E aí, vamos pagar pelo estádio?

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Mayrton @mayrton em 23/04/2016 às 11:56

Tá na cara que o anúncio que será feito pelo presidente está relacionado com a campanha das costas da camisa. Se cada um de nós colocasse R$30 numa conta, o estádio estaria pago! A pergunta é: Você estaria disposto a pagar pelo estádio?

1.053 visualizações e 48 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Guilherme Henrique #2.703 @guimba em 23/04/2016 às 14:42

Se eu tiver certeza que não terá desvio desse dinheiro pagaria até 100 reais. Tems mais de 150mil sócios torcedores, já imaginou em uma das parcelas o pessoal pagar 100 reais ao invés de 20? Sei que a situação do país não ajuda, mas se for por uma causa maior eu faço esse esforço!

Últimas respostas

Gustavo Barbosa Silva #227 @gustavo.timo em 23/04/2016 às 19:06

Pra mim seria uma baita derrota.

Publicidade

Nacib Abu #286 @nacibabu em 23/04/2016 às 18:44

$700 milhões eu pago, até $1000,.

.MAS E A PROPINA DE $300 miljoes que foi PROPINA para o PT, eu não pago!

Isaias Saraiva De Freitas #7.265 @sertaofiel em 23/04/2016 às 18:11

Falou Guilherme, a bronca t no desvio...

Mauricio Di Santi #29 @mx1972 em 23/04/2016 às 18:11

Tenho pra mim que se for isso, não vai dar certo.

Aliás, campanhas desse tipo nunca deram certo.

Anderson Gabriel Silva De Oliveira #5.278 @anderson.gabriel.sil em 23/04/2016 às 18:03

Eu com

Baltazar Oswaldo Silva #11 @baltazar.1954 em 23/04/2016 às 18:02

Primeiro tem que romper com a FPF, que sempre fica com grande parte da renda, e ainda faz essas palhaçadas de dividir renda com jogo de mando nosso no Paulistão.

Mas à FPF o Andrés não tem coragem de peitar.

Michel R. #610 @ninguem em 23/04/2016 às 18:02

Se eu morasse sozinho, não fosse pai de família...daria um mês inteiro de salário meu para o Corinthians! Isso se me deixassem saber o destino do dinheiro quando e como eu quiser!

Janio Los #6.409 @janio.los em 23/04/2016 às 17:55

Ola Corinthianos,

Já ouviram falar de financiamento coletivo? Poderiamos criar um projeto para arrecadar dinheiro e doar para o pagamento da arena, o que acham? Um de nós administraria o fundo e teríamos certeza que não haveria roubo e poderiamos ajudar o Corinthians!

Segue um site de exemplo:

https://www.catarse.me/pt/projects Crowdfunding e financiamento coletivo no Brasil é no Catarse Crowdfunding e financiamento coletivo no Brasil é no Catarse O Catarse é a primeira e maior plataforma de crowdfunding, ou financiamento coletivo, do Brasil. Venha tirar projetos do papel! catarse.me

Anisio Molim #103 @amoamolim em 23/04/2016 às 17:54

Da boca pra fora, pagaria até um milhão. Da boca pra dentro... Tem os 'se'

Tem gente que fala, pagaria até 100/200/500, se...

É isso.

E como disse o companheiro Williamm Nascimento, o FT seria de no mínimo um milhão de sócios, se isso fosse de prático.

Baltazar Oswaldo Silva #11 @baltazar.1954 em 23/04/2016 às 17:41

Uma coisa que poderia ser feita é ver o que os vereadores pensam do CID.

Tudo bem que a arrecadação não está boa, mas isso pode ser revertido gerando empregos, facilitando a abertura de empresas novas.

Como o foco é no ramo de serviços, onde se pode ter mais incentivos fiscais, poderia o que tem na lista desses serviços, inclusive incentivando a prestação em dias de jogos:

http://www.portaltributario.com.br/legislacao/lc116.htm LEI COMPLEMENTAR Nº 116, DE 31 DE JULHO DE 2003 portaltributario.com.br

E aí com o crescimento das empresas, precisariam de outras, como auditorias, contabilidades.

Num primeiro momento se perderia a arrecadação por ser incentivo, mas traria melhoria na renda de uma área carente como é a Zona Leste, e isso poderia ser um ponto que começaria a reverter, ainda que parcialmente, a crise, geração de empregos é o ponto fundamental. Até porque isso não seria algo que tornaria o preço das coisas mais caras, seriam pessoas que voltariam a consumir um pouco além do básico para terem um mínimo de conforto.

Lógico que estou pensando no Corinthians, mas acima de tudo em oportunidades de trabalho para as pessoas, fora que muitas evitariam ter que fazer verdadeiras viagens em trens lotados até o centro.