

Retomado o jogo, numa pontada só, vamos lá e varamos a meta rubronegra. Empate em golaço de menino migrante.

Tem gol anulado, que é para apimentar a aventura.

Tem espírito salvando gol no último minuto do primeiro tempo, conduzindo a bola à trave e depois ao guarda-metas mosqueteiro. Foi quem: Elisa, Sócrates ou Idário?

O melhor futebol do mundo faz a gente se levantar no contra-ataque. E debater com o desconhecido ao lado o quase gol, o tiquinho que faltou para se mandar a redonda para as redes.

Tem o tento merecido do zagueiro, mas que sai chorado, picado, meio sem querer querendo, sem estufar o véu da noiva.

Tem juiz ladrão, ignorando pênalti escandaloso no fim do segundo tempo. É o sujeito que xingamos a plenos pulmões, projetando nele todos os picaretas deste país.

O melhor futebol do mundo tem a bicuda salvadora dentro da área.

E um gol de consagração quase no último minuto, que vai sair, vai sair, e... sabe-se lá por qual capricho dos deuses do futebol, não sai.

E tem a troça saudável com o adversário carioca. O grito de “eliminado”, entoado com gosto para o algoz de 2016.

O melhor futebol do mundo é assim, sem pompa e burocracia. O melhor futebol do mundo tem em campo o nosso Timão, menino, ingênuo, raçudo, numa pegada alegre, corajosa e corinthianista.

O melhor futebol do mundo segue contra o Moleque Travesso, porque a gente quer o décimo.

Veja mais em: Copinha e Base do Corinthians.

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?