"Fila" de 23 anos

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Jiren #7.052 @jiren.corinthiano em 15/02/2018 às 14:02

"Fila" de 23 anos

Já não é de hoje que reparo isso, mas se nos dias atuais se tivéssemos novamente uma fila 23 anos sem ganhar títulos, nossa torcida diminuiria, essa geração 2012, Geração 'Meu Barça ' Meu Real' está muito mal acostumada

930 visualizações e 72 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Luizinho O Pequeno Polegar #2.311 @pequeno.polegar em 19/02/2018 às 08:48

Talvez a cobrança fosse menor do que é hoje. Talvez o pesamento dos dirigentes e da torcida fosse mais místico do que prático (em vez de arrumar a casa, preferiam pensar que 'um dia a maldição acaba' e que 'deve ter um sapo enterrado no Parque São Jorge').

Só sei que nos tempos de hoje a gente não fica nem 23 meses em jejum, quanto mais 23 anos. Mal consigo conceber um absurdo desse tamanho.

Corneta #24 @cesinha77 em 16/02/2018 às 19:38

" " Isso sem contar Rio-SP, os Robertões e Taça Brasil. Libertadores então, não passamos nem na porta.
Repito, para mim é inconcebível. Sempre foi. Não é porque hoje ganhou muitos títulos e me acostumei. É algo que questiono desde garoto na década de 80, apenas 10 anos após sairmos do jejum...
Faltava cobrança?

Publicidade

Páme Korinthianoús! #847 @oi.korinthioi em 18/02/2018 às 19:59

Cara, entendo, mas subir a exigência é diferente de ser intransigente.

Eu quero que o Corinthians tenha um time com qualidade técnica igual ao de 98-00 de novo? CLARO! Espero que volte o tempo em que a gente tinha qualidade pra jogar 10 jogos e ganhar 6 contra qualquer time do mundo.

Mas também tenho que reconhecer o contexto e o trabalho sendo feito aqui. Mal ou bem, Mano, Tite e Carille foram três 'revelações' - no sentido de que viraram exemplo para o futebol nacional, dois deles assumindo a seleção, o terceiro, se fizer um 2018 pelo menos médio vira nome forte.

Quem imaginava 30 anos atrás que a 'escola corinthians' de futebol seria a referência de modernidade tática nacional?

Quanto a gestão, com todos os defeitos -e são muitos - novamente, analisando o contexto nacional: que outro time consistentemente montou times competitivos nos principais campeonatos de 2009 a 2017 com exceção de um ano?

O risco é, na exigência de melhora, acabarmos pegando a rota dos demais times brasileiros - e hoje, não tem nenhum em melhores condições, se considerarmos longo prazo.

Mateus #187 @mateus.monteiro5 em 18/02/2018 às 19:45

" "

Em questão de diretoria eu reclamo bastante, não só de contratações ou patrocínio, mas sim da forma que essa turma que está no poder vem gerindo o time mas enfim, mudando o foco, eu quando fiz críticas nos últimos jogos foram críticas pontuais, tipo de substituições, a insistência em alguns jogadores, mas coisas poucas, mas tem gente que estrapola com certeza pedindo a saída do Carille, se sair o Carille, quem vai contratar? Vi gente até pedindo Luxemburgo kkkkkk é porque como o clube vem nessa Crescente envolvendo títulos, o pessoal fica mais exigente!

Mateus Monteiro #187 @mateus.monteiro5 em 18/02/2018 às 19:45

Em questão de diretoria eu reclamo bastante, não só de contratações ou patrocínio, mas sim da forma que essa turma que está no poder vem gerindo o time mas enfim, mudando o foco, eu quando fiz críticas nos últimos jogos foram críticas pontuais, tipo de substituições, a insistência em alguns jogadores, mas coisas poucas, mas tem gente que estrapola com certeza pedindo a saída do Carille, se sair o Carille, quem vai contratar? Vi gente até pedindo Luxemburgo kkkkkk é porque como o clube vem nessa Crescente envolvendo títulos, o pessoal fica mais exigente!

páme #847 @oi.korinthioi em 17/02/2018 às 03:12

" "

Mas acho que o argumento dele foi exatamente esse, de que não dá pra medir nenhum time do Brasil (na real, se considerar que levou continental e mundial, mesmo no mundo sobram poucos) por nossa fase de 2011-2015.

E é estranho ver gente detonando o time quando era líder no brasileirão sem susto.

'Ah, mas piorou no segundo turno'. Justo. Mas todo mundo piorou junto.

É estranho ver a torcida não reconhecer uma fase excelente, certamente nossa melhor década na história foram nossos últimos dez anos.

Fomos prejudicados por uma crise econômica no Brasil, mas montamos em 2015 um time que, se tivesse tempo, chegaria perto do de 98-00. Levamos uma surra do mercado com a desvalorização do Real em 2016, verdade, mas no ano seguinte levamos mais um brasileiro.

E mesmo assim galera age como se nossa diretoria, comissão técnica e grupo de jogadores fosse composta inteiramente por incompetentes.

Eu acho muito louco.

Carlos Fonseca Júnior #118 @carlos.fonseca.junio em 17/02/2018 às 09:15

Foi exatamente nesse período de seca que a torcida cresceu muito!

Páme Korinthianoús! #847 @oi.korinthioi em 17/02/2018 às 03:12

Mas acho que o argumento dele foi exatamente esse, de que não dá pra medir nenhum time do Brasil (na real, se considerar que levou continental e mundial, mesmo no mundo sobram poucos) por nossa fase de 2011-2015.

E é estranho ver gente detonando o time quando era líder no brasileirão sem susto.

'Ah, mas piorou no segundo turno'. Justo. Mas todo mundo piorou junto.

É estranho ver a torcida não reconhecer uma fase excelente, certamente nossa melhor década na história foram nossos últimos dez anos.

Fomos prejudicados por uma crise econômica no Brasil, mas montamos em 2015 um time que, se tivesse tempo, chegaria perto do de 98-00. Levamos uma surra do mercado com a desvalorização do Real em 2016, verdade, mas no ano seguinte levamos mais um brasileiro.

E mesmo assim galera age como se nossa diretoria, comissão técnica e grupo de jogadores fosse composta inteiramente por incompetentes.

Eu acho muito louco.

Mateus #187 @mateus.monteiro5 em 16/02/2018 às 15:14

" "

Entendi sobre diminuir número de torcida por conta do tempo sem título, até aí concordo principalmente crianças mudariam, mas 'Geração 2012 está mal acostumada' não, não está, é a principal época do Corinthians quando o assunto é títulos, tem gente que passa dos limites? Sim, mas são opiniões divergentes!

Páme Korinthianoús! #847 @oi.korinthioi em 17/02/2018 às 02:59

Galera reclama do time que acabou de ganhar brasileiro, imagine se passasse ano em branco.

Manoel Messias Vieira Ramos #196 @cassanti em 17/02/2018 às 02:25

E mesmo sem contar esses títulos não chegou a 23 anos!

Mateus Monteiro #187 @mateus.monteiro5 em 17/02/2018 às 02:12

Esses aí são os que passam do limite, mas fazer o que, torcedor na maioria das vezes age muito mais na emoção do que na razão!

Jiren #7052 @jiren.corinthiano em 16/02/2018 às 15:56

" " exceção cara apenas enfatizei o fila como exemplo, bastou perde 2 partida e jogar mal, já apareceu os cornetas pedindo a demissão do técnico

Corneta . #24 @cesinha77 em 16/02/2018 às 19:38

Isso sem contar Rio-SP, os Robertões e Taça Brasil. Libertadores então, não passamos nem na porta.
Repito, para mim é inconcebível. Sempre foi. Não é porque hoje ganhou muitos títulos e me acostumei. É algo que questiono desde garoto na década de 80, apenas 10 anos após sairmos do jejum...
Faltava cobrança?

Luizinho #2311 @pequeno.polegar em 16/02/2018 às 10:22

" "

Eu realmente acho bonito uma torcida que cresce com esse sofrimento todo, e até nisso somos diferentes. Não precisamos de Era Pelé, Era Telê ou Era Parmalat pra ter aumento no número de torcedores.

Quanto a não vencer um mísero Paulista entre 1955 e 1976, também não consigo conceber um absurdo desses, mas creio que sejam diversos fatores juntos. Sem contar a eterna incompetência da diretoria, que achava que viveríamos unicamente do peso da nossa camisa, a gente nunca pode esquecer que boa parte dos Paulistas do período foram disputados em pontos corridos. Não dava pra ser campeão em turno e returno com os times médios que o Corinthians montava.

Éramos a quinta força: existia nessa época uma equipe sobrenatural do Santos que contava com o maior jogador de todos os tempos (levaram 12 dos 21 títulos do período), um Palmeiras que era uma verdadeira academia (era o único que fazia frente ao Santos, ainda que raramente), mesmo o São Paulo levantou 4 Paulistas dentro do nosso jejum e o próprio Rivellino fala que na época dele até a Portuguesa era mais time.

E ainda teve zica mais de uma vez: em 1957, quando era líder invicto até a penúltima rodada, mas perdeu as duas últimas partidas e acabou em terceiro; em 1969, quando vinha com chances mas chegou a perder dois jogadores (Lidu e Eduardo) em um acidente de carro; e em 1974, quando perdeu a final para o Palmeiras.

Jiren Corinthiano #7.052 @jiren.corinthiano em 16/02/2018 às 15:56

exceção cara apenas enfatizei o fila como exemplo, bastou perde 2 partida e jogar mal, já apareceu os cornetas pedindo a demissão do técnico

Mateus #187 @mateus.monteiro5 em 16/02/2018 às 15:14

" "

Entendi sobre diminuir número de torcida por conta do tempo sem título, até aí concordo principalmente crianças mudariam, mas 'Geração 2012 está mal acostumada' não, não está, é a principal época do Corinthians quando o assunto é títulos, tem gente que passa dos limites? Sim, mas são opiniões divergentes!